Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Comédia: cinco peças para morrer de rir na Campanha 2020

Veja alguns espetáculos de comédia que estão na campanha deste ano
Por Jaiane Souza
comédia
Auto da Compadecida com Grupo Maria Cutia e direção de Gabriel Villela. Foto: Tati Motta/Divulgação

Comédia é o gênero mais nobre na programação da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança de BH. Sim, o povo gosta de rir – e muito. Por isso, separamos aqui algumas montagens que vão cumprir bem esta tarefa. Escolhemos peças protagonizadas por figuras conhecidas do humor na cidade, como Kayete e Carlos Nunes, por exemplo, mas também apontamos a renovação deste elenco. 

Além disso, recomendamos também montagens de grupos tradicionais, como o Maria Cutia, que arrasou na encenação de Auto da Compadecida. 

Auto da Compadecida

Auto da Compadecida com Grupo Maria Cutia e direção de Gabriel Villela. Foto: Tati Motta/Divulgação

[O QUE] Espetáculo Auto da Compadecida

[QUANDO] 22 e 23 de janeiro, 20h (Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – BH – (31) 3236-7400); 6 e 7 de fevereiro, 20h (Sesc Palladium – R. Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH – (31) 3270-8100)

[ONDE] Belo Horizonte – BH

[QUANTO] R$ 20 (Postos Sinparc e internet), R$ 50 (bilheteria, inteira)

Chicó e João Grilo são as estrelas do espetáculo dirigido por Gabriel Villela. A peça escrita por Ariano Suassuna e encenada pelo Grupo Maria Cutia começa com o enterro e o testamento do cachorro do Padeiro e sua esposa. O resultado disso é uma epopeia no sertão nordestino que envolve Jesus, Maria, o Diabo, o clero e o cangaço. O clássico de Suassuna também já ganhou filme e outras adaptações para o teatro e televisão. 

A adaptação de Gabriel Villela remete ao Brasil contemporâneo. Isso porque o espetáculo traz um enredo original a lá Maria Cutia, que explora a musicalidade, o teatro de rua e o teatro popular. Além disso, usa doses de ironia, traço característico de Ariano Suassuna, e o surgimento de notícias a todo tempo. 

[COMPRE AQUI]

A que ponto chegamos

comédia
Foto: Patricia Ferreira / Divulgação

[O QUE] Espetáculo A que ponto chegamos

[QUANDO] 15 a 30 de janeiro, 20h

[ONDE] Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – BH (31) 3236-7400

[QUANTO] R$ 14 (Postos Sinparc e internet), R$ 30 (bilheteria, inteira)

Lidar com trânsito todos os dias é estressante. Agora imagina para um motorista de ônibus? A comédia mostra a história de Afonso, um motorista que surta durante uma viagem, abandona o ônibus em plena Avenida Afonso Pena e vai para casa a pé. A partir daí, se tranca em casa e decide que só vai sair quando conseguir sete milhões de seguidores no canal do YouTube. A promessa da comédia é arrancar muita risada do público, mas também discute a vontade atual das pessoas de virar youtuber e ficar rico.

[COMPRE AQUI]

Filomena - 25 anos de peleja

Foto: Sinparc / Divulgação

[O QUE] Espetáculo Filomena – 25 anos de peleja

[QUANDO] 21 a 23 de janeiro, 20h30

[ONDE] Sesc Palladium – R. Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH – (31) 3270-8100

[QUANTO] R$ 20 (Postos Sinparc e internet), R$ 44 (bilheteria, inteira)

A comédia une os melhores momentos e causos vividos pela personagem de Gorete Milagres. A atriz está comemorando 25 anos de carreira de Filomena e apresenta um espetáculo que é o retrato da população brasileira, bem como suas conquistas, lutas, encontros, afetos, amizades e solidariedade. Em resumo, a peça é uma linha do tempo que mostra as transformações de Filó nos últimos anos, que saiu da roça rumo à cidade para ganhar a vida. 

A atriz Gorete Milagres já recebeu diferentes prêmios como reconhecimento como humorista, melhor atriz e o Emmy na série infantil Pedro & Bianca. O programa foi exibido em 2014 pela TV Cultura e ela interpretava a personagem Zuzu.

[COMPRE AQUI]

Aperte o play e só... ria

comedia
Foto: Ativa Fotografia e Filme / Divulgação

[O QUE] Espetáculo Aperte o play e só… ria

[QUANDO] 13 de fevereiro, 21h

[ONDE] Cine Theatro Brasil Vallourec – Av. Amazonas, 315, Centro – BH – (31) 3201-5211

[QUANTO] R$ 20 (Postos Sinparc e internet), R$ 44 (bilheteria, inteira)

Mais uma da Kayete, desta vez em apresentação única. A peça une diversas cenas engraçadas de dois grandes nomes do teatro de Minas Gerais: Carlos Nunes e Kayete. A narrativa começa na pré-história com um casal de neandertais que solicitam a um motoboy tudo que precisam batendo em um tambor. Os atores também interpretam os tempos atuais ao encenarem duas aeromoças atrapalhadas, duas velhas no próprio velório e dois mendigos.

[COMPRE AQUI]

Os Emergentes

Bruna Brandão/ Divulgação

[O QUE] Espetáculo Os emergentes

[QUANDO] 1 e 8 de fevereiro, 19h

[ONDE] Cine Theatro Brasil Vallourec – Av. Amazonas, 315, Centro – (31) 3201-5211

[QUANTO] R$ 20 (Postos Sinparc e internet), R$ 44 (bilheteria, inteira)

E a querida Kayete tá que tá. Além da peça com Carlos Nunes, ela retoma a parceria com Guilherme Oliveira. Eles fizeram o maior sucesso com  Guara-pa-rir e voltam para contar a história de um casal de emergentes. Imagina isso!  Eles são mestres em fazer comédias populares, que conversam com todos os públicos, um humor leve com diversão garantida. 

[COMPRE AQUI]

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!