fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Drive-in se populariza em BH e região: nós experimentamos

Cineart Drive-in, Go Dream e DRIV.E Festival promovem cinema e eventos no modelo que se popularizou entre as décadas de 1950 e 1970

Por Thiago Fonseca *

27/07/2020 às 18:13 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Cineart Drive-in - Foto: Pedro Vilela / Divulgação

Vista uma roupa qualquer. Separe um cobertor. Entre no carro e prepare-se para uma nova experiência cultural. É a nova era dos drive-ins. Na região metropolitana de Belo Horizonte três projetos já trazem entretenimento sobre quatro rodas. A experiência é bem interessante e nostálgica.

A Cineart foi a precursora no modelo de cinema drive-in em Minas. Logo em seguida, vieram os demais. Como o DRIV.E Festival, que trará à região metropolitana shows. Já o Go Dream, abriu portas para eventos e cinema no último fim de semana. Na capital mineira o modelo ainda não é permitido, dessa forma, o jeito é ir para as cidades vizinhas.

O cinema a céu aberto da Cineart foi montado em dois espaços de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, em meados de junho. Por lá, a programação segue de quarta a domingo, com sessões com filmes que foram sucessos. O valor é cobrado por carro, que varia de R$ 50 a R$ 80.

Dessa forma, até quatro pessoas podem desfrutar do cinema. Logo na entrada a temperatura é aferida, ingressos conferidos e máscaras devidamente colocadas. O posicionamento dos carros é rápido e o atendimento é quase sem contato com ninguém. A vista é boa e o clima agradável. Se possível, opte por filmes sem legenda, pode ser difícil de ler. O som, que sai pelo rádio do veículo, é muito legal e dá a sensação de estar dentro do filme. Em resumo, é uma experiência segura, divertida e diferente.

Go Dream

Essa também é uma das ideias do Go Dream. A primeira rede nacional de drive-ins com espaços em São Paulo, Rio de Janeiro, Nova Lima, Fortaleza e Recife, abriu no último fim de semana. Além de exibir filmes, fará, por exemplo, shows, eventos e transmissões de jogos no modelo drive-in. No próximo sábado, dia 1, tem show de Daparte.

“Desde final de março começamos a pensar em um projeto. Recebemos o convite da Dream Factory para sermos a produtora em Minas. Dessa forma, queremos promover o entretenimento de maneira segura. Estamos reaprendendo a cada dia como fazer eventos na situação nova. É alegria para o setor e pra cadeira econômica”, conta Marcelo Malagoli, gerente de marketing da Na Sala.

Até o dia 13 de setembro o evento ocupará o estacionamento da Faculdade Milton Campos, no Vila da Serra. O Go Dream funcionará de quinta-feira a domingo e as entradas custarão, entre R$ 70 e R$ 90 por veículo.

Go Dream foi inaugurado no último fim de semana em Nova Lima – Foto: Bruno Soares / Divulgação

DRIV.E Festival

A partir do dia 14 de agosto DRIV.E Festival levará música para 600 carros no Mega Space, em Santa Luzia, na região metropolitana. O evento terá no primeiro dia shows da cena eletrônica mineira com Dubdogz, Breaking Beattz, Almanac e Royale. No dia 15, é a vez da garotada se divertir com Patati Patatá. A programação será estendida até o fim do ano. Nando Reis é atração confirmada no dia 22 de agosto. Os ingressos do evento custam de R$ 120 a R$ 180 por carro.

“Somos uma produtora que estamos no mercado há 15 anos. Ficamos parados por conta da pandemia e sem retorno de previsão do normal, resolvemos criar o evento drive-in. Dessa maneira, é uma forma de enxergar uma possibilidade de retorno seguro e responsável. Além disso, queremos movimentar a cena e levar alegria para as pessoas”, explica Nathália Mendes, produtora executiva da Plim Produtora.

Segurança

Ambos modelos seguem protocolos de segurança contra a Covid-19. Nas entradas, por exemplo, serão aferidas as temperaturas e todos os participantes devem estar de máscara. Distância entre os carros, aplicativo para vendas de comidas e bebidas, logística de ir ao banheiro e funcionários equipados são pontos em comum entre os eventos.

Como funciona?

O modelo é inspirado no Cinema drive-in, que se popularizou entre as décadas de 1950 e 1970. Por diminuir o contato entre as pessoas, é aposta do entretenimento fora de casa em 2020. Dessa forma, os carros são manobrados em frente a tela ou o palco. Por fim, o som é emitido por meio do rádio do veículo.  Clique aqui e confira matéria que fizemos sobre cine drive-in.

photo

Por que você deveria ver o documentário Sandy e Junior – A História?

A cada novo produto lançado pela dupla Sandy e Junior os parâmetros sobre “fenômeno” são atualizados. Goste ou não da música que os irmãos fazem, não conseguir ver o impacto que geram no mercado do entretenimento é puro negacionismo. Se a turnê “revival” de 2019 provocou uma corrida sem precedentes pela compra de ingressos, o […]

LEIA MAIS
photo

Cansou de notícia ruim? Conheça páginas que só dão notícias boas

“Não é que o mundo esteja pior, você que não fica sabendo das coisas boas que acontecem” é a frase inicial da página Razões para Acreditar, dedicada, assim como o nome diz, a mostrar que ainda há razões para seguir em frente. Em meio a um bombardeio de informações e, agora, de uma pandemia, é […]

LEIA MAIS
photo

Radionovela: iniciativas digitais revivem formato que foi sucesso no rádio

Os podcasts estão cada vez mais populares. E, antes, o que tinha o caráter mais informativo, abriu espaço para outros formatos, como os bate-papos, leituras, programas de entrevistas e para a dramaturgia, como é o caso da radionovela. Exemplo disso é a áudio série de ficção Sofia, lançada recentemente pelo Spotify no Brasil. A produção […]

LEIA MAIS