Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Palco Instituto Unimed-BH em Casa realiza primeira edição com espetáculos em formatos originais

O projeto tem apoio do Culturadoria e oferece três espetáculos entre junho e julho com Marcelo Serrado, Heloísa Perissé e Zezé Polessa
Palco Instituto Unimed-BH
Heloisa Périssé no monólogo 'E foram, quase felizes para sempre'. Foto: Guga Melgar

Os amantes do teatro terão mais uma possibilidade para desfrutar de grandes espetáculos, mesmo em isolamento social, a partir do dia 27 de junho. O que há de novo, no entanto, é que o projeto Palco Instituto Unimed-BH em Casa, vai promover as apresentações online, ao vivo e em formato original. Ou seja, com cenografia, sistema de iluminação e em um palco de teatro. Mais especificamente no Teatro Claro Rio. O projeto é uma parceria da produtora Pólobh e faz parte do Programa Sócio Cultural da Unimed-BH 2020, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com apoio do Culturadoria.

Na programação estão três monólogos. O primeiro (27 de junho) é Os vilões de Shakespeare, uma versão em português da peça de Steven Berkoff interpretada por Marcelo Serrado. Em seguida (11 de julho), é a vez de Heloísa Périssé apresentar E foram, quase felizes para sempre, a qual também escreveu. Encerrando a primeira edição, em 27 de julho, Zezé Polessa atua em Não sou feliz, mas tenho marido, uma adaptação do livro homônimo da jornalista argentina Viviana Gómes Thorpe. 

Transmissão

A transmissão ao vivo de cada espetáculo será sempre às 20h30 gratuitamente pelo canal do YouTube do Sesc em Minas. Além de assistir, o público pode fazer doações para o Projeto Mesa Brasil, que é promovido pelo Sesc. Desta vez, a arrecadação será destinada a profissionais do setor teatral com atividades paralisadas através das campanhas “APTR ao Lado do Trabalhador de Teatro” e “Salve a Graxa BH”. Haverá, também, tradução simultânea e áudio transcrição. Tudo isso, com profissionais seguindo as recomendações de prevenção da propagação da Covid-19.

Todas essas medidas e iniciativa do projeto Palco Instituto Unimed-BH em Casa têm o objetivo de manter viva a potência do teatro, bem como a experiência teatral. Além, é claro, de aproximar público e artistas em momentos de distanciamento físico.

Programação

27 de junho: Os Vilões de Shakespeare, com Marcelo Serrado (classificação 12 anos)

11 de julho: E foram, quase felizes para sempre, com Heloísa Perissé (classificação: 14 anos)

25 de julho: Não sou feliz, mas tenho marido, com Zezé Polessa (classificação: 12 anos)

 

Palco Instituto Unimed-BH
Marcelo Serrado no monólogo ‘Os vilões de Shakespeare’. Foto: Guilherme Maia

 

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]