Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

26º Palco Giratório: Sesc faz homenagem a Amir Haddad e Maurício Tizumba

Gostou? Compartilhe!

O 26º Palco Giratório prevê 404 apresentações e 264 cursos e oficinas até dezembro; circulação abarcará 25 estados e o Distrito Federal

Maior projeto de circulação de artes cênicas do país, o Palco Giratório, em sua 26ª edição, circulará de abril a dezembro de 2024, com 404 apresentações e 264 cursos e oficinas, realizadas por 17 grupos artísticos. Assim, espetáculos de teatro, dança e circo compõem a programação da edição, que ,de acordo com os realizadores, alcançará 80 cidades de 25 estados e Distrito Federal. O lançamento do circuito será no dia 17 de abril, em Curitiba. O evento reunirá os homenageados da edição: o ator e diretor Amir Haddad, criador do Grupo Tá na Rua, e o ator, compositor e diretor musical e capitão de congado Maurício Tizumba.

Diretora de Programas Sociais do Departamento Nacional do Sesc, Janaina Cunha comenta que, ao longo de 26 anos de atuação, o Palco Giratório se consolidou como um importante projeto de difusão e intercâmbio de artes cênicas. “E a chave do sucesso da iniciativa está na curadoria, formada por profissionais do Sesc de todo o país. Pessoas que acompanham o cenário teatral das várias regiões e, assim, trazem um olhar próprio para uma discussão coletiva. Desse compartilhamento nasce a programação do circuito anualmente, uma importante amostra da produção cênica brasileira”, prossegue ela.

Amir Haddad, um dos homenageados na 26ª edição do Palco Giratório, do Sesc (João Marcos Batista/Divulgação)
Amir Haddad, um dos homenageados na 26ª edição do Palco Giratório, do Sesc (João Marcos Batista/Divulgação)

Homenageados

O Palco Giratório deste ano traz espetáculos de diversas temáticas, que retratam importantes questões em debate na sociedade, como a musicalidade, a intergeracionalidade, a negritude, a acessibilidade e a inclusão. O circuito também destaca o trabalho de Amir Haddad e Maurício Tizumba, artistas que contribuem para o cenário das artes cênicas brasileiras há mais de meio século.

“A decisão de colocar, no centro da 26ª edição do Palco Giratório, os atores e diretores mineiros Amir Haddad e Maurício Tizumba está alinhada com a busca por diversidade nas ações do Sesc. Ambos são duas referências do teatro e da música brasileira e também foram homenageados pelo 34ª Prêmio Shell de Teatro”, destaca Janaina Cunha.

Histórico

O Palco Giratório foi lançado em 1998. Desde então, já contou com a participação de 380 grupos artísticos de todas as regiões brasileiras, oferecendo, assim, aproximadamente 10 mil apresentações. Ao todo, a iniciativa já alcançou um público estimado em 5 milhões de espectadores.  

Veja abaixo a lista de espetáculos do Palco Giratório deste ano:

Zaratustra” – Grupo Tá na Rua (RJ)

Quatro Luas” – O Bando Coletivo de Teatro (PE)

Procedimento#6″ – Jackeline Mourão e Reginaldo Borge (MS)

O Equilibrista” – Cia. YinsPiração Poéticas Contemporâneas (DF)

Nuvem de pássaros” – Movidos Dança (RN)

Mundos” – Grupo Maria Cutia de Teatro (MG)

“Maria Firmina dos Reis” – Núcleo Atmosfera (MA)

Mar Acá” – Grupo Locômbia Teatro de Andanças (RR)

Leci Brandão – Palma da Mão” – Lapilar Produções Artísticas (RJ)

“Herança” – Cia. Burlantins (MG)

“Fábrica dos Ventos” – Trupe Lona Preta (SP)

Desvio” – Muovere Cia de Dança (RS)

“Circo de los pies” – La Luna Cia de Teatro (SC)

Cabelos arrepiados” – Buia Teatro Company (AM)

Alegria de náufragos” – Coletivo Ser Tão Teatro (PB)

Adobe” – Luciana Caetano – Grupo Solo de Dança (GO)

Abebé” – Grupo de Dança Afro NegraÔ (ES)

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]