fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Por que The Office é uma série tão querida?

A produção que foi ao ar pela primeira vez há 15 anos, ultrapassou Friends e é a série mais assistida na Neflix dos Estados Unidos

Por Jaiane Souza *

14/07/2020 às 16:45 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Crédito: NBC

Aparentemente uma série pseudo documental sobre um escritório que vende papel não é nada interessante. Entretanto, The Office está aí para provar o contrário. Há 15 anos, a versão estadunidense da produção estreava na NBC e se tornava umas das comédias mais queridas. O diferencial é que o falso documentário não tinha as clássicas risadas inseridas nas sitcoms dos Estados Unidos até então. Lembra? Aquelas no intervalo das piadas. O foco do humor está nos detalhes, no absurdo e no cotidiano. Mas, para além disso, porque a série é tão querida? Ela, inclusive, ultrapassou Friends como a mais assistida na Netflix dos EUA. Assim como Grey’s Anatomy e Criminal Minds.

Personagens

A série mostra o dia a dia na Dunder Mifflin, uma empresa de papel que, assim como outras, passa por altos e baixos. Esse é o pano de fundo para grande parte do que ocorre na narrativa. Entretanto, a base mesmo são os personagens. Cada um com a sua personalidade, com o seu jeitinho, prende quem assiste. O mais interessante é que a história não é entregue de uma só vez. Com o passar do tempo é possível entender o motivo por trás de cada hábito dos trabalhadores, já que o espectador tem contato com eles apenas no ambiente de trabalho (pelo menos em 90% do tempo).

O personagem central é Michael Scott (Steve Carell). Ele é o chefe do escritório e consegue colocar em prática, de forma caricata ou não, todos os absurdos que ocorrem em ambientes corporativos. Muitas vezes é preconceituoso e desprezível, o que causa constrangimento nos funcionários e no público. Em resumo, ele quer ser o melhor em tudo, o mais bonito e o centro das atenções. Mesmo assim, a narrativa desenvolve bem o papel e Scott acaba se tornando um dos nossos preferidos. Além dele, há o mau humorado Stanley (Leslie David Baker) e a impaciente Angela (Angela Kinsey), o destemido Dwight (Rainn Wilson) e o misterioso e bizarro Creed Bratton (Creed Bratton).

 

the office

Crédito: NBC

Ambientação

Com o passar dos episódios é possível se sentir, literalmente, parte da história e do dia a dia da empresa. Muito se deve ao formato, pois os personagens olham diretamente para a câmera em vários momentos e dão depoimentos. Como em um documentário mesmo. Tem também o fato de a maioria das cenas serem filmadas na mesma locação e o escritório muda pouco durante as nove temporadas. Os assuntos também estão, em grande parte, relacionados ao contexto do ambiente de trabalho, causando ainda mais identificação do público com as histórias. 

Relações interpessoais

Como dissemos, os personagens são completamente diferentes entre si e é justamente isso que dá toda graça à coisa. Eles se estranham, se julgam, mas, sobretudo, se respeitam (ou tentam), e a complexidade dessas relações merece destaque. Exemplo disso é a amizade entre Michael e Pam (Jenna Fischer). Em uma cena emocionante do episódio 17 da terceira temporada, ele é um dos únicos a ir na exposição de arte de Pam e ainda comprar um quadro. Outro momento marcante (ALERTA DE SPOILER) é no fim da sétima temporada, quando ele deixa a Dunder Mifflin (e a série) e os dois se despedem no aeroporto.

Pam também é protagonista de uma das histórias de amor mais fofas da ficção, que até ganhou destaque em um post da semana do dia dos namorados sobre casais inspiradores. Ao lado de Jim (John Krasinski) ela vive uma história de amor, afeto empatia. 

Mesmo assim, nem só de histórias de amores perfeitos viverá o homen, Angela e Dwight protagonizam a relação mais imperfeita possível

Cenas icônicas e memes

Por ser uma das séries mais assistidas, The Office tem cenas e episódios memoráveis, que são até hoje reproduzidas nas redes sociais. Alguns deles, só para exemplificar, são: Dinner Party (T4 EP 13), quando Jim e Pam vão jantar na casa de Michael Scott; Stress Relief (T5 EP 14 e 15), que tem uma simulação de incêndio e aulas de primeiros socorros; Goodbye Michael (T7 EP 22 e 23), nos quais Michael se despede; e Finale (T9 EP 26 e 27). 

As nove temporadas de The Office estão disponíveis do Globo Play e na Amazon Prime Video.

photo

Nem cinema, nem TV: videogames são a nova plataforma para grandes histórias

Contar histórias é uma tradição que acompanha a humanidade desde seus primórdios. O que começou com as pinturas e inscrições nas paredes das cavernas evoluiu ao longo de milhares de anos, tomando formas a partir de diferentes plataformas. E mesmo que já existam vários meios, sempre há um novo surgindo e inovando: é o caso […]

LEIA MAIS
photo

Filmes de animação para ver no streaming

Nos meses de férias escolares, como julho e dezembro, as animações bombam no cinema. Entretanto, o mar não está para peixe nos últimos meses. E com o cenário completamente diferente, sair de casa para ir ao cinema está fora de cogitação. Sendo assim, e para não fica tão diferente, selecionamos alguns filmes de animação para […]

LEIA MAIS
photo

Coisa mais linda: temática relevante em embalagem turística

A temática abordada pela série Coisa mais linda é tão, tão, tão importante que me parece delicado fazer qualquer observação contrária à produção. Falar sobre feminismo, mostrar os avanços e as conquistas da luta das mulheres por igualdade merece sempre muito destaque. E é isso que Coisa mais linda volta a fazer muito bem na […]

LEIA MAIS