fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Live de Caetano Veloso é eleita melhor do ano por seguidores do Culturadoria

Artista se apresentou duas vezes virtualmente durante a pandemia. Em agosto comemorou os 78 anos e o Dia dos Pais e, em dezembro, celebrou o Natal

Por Jaiane Souza *

21/12/2020 às 11:59 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Em live, realizada em agosto, Caetano Veloso comemorou 78 anos de vida e o Dia dos Pais. Crédito: Globoplay

Em um ano com tantas lives, foi difícil escolher, né? Mas, depois da enquete realizada pelo Instagram, pelo menos para o público do Culturadoria, deu Caetano Veloso. E olha que a disputa foi acirrada. Os participantes da nossa brincadeira tiveram que escolher entre Caetano e Gilberto Gil. Teresa Cristina, a rainha das lives, também não chegou à final.  Onde já se viu, né? Mas o objetivo aqui era pura descontração e um momento de conexão com nossa comunidade.

Em 2020, o público foi presenteado duas vezes com apresentações virtuais de Caetano Veloso. Na primeira, em agosto, o artista comemorou 78 anos de vida e o Dia dos Pais. Após milhares de pedidos pelas redes sociais, Caetano cedeu e celebrou em dose dupla no palco improvisado mais oportuno: sua biblioteca. A live foi exibida exclusivamente pelo Globoplay. A plataforma ficou aberta gratuitamente para não assinantes durante o show. 

A segunda live de Caetano Veloso, realizada em 20 de dezembro, foi temática de Natal. Além disso, o artista fez os seus votos de feliz ano novo, desejando que 2001 seja um ano melhor. Sim, 2001! Há quem diga que foi um ato falho, mas o fato é que seria bom mesmo se 2020 fosse deletado da existência. 

Lançamentos e participação da família

Em agosto, o repertório foi repleto de clássicos, como Tigresa, Reconvexo, Trilhos Urbanos e Coisa acesa. Essa última em homenagem a Moraes Moreira, que faleceu em abril. Entretanto, um dos destaques foi Talvez, música do artista em parceria com o filho Tom Veloso e o violonista Cezar Mendes. Ouça aqui. Outra novidade foi a canção Pardo, composta para APKÁ!, disco da cantora Céu. 

A segunda live também contou com a presença de Zeca, Tom e Moreno. O lançamento da vez foi a música Autoacalanto, feita especialmente para o neto mais novo, Benjamin, que acabou de completar sete meses. Além disso, não faltou, é claro, o falsete de Zeca. Ele cantou White Christimas, de Irving Berlin. Tom Veloso participou no violão. Já Moreno ficou com prato e faca. O pai, sempre orgulhoso.

Entre os destaques do repertório estão Cajuína, Reconvexo, Oração ao tempo, O leãozinho e Sampa. A apresentação completa, realizada no Teatro Claro Rio e transmitida pelo YouTube, está no canal de Caetano Veloso.

 

Live de Caetano Veloso

Frame da Live de Natal de Caetano Veloso, exibida pelo canal do YouTube do artista.

Política

Caetano é um ser político desde o início da carreira. Na Tropicália, por exemplo, foi um dos artistas mais atuantes. Recentemente, a vivência na ditadura militar foi relatada no filme Narciso em férias, disponível no Globoplay.  O filme é uma narrativa detalhada e íntima da prisão e exílio ao lado de Gilberto Gil.

Como não poderia deixar de ser, ambas as apresentações de Caetano durante a pandemia teceram críticas ao atual estado da política brasileira. Em agosto, criticou o fato do governo Bolsonaro, no meio de uma crise de saúde global, não ter um ministro interino da saúde. Outro destaque foi para o grande números de mortos pelo Coronavírus em aldeias indígenas. Infelizmente, a live não está mais disponível no Globo Play, mas você encontra alguns trechos no YouTube. 

A segunda  apresentação de Caetano Veloso, mesmo celebrando uma data festiva, não deixou de ser igualmente crítica. Afinal de contas, ainda estamos exatamente com os mesmos problemas, negacionismo da ciência e minimização da pandemia por parte de Jair Bolsonaro. Ademais o artista criticou o jeito americano de comemorar o Natal.

Em resumo, no fim das contas, podemos ficar com a vibe de Caetano e a esperança que a sua música traz. É muito bom ter artistas que ajudaram a construir a história artística e cultural do Brasil ainda ativos e falando sobre questões fundamentais dos nossos tempos. 

 

 

photo

Séries para relaxar nesse fim de ano!

Depois de um 2020 desses, precisamos parar para descansar, concorda? Curtir o recesso de fim de ano, se você tiver, ou os fins de semana vendo algo leve, sem ter que pensar muito. Pensando nisso, separamos aqui séries para relaxar, ter aquele momento de paz e tranquilidade, para rir um pouco, ver algo romântico ou […]

LEIA MAIS
photo

Conheça a Cardume, plataforma de streaming de curtas e médias independentes para público e realizadores

Já parou para pensar o que acontece com os filmes independentes depois de prontos ou após exibição em festivais e mostras de cinema? Com a experiência em participar de festivais durante a vida, os atores Luciana Damasceno e Daniel Jaber perceberam que essas produções nunca tiveram muito espaço. Agora, muito menos, depois do crescimento acelerado […]

LEIA MAIS
photo

Mulher-Maravilha 1984: quando a humanidade faz diferença

Sabia que o maior inimigo de Mulher-Maravilha 1984 pode ser você? Especialmente se for um espectador(a) com muitas expectativas em relação a esta produção dirigida por Patty Jenkins. Ainda mais considerando o histórico desse aguardado longa, já que era para ter saído no primeiro semestre. Tem também o sucesso estrondoso da estreia da atriz Gal […]

LEIA MAIS