Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Exposição imersiva celebra os 50 anos do Palácio das Artes

O uso da tecnologia dispara memórias e afetos de quem frequenta um dos palcos mais importantes de Belo Horizonte
Palácio das Artes: 50 Anos em 5 Atos. Foto: Carol Braga
Palácio das Artes: 50 Anos em 5 Atos. Foto: Carol Braga

Assim como os livros são divididos em capítulos, os espetáculos teatrais, as óperas se organizam em atos. É assim também a exposição que conta a história do Palácio das Artes. Nada mais apropriado para narrar a vida daquele que é um dos palcos mais importantes de Belo Horizonte.

Palácio das Artes: 50 anos em 5 atos ocupa toda a Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard. É um percurso imersivo com cinco momentos distintos. Logo na entrada, o público é homenageado na instalação criada pelo Estúdio MIR e assinada pelo artista Brayhan Hawryliszyn. 

Antes de falar da exposição propriamente dita, vale ressaltar que todos os protocolos de segurança estão sendo rigorosamente seguidos. Por exemplo, na porta de vidro que dá para a rua fica o atendente que mede a temperatura de cada pessoa e já indica o caminho do álcool em gel antes mesmo de sinalizar a entrada da galeria.

Os atos

Assim que o visitante/espectador entra, sensores de movimento ativam a iluminação. É uma forma de dizer o quanto a plateia é também importante e protagonista na história da sala de espetáculos. É uma instalação muito simples mas que emociona.

Na sequência, mais de 700 imagens aparecem em projeções em telas translúcidas. São registros de todos os tempos e momentos. Inclusive tristes: é onde aparece o incêndio que destruiu o Grande Teatro em 1997. Mas, para além disso, muitas e muitas alegrias em todas as estreias e artistas que já pisaram naquele palco. 

Uma curiosidade é que o texto que aparece nas projeções é todo narrado na primeira pessoa. Ou seja, é o próprio Palácio das Artes contando a história dele. Tem dois banquinhos por lá. Sente-se e fique à vontade! 

Dentro do espetáculo

O terceiro ato é grandioso. Uma projeção de vídeo mapping ocupa cerca de 350m². Em 360º somos imersos em cenas de montagens antológicas da Fundação Clóvis Salgado. São elas: “Entre o Céu e as Serras”, “Nabucco”, “Pipiripau”, “Madame Butterfly”, “A Viúva Alegre”. Além disso, também faz parte da experiência um filme original gravado no Palácio das Artes com participação dos corpos artísticos.

O caminho seguinte é um convite para o encontro com as vozes de quem também dá vida ao Palácio. Em caixas de som suspensas, o visitante pode escutar histórias de quem já trabalhou nos bastidores da casa. E fica o convite: se você também tiver uma história curiosa vivida por lá, pode mandar. Quem sabe não entra, né?

O último ato é dedicado aos figurinos e alguns elementos de cenários das exposições. São poucas peças, mas todas elas marcantes. A exposição ainda se completa com uma instalação de luzes na fachada criada por Oscar Niemeyer e  

Em resumo: Palácio das Artes: 50 anos em 5 atos não é uma exposição grandiosa. Ela é afetiva. Com poucos elementos e tecnologia, ela é capaz de ativar as melhores memórias de quem vivenciou momentos lá dentro. Não precisa mais do que isso! 

Confira a nossa experiência na exposição:

História 

O Grande Teatro do Palácio das Artes abriu as portas em 14 de março de 1971 depois de muitas décadas de planejamento. A ideia da construção do teatro foi do então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek. O projeto original de Oscar Niemeyer começou em 1942 mas as obras foram paralisadas em 1945. Depois de muito vai e vem, a casa abriu com um concerto da peça Messias, de Händel, com regência de Isaac Karabtchevsky.

O Palácio das Artes faz parte da Fundação Clóvis Salgado. São 18 mil m² de área ocupada. Também funcionam no complexo, Cine Humberto Mauro (1978), Teatro João Ceschiatti e Galeria Arlinda Corrêa Lima (1984), Sala Juvenal Dias (1993), Galeria Genesco Murta (início da década de 1990) e Galeria Mari’Stella Tristão (2016).

[O QUE] PALÁCIO DAS ARTES: 50 ANOS EM 5 ATOS

[ONDE] Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard – Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537 – Centro – Belo Horizonte – MG – (31) 3236-7400

[QUANDO] Até 14 de novembro de 2021. De 9h30 às 21h, de terça-feira a sábado, e de 17h às 21h aos domingos

[QUANTO] Gratuita

Palácio das Artes: 50 Anos em 5 Atos. Foto: Carol Braga
Palácio das Artes: 50 Anos em 5 Atos. Foto: Carol Braga

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!