fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Grammy 2021: surpresas boas, mais do mesmo e polêmicas 

A maior premiação de música do mundo causou burburinho entre fãs e artistas com as indicações, mas também trouxe novidades. A cerimônia de premiação ocorre em 31 de janeiro de 2021 em formato virtual.

Por Jaiane Souza *

25/11/2020 às 13:54 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
O duo Black Pumas concorre a Álbum do Ano com o primeiro disco lançado na carreira. Foto: Greg Giannukos

A lista dos indicados ao Grammy 2021 foi divulgada e, entre trancos e barrancos, tivemos algumas surpresas boas. O anúncio da premiação de música mais importante do mundo movimentou as redes sociais, abalou artistas e fãs. 

Entre as surpresas boas estão artistas negros não tão conhecidos nas categorias principais. Em Disco do Ano e Melhor Performance de R&B, por exemplo, destaque para Jhené Aiko, com Chilombo, e Black Pumas, com Black Pumas (Deluxe Edition). Jhené Aiko é uma artista negra que vem se destacando na última década. Só para exemplificar, em 2013, participou da música Beware com o rapper Big Sean e Lil Wayne. A canção entrou para o top 40 da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos. Chilombo é o terceiro álbum de estúdio da artista, traz mensagens de empoderamento e feminismo. 

Já Black Pumas, duo composto por Eric Burton e Adrian Quesada, concorre a duas categorias: Disco e Gravação do ano. A dupla de soul psicodélico está em início de carreira e o álbum autointitulado é o primeiro dessa caminhada. Promissora pelo visto! 

Tem brasileiros na parada também! Bebel Gilberto concorre na categoria Álbum de Música Global, com o disco Agora, e Chico Pinheiro em Álbum de Jazz Latino com City of Dream. É o sexto de estúdio de Bebel e o oitavo de Pinheiro. 

Protagonismo feminino

Rainha absoluta da música pop, Beyoncé já é recordista em indicações. Ela empatou com Paul McCartney. Soma 79 indicações ao Grammy em toda a carreira. Sendo assim, se torna a mulher mais indicada na história. Na lista geral, fica atrás somente de Quincy Jones e Jay-Z, ambos com 80 indicações. Já a categoria Melhor Performance de Rock também foi dominada pelas mulheres. Pela primeira vez ela é 100% composta por artistas femininas. São elas Fiona Apple, Phoebe Bridgers, Brittany Howard, Grace Potter, Haim e Big Thief.

Injustiças

Uma rápida passada pelo Twitter, uma olhadinha na opinião dos fãs e crítica dá para ver como alguns artistas foram completamente esnobados no Grammy 2021. O principal deles é o The Weeknd. Ele não recebeu nenhuma indicação, mesmo tendo lançado um dos discos mais aclamados do ano, After Hours. Do trabalho emplacou o hit Blinding Lights, que está prestes a completar um ano, isso mesmo, um ano dentro do top 10 da Billboard. O artista se manifestou chamando o Grammy de corrupto e cobrando transparência da premiação.

Fiona Apple, mesmo indicada em três categorias, ficou de fora das principais também tendo um disco muito elogiado, o Fetch The Bolt Cutters.

grammy 2021

Billie Eilish. Foto: Frederic J. Brown / AFP

Mais do mesmo e o privilégio branco

Não é nenhuma novidade que os artistas brancos sempre dominaram, entre outras áreas, as premiações de música. No ano passado, por exemplo, o Grammy teve a chance de promover mudança nesse cenário. No entanto, premiou Billie Eilish em várias categorias, mesmo ela concorrendo com Beyoncé, Lizzo e H.E.R. Não que a jovem promessa não merecia. Entretanto, é importante pensar nessas variáveis. 

Neste ano, mais uma vez temos Dua Lipa concorrendo, Taylor Swift, Billie Eilish e Justin Bieber. Pois é, Bieber que se destacou pouquíssimo em 2020 com os seus trabalhos e tem avaliações mais baixas que The Weeknd, por exemplo, concorre em três categorias. 

Confira a seguir alguns comentários e a lista completa de indicados ao Grammy 2021.

 

Confira a lista de indicados ao Grammy 2021

Álbum do ano

“Chilombo” – Jhené Aiko
“Black Pumas” – Black Pumas
“Everyday Life” – Coldplay
“Djesse Vol. 3″ – Jacob Collier
“Women in Music Pt. III” – Haim
“Future Nostalgia” – Dua Lipa
“Hollywood’s Bleeding” – Post Malone
“Folklore” – Taylor Swift

Gravação do ano

“Black Parade” – Beyoncé
“Colors” – Black Pumas
“Rockstar” – DaBaby featuring Roddy Ricch
“Say So” – Doja Cat
“Everything I Wanted” – Billie Eilish
“Don’t Start Now” – Dua Lipa
“Circles” – Post Malone
“Savage”- Megan Thee Stallion feat Beyoncé

Música do ano

“Black Parade” – Beyoncé
“The Box” – Roddy Ricch
“Cardigan,” – Taylor Swift
“Circles” – Post Malone
“Don’t Start Now” – Dua Lipa
“Everything I Wanted” – Billie Eilish
“I Can’t Breathe” – H.E.R.
“If the World Was Ending” – JP Saxe featuring Julia Michaels

Revelação

Ingrid Andress
Phoebe Bridgers
Chika
Noah Cyrus
D Smoke
Doja Cat
Kaytranada
Megan Thee Stallion

Melhor performance de rock

Fiona Apple – “Shameika”
Phoebe Bridgers – “Kyoto,
Haim – “The Steps”
Brittany Howard – “Stay High”
Grace Potter – “Daylight”
Big Thief – “Not”

Melhor música de rock

“Kyoto” – Phoebe Bridgers
“Not” – Big Thief
“Lost in yesterday” – Tame Impala
Brittany Howard – “Stay High,”
Fiona Apple – “Shameika”

Melhor disco de rock

“A Hero’s Death” – Fontaines D.C.
“Kiwanuka” – Michael Kiwanuka
“Daylight” – Grace Potter
“Sound & Fury” – Sturgill Simpson
“The New Abnormal” – The Strokes

Melhor performance de r&b:

“Lightning & Thunder” – Jhené Aiko e John Legend
“Black Parade” – Beyoncé
“All I Need” – Jacob Collier feat. Mahalia and Ty Dolla Sign
“Goat Head” – Brittany Howard
“See Me” – Emily King

Melhor performance solo pop

“Yummy” – Justin Bieber
“Say So” – Doja Cat
“Everything I Wanted” – Billie Eilish
“Don’t Start Now” – Dua Lipa
“Watermelon Sugar” – Harry Styles
“Cardigan” – Taylor Swift

Melhor performance de grupo ou duo pop

“Un Dia (One Day)” – J Balvin, Dua Lipa, Bad Bunny and Tainy
“Intentions” – Justin Bieber featuring Quavo
“Dynamite” – BTS
“Rain on Me” – Lady Gaga with Ariana Grande
“Exile” – Taylor Swift featuring Bon Iver

Melhor disco de pop vocal

“Changes” – Justin Bieber
“Chromatica” – Lady Gaga
“Future Nostalgia” – Dua Lipa
“Fine Line” – Harry Styles
“Folklore” – Taylor Swift

Melhor canção R&B

“Better Than I Imagine” – (Robert Glasper featuring H.E.R. and Meshell Ndegeocello)
“Black Parade” – Beyoncé
“Collide” – Tiana Major9 and Earthgang
“Do It” – Chloe X Halle
“Slow Down” – Skip Marley and H.E.R.

Melhor performance de rap

“Deep Reverence” – Big Sean Featuring Nipsey Hussle
“Bop” – DaBaby
“What’s Poppin” – Jack Harlow
“The Bigger Picture” – Lil Baby
“Savage” – Megan Thee Stallion featuring Beyoncé
“Dior” – Pop Smoke

Melhor música de rap

“The Bigger Picture” – Lil Baby
“The Box” – Roddy Ricch
“Laugh Now, Cry Later” – Drake featuring Lil Durk
“Rockstar” – DaBaby featuring Roddy Ricch
“Savage” – Megan Thee Stallion featuring Beyoncé

Produtor do ano (não clássico)

Jack Antonoff
Dan Auerbach
Dave Cobb
Flying Lotus
Andrew Watt

Melhor álbum latino pop ou urbano

“YHLQMDLG” – Bad Bunny
“Por Primera Vez” – Camilo
“Mesa Para Dos” – Kany Garci?a
“Pausa”- Ricky Martin
“3:33″ – Debi Nova

Melhor filme musical

“Beastie Boys Story” – Beastie Boys
“Black Is King” – Beyoncé
“We Are Freestyle Love Supreme” – Freestyle Love Supreme
“Linda Ronstadt: The Sound of My Voice” – Linda Ronstadt
“That Little Ol’ Band From Texas” – ZZ Top

Melhor álbum de jazz instrumental

On the tender spot of every calloused moment – Ambrose Akinmusire
Waiting Game – Terri Lyne Carrington e Social Science
Happening: Live at the Village vanguard – Gerald Clayton
Trilogy 2 – Chick Corea, Christian McBride & Brian Blade
Roudagain – Joshua Redman, Brad Mehldau, Christian McBride & Brian Blade

Melhor álbum latino de jazz

“Tradiciones” – Afro-Peruvian Jazz Orchestra
“Four Questions” – Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra
“City of Dreams” – Chico Pinheiro
“Viento y Tiempo – Live At Blue Note Tokyo” – Gonzalo Rubalcaba & Aymée Nuviola
“Trane’s Delight” – Poncho Sanchez

Disco de Música Global

“Fu Chronicles”- Antibalas
“Twice As Tall” – Burna Boy
“Agora” – Bebel Gilberto
“Love Letters” – Anoushka Shankar
“Amadjar” – Tinariwen

photo

Por que foi um acerto a indicação de ‘Babenco’ como o filme do Brasil para o Oscar em 2020?

Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou é daqueles filmes desconcertantes. Talvez uma das mais belas declarações de amor feitas por meio do cinema. É um trabalho que tem a poesia como norte. Ela aparece nas situações, nas falas e nas imagens, na reverência que faz ao diretor Hector Babenco (1946-2016). […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria da semana: dicas para o período de 25 a 30 de novembro

Voltamos com as nossas recomendações semanais! Nessa pandemia foi preciso reavaliar tudo, né? A tradicional lista que publicávamos toda semana com as dicas de atrações acabou tendo que sair do rolê e mas agora está de volta. O propósito dessa editoria é dividir com você uma curadoria que eu, Carol, faria para mim. Hoje destaco […]

LEIA MAIS
photo

Por que eu gostei tanto do podcast “Praia dos Ossos” e acho que todo mundo deveria ouvir?

Bastaram segundos. O som da caminhada. O tom da conversa. O barulho do mar. Pronto. Poucos minutos de áudio e já estava totalmente entregue a Praia dos Ossos, minissérie em podcast idealizada e apresentada por Branca Vianna. É uma produção da Rádio Novelo, uma empresa especializada no formato, com sede no Rio de Janeiro.  Se […]

LEIA MAIS