Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Seis podcasts produzidos em Minas para ouvir na quarentena

Produções mineiras falam sobre arte, cultura e entretenimento

Gostou? Compartilhe!

Um levantamento da Volt Data Lab, feito em 2019, revelou que a produção de podcasts no Brasil disparou na última década e meia. Em 2018, foram publicados mais de 3400 episódios em diferentes plataformas. Em Minas, a produção também é latente e a cada dia surge um novo projeto. Neste post, separamos cinco podcasts produzidos no estado que falam sobre arte, cultura e entretenimento. Na lista estão, As Perennials, Tanto de Trem, Pipoca BH FM e outros. Confira:

Tanto de Trem

A junção de Felipe Martins, Virgínia Sasdelli e Brunno Montolli, três apaixonados por Beagá, resultou no podcast Tanto de Trem. Criado em outubro de 2019, já em sua segunda temporada, o projeto fala da cultura, gastronomia, histórias e curiosidades da capital mineira. Já são 18 episódios, que saem sempre às quartas-feiras às 12h12. Horário escolhido como referência ao aniversário de Belo Horizonte, que é 12 e dezembro. Doces de BH, filmes sobre e feitos na cidade, Feira Hippie e Parque Municipal foram alguns dos temas já abordados. O podcast pode ser ouvido gratuitamente no Spotify, Anchor, Google Podcasts e Apple Podcasts.

https://open.spotify.com/show/0ANpwTFrx3pZiz60b6atw4

As Perennials - Foto: Márcio Rodrigues

 

As Perennials

O podcast As Perennials surgiu do encontro de quatro mulheres, Cris Guerra, Daniella Zupo, Fernanda Ribeiro e Natália Dornellas. Três jornalistas e uma publicitária, na faixa etária dos 40 aos 50 anos, com uma bagagem de histórias, sentimentos e ensinamentos acumulada ao longo da vida, que segundo elas, não se encaixa no estereótipo de suas idades. Criado em agosto de 2019, o podcast tem edições semanais e fala de moda, comportamento, política, mercado de trabalho, beleza, cultura e demais assuntos relacionados a mulheres na faixa de idade das quatro. O podcast pode ser ouvido em oitos plataformas, incluindo o Spotify, Deezer e Apple Podcasts.

Respiro

Em meados de março de 2020, no início do isolamento social em Belo Horizonte, os jornalistas Fred Bottrel e Lívia Aguiar decidiram criar o Respiro, literatura contra a falta de ar. O podcast, publicado diariamente, traz leituras de trechos de livros escolhidos pela dupla. Já são mais de 26 edições, que podem ser conferidas no Spotify. A ideia é compartilhar as angústias para parar de pensar no coronavírus e respirar literatura. Já foram lidos trechos de obras de artistas como por exemplo, Guimarães Rosa, José Saramago, Conceição Evaristo e Adélia Prado. Segundo Fred, a iniciativa, independente, é uma forma de conectar uns com os outros, mesmo à distância.

Pipoca BH FM

Produzido por nossa equipe, Carol Braga, Fernanda Peixoto, Jaiane Souza e Thiago Fonseca, o Pipoca BH FM fala sobre novidades do cinema e das séries. O podcast é feito em parceria com a rádio BH FM e está disponível no Spotify. Criado em dezembro de 2018, já são quase 30 edições no ar, que saem quinzenalmente. A cada programa escolhemos uma produção para debatermos, falar das curiosidades e o que achamos. Além disso, tem dicas culturais. O Pipoca também já recebeu diversos convidados, como por exemplo, Mel Lisboa, Thiago Lacerda, Fafá Rennó e Bárbara Colen.

Cirandeiras

Criado no dia 8 de abril de 2020, o podcast Cirandeiras busca exercitar a escuta de mulheres brasileiras que modificam vidas, padrões e territórios. A iniciativa é das jornalistas Joana Suarez e Raquel Baster, que querem formar uma grande ciranda brasileira de ideias e mulheres que possam ser inspiração e força. Toda semana elas disponibilizam um novo episódio no Spotify que conta uma história de uma mulher de um canto do Brasil.

A Crônica Nossa de Cada Dia

Uma atividade entre amigos que virou um blog. Foi assim que surgiu a A Crônica Nossa de Cada Dia. Apaixonada por crônicas, a professora Rosângela Carmo começou enviar para amigos, por meio do Whatsapp, trechos lidos por ela. Isso há quase dois anos. A coisa cresceu e foi parar em um blog. Lá estão disponíveis 23 crônicas. São trechos de obras famosas, como de Fernando Sabino, Rubem Braga e Clarice Lispector. A ideia agora é expandir para o Spotify.

 

Virgínia Sasdelli, Brunno Montolli e Felipe Martins do Tanto de Trem – Foto: Arquivo pessoal Virgínia Sasdelli

 

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]