Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

5 trilhas do Oscar para dar o play agora

Músicas instrumentais, versões inusitadas para clássicos internacionais e a combinação entre jazz e rap formam a lista de trilhas do Oscar que indicamos para você
Por Carol Braga
Trilhas de cinema. Soul entre os destaques. Foto: Disney Pixar
Trilhas de cinema. Soul entre os destaques. Foto: Disney Pixar

A música costuma ter um lugar importante na cerimônia do Oscar. Se compararmos todas as premiações da temporada, é a única festa com breves apresentações ao vivo de canções destacadas trechos das trilhas sonoras. Bem, em 2021 isso tende a ser bem diferente. Altas expectativas para saber o que vai rolar

Mas enquanto o dia “D” não chega, dá para conhecer não apenas as músicas indicadas mas as demais trilhas dos principais filmes em competição. Aliás, são todos trabalhos muito interessantes. 

Só para ficar mais claro, o Oscar tem duas categorias musicais. A de melhor canção e melhor trilha sonora (score), que é a música incidental que contribui para acentuar ou amenizar os climas dos filmes. As cinco concorrentes a melhor canção são: Husavik, de Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars; Fight for You, de Judas e o Messias Negro; Hear My Voice, de Os 7 de Chicago; La vita davanti a sé, de Rosa e Momo e Speak Now, de Uma Noite em Miami.

Já as cinco trilhas originais indicadas são Destacamento Blood, Terence Blanchard; Mank, de Trent Reznor, Atticus Ross; Minari, Emile Mosseri; Relatos do Mundo, James Newton Howard e Soul, de Trent Reznor, Atticus Ross, Jon Batiste. Precisamos reconhecer que se a gente fizer um mix de tudo e acrescentar outros belos trabalhos musicais na safra de 2021 você terá bons momentos musicais. 

Em tempo: aqui você encontra os links para ver os filmes do Oscar.

Nomadland

A trilha do filme favorito da temporada tem vários artistas, mas quem abre alas é Ludovico Einaudi. Para quem não conhece, é um pianista italiano que tem o dom de emocionar e muito com o que toca. Ele parece dar o tom no clima musical que o filme Chloe Zhao tem. São canções calmas que podemos até chamar de contemplativas. Assim como o filme. Vale o play. 

Meu pai

O compositor italiano, aliás, também é o autor dessa outra trilha sonora marcante da safra de 2021. Ludovico, que também tem no currículo Intocáveis (2011), consegue, por meio da música, nos transportar para dentro da cabeça do protagonista Anthony (Anthony Hopkins) ao mesmo tempo em que também transmite a agonia da filha, papel de Olivia Colman. 

Minari

Emile Mosseri é um jovem compositor nascido em 1985. A trilha criada por ele também valoriza o piano em uma elegante combinação com cordas. É um dos indicados na categoria de melhor trilha sonora, a primeira da promissora carreira. Fica a dica para dar o play principalmente se você precisar se concentrar ou relaxar um pouco.

 

Bela Vingança

Bem diferente das demais, a trilha do longa dirigido por Emerald Fennell chama atenção por reunir diversas versões diferentes de músicas pop conhecidas. Entre elas, por exemplo, está It’s Raining Men, canção originalmente gravada pelas Weather Girls em 1982 de uma maneira totalmente diferente. Digamos que mais tensa, de acordo com o filme.

Soul

Como o filme conta a história de um músico de jazz, não tem erro dar o play na trilha sonora, também concorrente à estatueta. É candidato forte! Trent Reznor, Atticus Ross, Jon Batiste compuseram duas horas de música. Atenção: a trilha não é exclusivamente jazzística. Tem rap também. Os compositores são mais conhecidos por trabalhar com videogames.

Nomadland tem ótima trilha sonora mas não foi indicada ao Oscar. Foto: Focus
Nomadland tem ótima trilha sonora mas não foi indicada ao Oscar. Foto: Focus

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!