Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Onze artistas (nacionais e internacionais) que provam que o rock ainda vive!

Gostou? Compartilhe!

No Dia Mundial do Rock, nada melhor do que conhecer novas bandas que estão movimentando o rock nacional e mundial

Por Caio Brandão | Repórter

Ok, tudo bem… Esse papo de provar que o rock ainda vive já virou um clichê por si só, né? Dito isso, nunca é uma hora ruim para os fãs do gênero conhecerem novos artistas que estão começando, ou já estão em um processo avançado de estabelecimento na história recente desse estilo. Sendo assim, separamos onze projetos, brasileiros e estrangeiros, para você conhecer neste Dia Mundial do Rock!

No dia internacional do rock, nada melhor do que conhecer novas que estão movimentando o rock nacional e mundial
Foto: Pixabay

Fleshwater

Existindo em um lugar entre o grunge, o metal e o emo, Fleshwater já chamava atenção com o primeiro EP “Demo”. Em 2022, lançou o sensacional álbum de estreia “We’re Not Here To Be Loved”.

Narrow Head

Também puxando muito da sonoridade do grunge, mas adicionando elementos do rock alternativo, Narrow Head vem conquistando fãs com uma discografia diversa e consistente.

gorduratrans

Depois de recolocar o shoegaze no mapa do rock nacional com “Repertório Infindável de Dolorosas Piadas”, a banda carioca vem construindo um dos catálogos mais interessantes do Brasil.

Putz

Formada em 2019, a banda paulista mistura a energia das guitarras distorcidas com a melancolia que emana de uma megalópole como São Paulo.

Turnstile

Um dos maiores nomes no rock mundial atualmente, Turnstile vem fazendo com que o punk deixe de ser apenas um nicho e conquiste um lugar no mainstream novamente. Além disso, tem uma matéria inteirinha aqui no Culturadoria para você conhecer melhor a banda, é só clicar no link!

julie

Com acordes distorcidos e dissonantes, somados à performances vocais suaves e melódicas, a banda julie tem tudo para ser o Sonic Youth dos tempos atuais.

Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo

Transitando entre as vários estilos que a música de guitarra pode gerar, como o rock n’roll e a MPB, Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo tem uma das sonoridades mais únicas do rock nacional.

terraplana

Antes de mais nada, não, terraplana não é uma banda de conspiracionistas. O que eles fazem, de fato, é música boa, o que ficou comprovado no último álbum “Olhar Pra Trás”. Temos, portanto, uma resenha no site sobre a obra! Confira no link.

Fernando Motta

O multi-instrumentista de Belo Horizonte sacudiu a cena underground da capital mineira com um tipo de rock de alta voltagem que concilia o experimental e o palatável.

Terno Rei

Ostentando uma base fiel de fãs, Terno Rei traz uma pegada mais leve, porém contagiante, para a fórmula do rock alternativo.

Supercombo

Uma das bandas mais longevas da geração recente do rock nacional, Supercombo traz uma discografia eclética que flerta com a psicodelia. Conversamos, por isso, com o pessoal da banda sobre a fase mais recente da banda, vai lá ler!

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]