fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Conheça Fenda, grupo de mulheres do hip hop formado para abertura do show de Criolo

Fenda foi formado para abertura do show de Criolo em BH e é oportunidade para aumentar a visibilidade do hip hop de BH

Por Jaiane Souza *

04/11/2019 às 08:34 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Foto: Lu Ranieri / Divulgação

Laura Sette, Mayra Maia, Iza Sabino, Paige, DJ Kingdom e Tamara Franklin. Essas são as artistas que formam o grupo de mulheres Fenda. Os nomes promissores do hip hop de Belo Horizonte foram escolhidos especialmente para a abertura do show de Criolo na capital. Tais artistas são potências emergentes na cena local.

É a primeira vez que as rappers se unem para a realização de um trabalho como este, que promete surpresas na noite do dia 9 de novembro. Criolo chega a BH para a turnê Boca de Lobo. O repertório faz uma retrospectiva da carreira do cantor, que fala sobre o contexto político, social e outras circunstâncias da nossa atualidade. Mas quem é o grupo Fenda? Quem são as pessoas que fazem parte deste grupo? 

História

“Essa união é para consolidar e expandir ainda mais o trabalho que estamos desenvolvendo ao longo desses anos todos”, explica DJ Kingdom. Como cada artista tem um estilo, a versatilidade vai ditar a apresentação. Kingdom, por exemplo, atua com diferentes estilos como hip hop, dancehall, R&B, chill baile, afro e edits exclusivos. Em resumo, o seu trabalho celebra o poder feminino, o protagonismo em diversas áreas. 

Para completar o time, quem entra em cena é Tamara Franklin. A artista vem ganhando cada vez mais espaço no cenário musical. Tamara está quebrando barreiras devido a sua fusão sonora. Isso porque a música dela é caracterizada por cantos africanos e pela influência de regionalismos. Ou seja, reúne samba, reggae, baião, blues e tambores de diferentes origens africanas. Tudo isso aliado ao rap e ao resgate da ancestralidade. Do mesmo modo, assuntos como racismo, feminismo e empoderamento não ficam de fora. 

Abertura do show de Criolo

O grupo Fenda está compondo em conjunto uma canção inédita para o dia do show de abertura. “Todas nós estamos colaborando na composição da música que teve origem com o produtor musical Coyote. Ele nos enviou o beat, a partir dele estamos construindo o conteúdo”, comenta Mayra Maia. Adiantando um pouco o tema, mas sem dar spoiler, a artista explica que, basicamente, a letra fala de empoderamento feminino. Além disso, é uma música para dançar, “pra galera se jogar na pista e já ficar cheia de energia pro show seguinte”.

A artista começou a sua carreira musical como percussionista. Em outra ocasião, já fez a abertura do show de Criolo. Entretanto, destaca que desta vez está sendo ainda mais especial. “Somos mulheres, significa muito pra gente a formação do Fenda porque muitas vezes não temos oportunidade. Vamos propagar a palavra feminina e do hip hop no show de um cara que é uma grande referência”, conta Mayra. De maneira idêntica, DJ Kingdom completa, “isso vai abrir uma visibilidade única para nós. Não só para a gente, mas para que tá vindo, começando agora”. 

Além da música produzida exclusivamente para a apresentação do dia 9 de novembro, as integrantes do grupo vão cantar suas próprias canções para que o público também veja o que foi e está sendo produzido em Belo Horizonte. 

 

fenda

Foto: Lu Ranieri / Divulgação

Demais integrantes

Do mesmo modo, Iza Sabino também faz parte do grupo Fenda. Desde 2014, a artista está em ascendência local fazendo rap e passando do trap ao boombap. Com origem em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte, em suas composições relata nas as batalhas enquanto empodera o movimento negro LGBT. Outra integrante é Laura Sette, que transita entre o rap e o funk. Natural da Zona Noroeste da capital, Sette está ambientada com a música desde a infância. Isso porque ele teve contato com o hip hop e já passou a escrever e interpretar as próprias músicas. 

Por último, mas não menos importante está Paige. A cantora e compositora insere na música popular brasileira R&B dos anos 90, pop e reggaeton. Será que vai sobrar espaço para Criolo no meio de tanta mulher talentosa e poderosa? Quem comparecer ao show vai poder tirar a prova, pagando um ingresso para ver diversos artistas em palco. 

[O QUE] Fenda, abertura do show de Criolo em BH [QUANDO] 9 de novembro, 23h [ONDE] KM de Vantagens Hall – Av Nossa Senhora do Carmo, Savassi – BH – (31) 3209-8989 [QUANTO] A partir de R$ 50 (meia)

[COMPRE AQUI]

[O QUE] Criolo – Boca de Lobo Tour [QUANDO] 9 de novembro, 23h [ONDE] KM de Vantagens Hall – Av Nossa Senhora do Carmo, Savassi – BH – (31) 3209-8989 [QUANTO] A partir de R$ 50 (meia)

[COMPRE AQUI]

photo

Confira cinco lugares para tomar bons drinks em BH

Fim de semana pede um bom drink, não é mesmo? A arte de combinar bebidas se tornou tão popular que a cada dia surgem novas opções. O queridinho do momento é o gim tônico. Tem ainda as caips, Moscow Mule, Gin Tônica e o Aperol Spritz.  Bem, estes são os mais simples dentro do universo […]

LEIA MAIS
photo

Mostra CineAfroBH: cinco filmes para entender a diversidade da mostra

Novembro está chegando e com ele o dia da Consciência Negra. A data foi instituída para promover a reflexão sobre a inserção das pessoas negras na sociedade brasileira. Além disso, o 20 de novembro coincide com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Ele foi um dos maiores líderes negros que o […]

LEIA MAIS
photo

Quem é Elisa de Sena: tambor, poesia e mistura contra o atraso

Como se conta a História? A cantora e compositora Elisa de Sena começa com o tambor. A artista criada no bairro Goiânia, em Belo Horizonte, formou-se em História, atuou com produção cultural e agora lançou seu primeiro disco, aos 37 anos. Sendo assim, ela é a convidada deste terceiro episódio do podcast Quem é. “Eu […]

LEIA MAIS