Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Quem é Chloé Zhao? Conheça a diretora sensação da temporada de prêmios

De acordo com previsões da revista Variety a diretora de Nomadland deve terminar a temporada de prêmios com 34 troféus

Coloque lado a lado: a imagem da diretora Chloé Zhao e tudo o que você pensou sobre Hollywood? Inicialmente parece não encaixar, mas tudo indica que é mesmo essa moça fora dos padrões da indústria do cinema o grande nome da temporada de prêmios. Que bom, né? O Globo de Ouro e o Critic’s Choice de melhor direção e filme para Nomadland é o sinal que basta para mostrar que ela é a dona da bola da vez.

Segundo a revista Variety, se tudo caminhar bem, Zhao terminará a temporada de prêmios com 34 estatuetas em casa só pelo trabalho de direção. Entre elas, claro, a mais cobiçada: o Oscar. Se for assim, além de ser a primeira asiática a receber tal prêmio na categoria direção, será também o segundo ano consecutivo que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas reconhece o trabalho de um oriental. Em 2020 foi Bong Joon-ho e seu Parasita.

Mas, quem é Chloé Zhao?

Uma promessa, pra começo de conversa. Ela mesma se definiu para a revista Vogue como “uma adolescente rebelde, preguiçosa na escola, que desenhava mangás e escrevia fanfictions”. Curiosa pois essa apresentação não parece dar match com o que Zhao já apresentou no cinema.

A diretora Chloé Zhao. Foto: Taylor Jewell/Divuglação
A diretora Chloé Zhao. Foto: Taylor Jewell/Divulgação

Nasceu em 31 de março de 1982, tem, portanto, 39 anos. Chinesa de Pequim, aos 15 anos mudou-se para um internato no Reino Unido. De lá, já na adolescência, foi para Los Angeles onde podemos imaginar o início da formação no cinema. Mas não. Estudou ciências políticas antes de trocar de cidade mais uma vez.

Chloé Zhao é ex-aluna da Escola de Artes Tisch da Universidade de Nova York. Foi onde estudou produção cinematográfica.

Confira o episódio do podcast Cinema, ETC sobre Nomadland

 

Cinema Independente

A diretora se formou no cinema independente. O primeiro longa da carreira, por exemplo, fez parte da programação do festival de Sundance. Sendo assim, Songs My Brothers Taught Me (2015) acabou atraindo a atenção de Hollywood. O filme apareceu no Independent Spirit Award na categoria diretores estreantes e também exibido na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

Em 2017, lançou Domando o Destino (2017), um western que, assim como o recente Nomadland (2020), fala sobre busca internas. No caso, um cowboy tentando entender o que é ser homem no coração dos Estados Unidos. Mais uma vez o trabalho de Zhao apareceu na lista dos indicados do Spirit.

Ambos os filmes têm elenco formado por não-atores, assim como Nomadland.

Os Eternos

A parte mais curiosa do currículo de Chloé Zhao é que depois de três marcantes experiências no cinema independente, foi escolhida pela Marvel para dirigir Os Eternos. O lançamento está previsto para novembro de 2021. Estão no elenco Salma Hayek (como Ajak) e Angelina Jolie (como Thena).

Os Eternos é um dos filmes mais esperados da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel. Ao analisar a carreira dela em retrospectiva, de fato, precisamos concordar com o que Chloé Zhao andou dizendo em entrevistas: o novo filme tem tudo para ser uma experiência única.

 

A diretora Chloé Zhao. Foto: Joshua Richards/Divuglação
A diretora Chloé Zhao. Foto: Joshua Richards/Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!