Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Turma da Mônica: Lições – a sequência cheia de memória afetiva

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Se o primeiro filme baseado na obra de Maurício de Souza já era uma obra cheia de nostalgia, Turma da Mônica: Lições é ainda mais carregado.

Por Joyce Vitoria | Culturadora

Poucos longas infantis conseguem fazer uma sala de cinema cheia de adultos se divertirem tanto quanto as crianças. Turma da Mônica: Lições é um desses. A sequência de Laços, também é dirigida por Daniel Resende. A história é uma com adaptação da graphic novel dos irmãos mineiros Lu e Vitor Cafaggi. Podemos dizer que, assim como os personagens criados por Maurício de Sousa, as recentes versões para o cinema amadurecem bem! Muito bem!

Turma da Monica: Lições Serendipity Inc./Divulgação
Turma da Monica: Lições Serendipity Inc./Divulgação

Lições fala sobre amizade. A trama se passa na escola e tudo se desenrola a partir de uma tarefa que não foi cumprida pela turma. Eles, então, resolvem fugir da sala de aula e é aí que a aventura começa.

O brilhante elenco 

Além de Mônica (Giulia?Benite), Cebolinha (Kevin?Vechiatto), Magali (Laura?Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira), dessa vez o longa traz ainda mais personagens clássicos do universo criado por Maurício de Souza. Assim, estão na tela Do Contra (Vinícius Higo), Franjinha (Lucas Infante), Marina (Laís Vilella) e Milena (Emilly Nayara). As caracterizações surpreendem pela semelhança com os desenhos.

Como sempre, o elenco foi escolhido a dedo para representar as ilustrações — destaque para Isabelle Drummond, que aparece como Tina. A caracterização está impecável. Completam o elenco, Monica?Iozzi e Luiz Pacini, com os pais da Mônica, Paulo Vilhena e Fafá Rennó interpretando os pais de Cebolinha. Malu Mader é a professora da turma.

Uma ótima continuação

Mesmo sendo uma sequência, não é preciso assistir ao primeiro longa para entender a história. Assim como as revistinhas, cada um deles conta um caso e não existe conexão.

Turma da Mônica — Lições não é um daqueles filmes para assistir esperando um roteiro genial, é um clássico longa infantil e não pretende se desprender do gênero. Basta ter isso em mente para assistir sem julgamentos.

Ainda assim, se comparado ao primeiro filme, Lições traz uma carga dramática um pouco maior. O enredo é mais sério e mostra que todos estão sujeitos a errar — até mesmo os adultos. 

Acima de tudo, o filme mostra que crescer não precisa ser difícil e que as amizades verdadeiras podem sobreviver a qualquer coisa.

Vale a pena assistir?

Turma da Mônica: Lições é um filme infantil também feito para adultos. Para os menores, a diversão de acompanhar a história. Para os adultos, fica a sensação de coração quentinho por ver aqueles rostos familiares tomarem vida.

Ah! Fique para assistir à cena extra pós-créditos. Uma surpresa que deixa um gostinho de quero mais e ansiedade para (quem sabe) mais filmes inspirados nos quadrinhos de Maurício de Souza…

Cartaz oficial de 'Turma da Mônica - Lições' - Serendipity Inc./Divulgação
Cartaz oficial de ‘Turma da Mônica – Lições’ – Serendipity Inc./Divulgação

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!