fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Taylor Swift: o que dizem por aí sobre o novo disco ‘folklore’

Cantora lançou o oitavo disco da carreira, folklore, no dia 24 de julho

Por Carol Braga

27/07/2020 às 13:52

Publicidade - Portal UAI
Taylor Swift no lançamento de 'folklore'. Foto: Beth Garrabrant/Divulgação

As cenas que mais me marcaram em Miss Americana, o documentário de Taylor Swift disponível na Netflix, foram aquelas nas quais ela demonstra a própria vulnerabilidade. Por exemplo, a parte em que ela aguarda o resultado das indicações ao Grammy. Tem uma tensão no ar, né? Bom, não precisa nem adiantar que naquele ano deu ruim. Passado, né, minha filha!

Pois Taylor Swift parece fênix. Um ano depois de Lover (2019), já está disponível nas plataformas folklore (assim em minúsculas mesmo, como foi com o disco reputation, de 2017). A primeira coisa que chama a atenção é a quantidade de músicas e todos os títulos são escritos também em minúsculas. São 16 faixas, o que também confirma o que vimos no filme. Ou seja, a mulher é uma trabalhadora incansável. A sonoridade também me surpreende. Há uma guinada no gênero. Taylor Swift está mais indie do que nunca.

O disco

Confesso que não sou daquelas que acompanha a carreira dela de perto. Foi justamente o filme que me aproximou um pouco mais. Sendo assim, sei das origens relacionadas à música country americana. folklore, no entanto, não lembra em nada essa fase. As canções têm em comum uma melancolia, talvez um reflexo do período em que estamos passando. Taylor Swift compôs tudo durante esta quarentena. As músicas têm uma “aura” eletrônica. Faixas preferidas? Temos. the last great american dynasty, mirrorball, invisible string, betty.

 

Taylor Swift no lançamento de 'folklore'. Foto: Beth Garrabrant/Divulgação

Taylor Swift no lançamento de ‘folklore‘. Foto: Beth Garrabrant/Divulgação

 

Swifties

Nem precisa completar que os fã foram à loucura, né. Principalmente porque ela fez tudo na surdina, sem muito alarde do que seria – e também de quando seria – o próximo álbum. Quem acompanha a carreira de Taylor Swift sabe que ela costuma esconder recados nas letras de seus álbuns. Isso pode, inclusive, virar uma estratégia. Sendo assim, quanto mais você escuta para decifrar as charadas, mais a audiência cresce. Em resumo: é como se fosse um jogo dela com os fãs.

Pois bem, segundo o Uol, a cantora confirmou que pelo menos três faixas são respostas a um complicado triângulo amoroso. E mais: de diferentes perspectivas. Ui! 

Segundo o site Metacritic, folklore aparece como o terceiro melhor álbum do ano, atrás de Fetch the Bolt Cutters, de Fiona Apple, lançado em abril, e Rough and Rowdy Ways, que Bob Dylan lançou em junho. 

O que diz a crítica especializada?

folklore é o oitavo álbum de Taylor Swift. Já chegou sacudindo geral. De acordo com a revista Forbes, o lançamento do disco no Spotify registrou 80 milhões de streams no mundo inteiro. Sabe o que isso significa? Recorde. A última a chegar perto disso foi Ariana Grande, com 70,2 milhões. 

Em geral, as primeiras críticas são positivas. Sendo assim, também de acordo com o site MetaCritic, que agrega 15 textos escritos por profissionais especializados do mundo inteiro, a nota é 93. A revista Entertainment Weekly diz que ela explodiu todas as expectativas entregando um álbum em que coloca o próprio trabalho em um microscópio e desafia os ouvintes a acompanhá-la em evolução.

Para Rob Sheffield, crítico da conceituada revista Rolling Stone, a maior surpresa de folklore é o conjunto com as canções mais “emocionantes e ambiciosas” da vida de Taylor Swift. No Brasil, Braulio Lorenz, do G1, aposta que a força de folklore está nas letras: “muito bem escritas”

Uma das vozes um pouco dissonante da avaliação geral crítica foi publicada pela Pitchfork, revista americana bastante relevante e exigente. Olha que interessante: a nota foi 8 e a galera está achando que é uma nota baixa. Oi? Os fãs estão revoltados com o editor Jillian Mapes. Calma, gente. Pelo que tudo está indicando, independentemente de 8 ou 10, temos aqui um dos discos mais interessantes do ano.

 

photo

Cinco pontos sobre o documentário de Taylor Swift

Nos trending topics globais desde que apareceu na lista de artistas com maiores vendas no ano de 2019, Taylor Swift virou o ano mostrando que realmente não está para brincadeira. O álbum Lover é o responsável por ela ter alcançado o topo da lista. Deixou para trás nomes do Ed Sheeran e Post Malone. Quem […]

LEIA MAIS
photo

Por que você deveria ver o documentário Sandy e Junior – A História?

A cada novo produto lançado pela dupla Sandy e Junior os parâmetros sobre “fenômeno” são atualizados. Goste ou não da música que os irmãos fazem, não conseguir ver o impacto que geram no mercado do entretenimento é puro negacionismo. Se a turnê “revival” de 2019 provocou uma corrida sem precedentes pela compra de ingressos, o […]

LEIA MAIS
photo

Cansou de notícia ruim? Conheça páginas que só dão notícias boas

“Não é que o mundo esteja pior, você que não fica sabendo das coisas boas que acontecem” é a frase inicial da página Razões para Acreditar, dedicada, assim como o nome diz, a mostrar que ainda há razões para seguir em frente. Em meio a um bombardeio de informações e, agora, de uma pandemia, é […]

LEIA MAIS