Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Sete bandas em atividade com mulheres nos vocais!

Gostou? Compartilhe!

Confira sete projetos musicais que se destacaram recentemente e possuem vocais femininos!

Por Caio Brandão | Repórter

Contemplando os milhares de estilos pelos quais a música se manifesta ao longo das eras, toda essa trajetória é marcada pela presença de vozes femininas. Seja com um tom mais calmo, seja na gritaria, mulheres emprestaram à arte algumas das vozes mais marcantes da história, e, sendo assim, o Culturadoria separou sete bandas que dão continuidade a esse legado.

Confira seis projetos musicais que se destacaram recentemente e possuem vocais femininos!
Japanese Breakfast - Foto: Bridget Schaefer/Meccay Photography

Pluma

Formada em São Paulo, a banda Pluma vem chamando atenção do público por conta da sonoridade única que erguem. Nesse sentido, o conjunto mistura, com naturalidade, a MPB, o jazz e incorpora, ainda, vários elementos do rock psicodélico, tudo executado com primor.

Mannequin Pussy

Um dos nomes que se destacam dentro da nova geração do punk, Mannequin Pussy é uma banda despojada, mas cheia de intenção. Compondo faixas extremamente dinâmicas que alternam entre o caos e a calmaria em um piscar de olhos, o conjunto fundiu o punk estilo riot grrrl com o rock alternativo e acertou em cheio.

Boy Harsher

Pegando vários elementos emprestados do New Wave e do Pós Punk oitentista, quem escuta Boy Harsher pela primeira vez pode até achar que se trata de uma banda que realmente existiu naquele espaço de tempo. A realidade, contudo, é que, se esse fosse o caso, o conjunto seria um verdadeiro ícone dentro desse estilo, considerando a qualidade absurda do material produzido por eles.

Japanese Breakfast

Encabeçada por Michelle Zauner, autora do livro “Crying in H Mart”, que foi número um na lista de best sellers do New York Times em 2021, a banda Japanese Breakfast é figurinha carimbada nos grandes festivais atualmente. Sendo assim, vale a pena dar uma chance ao conjunto, que demonstra versatilidade e consistência ao longo do catálogo.

Cansei de Ser Sexy

Quem não está ligado nas movimentações recentes do circuito de festivais brasileiros pode até estranhar a presença da Cansei de Ser Sexy (ou apenas CSS) aqui nessa lista. Porém, conjunto anunciou o aguardado retorno, figurando no line-up do Primavera Sound São Paulo e comemorando 20 anos de trajetória. Marcando a música nacional no meio dos anos 2000, a CSS construiu uma reputação notória dentro do país, bem como fora dele.

terraplana

Os leitores mais ávidos aqui do Culturadoria provavelmente já ouviram falar de terraplana, seja por causa da nossa lista do Dia Mundial do Rock, ou pela resenha do ótimo álbum lançado por eles neste ano, “Olhar Pra Trás”. O fato, porém, é que essa insistência não acontece à toa. A banda faz um trabalho incrível, sendo recompensada com um lugar no line-up do Primavera Sound São Paulo de 2023.

Alvvays

A banda canadense tem feito barulho no ecossistema da música alternativa por conta da fusão entre o indie rock e pop que tem como fórmula. Com o passar do tempo, tal fórmula vem sendo refinada mais e mais, fazendo com que Alvvays seja, atualmente, uma grande referência do alt rock.

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]