fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Rodrigo Lombardi e Sérgio Mamberti apresentam ‘Um Panorama Visto Da Ponte’ em BH

Indicado ao Prêmio Shell 2018, montagem de Zé Henrique de Paula traz no elenco Rodrigo Lombardi e Sérgio Mamberti

Por Thiago Fonseca *

03/03/2019 às 15:33 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Ale catam / Divulgação

O diretor de teatro Zé Henrique de Paula ficou surpreso e feliz ao receber um telefonema do ator Rodrigo Lombardi no ano passado. Era o convite para dirigir ‘Um Panorama Visto Da Ponte’, espetáculo que chega a BH nos dias 9 e 10 de Março, no Cine Theatro Brasil Vallourec. A montagem de 2018 foi indicada ao Prêmio Shell e traz no elenco o próprio Rodrigo e Sérgio Mamberti.

A peça foi escrita em  1955, por Arthur Miller. Aqui no Brasil, a primeira montagem foi pouco depois de ter sido lançada. No elenco, nomes como por exemplo, Nathália Timberg, Fernanda Montenegro e Sérgio Britto. Que trio!

Imigração, da delação e paixões humanas

‘Um panorama visto da ponte’ se passa na Nova York do século 20. Período de tensões entre americanos e italianos que imigraram em busca de melhores condições de vida. É nesse ambiente inóspito que se instala a família de Eddie Carbone, personagem de Rodrigo. Um homem que não tem entendimento sobre suas emoções. Sendo assim, vive da repetição da vida que se resume em tomar café, trabalhar, voltar pra casa, jantar e dormir.

“Quando surge um fator que rompe com essa rotina e vai de encontro a valores que, com a sua sub intelectualidade não consegue lidar, ele vai procurar um advogado – quando deveria procurar um psicólogo – para entender. O trabalho dessa peça é exaustivo. Foram dois meses de oito horas diárias de trabalho, sem folga. Foi preciso dar razão ao personagem, inseri-lo na história”, conta Rodrigo.

 

Elenco conta com oito atores, entre eles Rodrigo Lombardi e Sérgio Mamberti – Foto: Ale catam / Divulgação

 

Elenco

Quem vive a esposa de Eddie é Beatrice, vivida por Patrícia Pichamone. Nos Estados Unidos o casal cuida de uma sobrinha órfã Catherine (Gabriella Potye), pivô da tragédia, que começa quando o casal abriga dois parentes distantes que chegam ao país ilegalmente. Sendo assim, um deles se apaixona pela jovem e coloca em xeque toda a lealdade a um código de honra por parte Carbone.

Uma história que fala sobre questões familiares, amor, imigração, questões jurídicas e delação. “Uma montagem seca e atemporal. Mesmo escrito em 1955 o texto é extremamente atual e fala de coisas que estamos vivendo neste momento”, pontua Zé Henrique. Para a nova montagem, o diretor não fez comparações com a anterior. “Deixei a peça crua e criei tudo. Tem muitas cenas de realismo, sufocantes e que mostram a relação dos personagens”.

A montagem ainda traz grandes nomes do teatro, como Sérgio Mamberti  que interpreta o advogado Alfiere. Ainda estão no elenco Antonio Salvador, Bernardo Bibancos, Gabriel Mello, Gabriella Potye, Patricia Pichamone e William Amaral.

 

[O QUE] Espetáculo ‘Um Panorama Visto da Ponte’, com Rodrigo Lombardi e Sérgio Mambertti [QUANDO] 9 de março, às 21h e 10 de março, às 19h [ONDE] Grande Teatro do Cine Theatro Brasil Vallourec – Praça Sete – BH [QUANTO] R$ 60

[COMPRE AQUI] 

photo

Mais provocador, FIT-BH divulga programação de 2018

Para quem acompanha o teatro em BH, ano de Festival Internacional de Teatro Palco & Rua, do FIT-BH, é sempre uma alegria a mais. Em 2018, aumentam também a expectativa e a curiosidade sobre a programação divulgada a partir de um eixo-curatorial específico.  Isso é raridade na história desse evento que chega à sua 14ª edição. […]

LEIA MAIS
photo

Em ‘Sublime Travessia’ Dudude coloca pra fora inquietações sobre Brasil presente

Ao longo dos últimos cinco anos a bailarina e coreógrafa Dudude se dedicou a pequenas grandes inquietações traduzidas em espetáculos de “entressafra”. Foram montagens pequenas que circularam por alguns festivais e davam vazão às sempre presentes inquietudes da artista. Sublime Travessia, que cumpre temporada no CCBB-BH até 12 de dezembro tem outro porte. Ou melhor, […]

LEIA MAIS
photo

Armazém Cia de Teatro atualiza Hamlet com tecnologia e boas interpretações

Em 30 anos de carreira, há pelo menos 20 a Armazém Cia de Teatro inclui Belo Horizonte na rota de todos os seus espetáculos. Isso significa que pelo menos desde Alice, através do espelho (1999), montagem mítica na carreira do grupo, quem gosta de teatro na cidade observa o desenvolvimento da direção de Paulo de […]

LEIA MAIS