fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Mostra Tiradentes 2020: nossas apostas na programação

A mostra é realizada de 24 de janeiro a 1 de fevereiro e tem como tema A imaginação como potência

Por Carol Braga

21/01/2020 às 09:07

Publicidade - Portal UAI
Foto: Vitrine Filmes / Divulgação

A Mostra de Cinema de Tiradentes começa no próximo dia 24 de janeiro e, como sempre, o “cardápio” artístico é bem variado. Nesta edição de 2020, a programação parece resgatar uma característica lá dos primórdios do festival. Ou seja, a seleção de filmes com perfis mais populares, com vocação para agradar muita gente. Isso sem perder o norte curatorial e também a aposta na produção de risco e mais inventiva. 

O equilíbrio é sempre o melhor caminho. Isso é ótimo, pois tem tudo para reaproximar a plateia da cidade, que andava mais distante das telas do festival. Os homenageados desta edição também são figuras conhecidas do grande público: Antônio e Camila Pitanga.

Seja com filmes mais cults, ou representantes capazes de agradar a um público maior, a maratona da Mostra de Cinema de Tiradentes é sempre intensa. Ao todo serão exibidos 113 filmes, entre longas médias e curtas, em 53 sessões de cinema.

Na programação artística, destaque para o sarau do Grupo Galpão, De tempo somos, na noite de sábado. No domingo, vai ter apresentação da banda Rosa Neon, sensação do momento musical mineiro. Vale, ainda, ficar de olho nos shows de Ava Rocha e Elisa de Sena, este no último dia 1 de fevereiro.

Com tanta opção, é hora daquela listinha do Culturadoria para te ajudar a explorar a programação de filmes. Vale ressaltar que, como muitas produções farão a pré-estreia no festival, são mesmo apostas. Outra pontuação importante: não fazem parte desta lista os longas que competem à Mostra Aurora.

Ângela – 25/01, 16h30 – Cine-Tenda

mostra tiradentes 2020
Foto: Lucas Barbi / Divulgação

A atriz Teuda Bara é um acontecimento na cultura brasileira. Pois agora, além de tantos espetáculos (somente na Campanha de Popularização está em cartaz com duas peças), arrasa também no cinema. Pelo papel no curta dirigido por Marília Nogueira venceu o prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília. Ou seja, é uma pequena pérola que faz parte da programação da Mostra Foco Minas em Tiradentes.

O Lodo – 25/01, 20h – Cine-Tenda

mostra tiradentes 2020
Foto: Bianca Aun / Divulgação

O novo filme de Helvécio Ratton é uma adaptação livre do conto homônimo de Murilo Rubião. Vale lembrar que foi conhecido pela literatura fantástica. Assim também é o longa e, portanto, diferente de tudo o que Ratton já fez. Além da trama, super instigante, é legal ver praticamente todo o elenco do Galpão em cena. Eduardo Moreira é o protagonista mas também tem Teuda, Inês Peixoto, Fernanda Vianna, Paulo André. Rodolfo Vaz, que é ex-Galpão, também brilha no elenco. Além deles, tem Renato Parara, também em um ótimo trabalho!

Três Verões – 25/01, 21h – Cine Copasa na Praça

mostra tiradentes 2020
Foto: Vitrine Filmes / Divulgação

Todo mundo concorda que Regina Casé está arrasando na novela? Pois parece que faz o mesmo neste filme dirigido por Sandra Kogut. Tanto que venceu o prêmio de interpretação no Festival do Rio em 2019. Pela sinopse, pareceu um papel parecido com o que ela vez em Que horas ela volta? e inclusive na novela. Regina vive a empregada de uma família rica envolvida em escândalos de corrupção. O filme discute o que acontece com quem, de certa forma, depende da engrenagem de luxo criada pela classe dominante.

Sofá – 25/01, 22h – Cine-Tenda

mostra tiradentes 2020
Foto: Sofá Azul Serra / Divulgação

Bruno Safadi é um cineasta que vem marcando presença frequente na Mostra de Cinema de Tiradentes. Até o prêmio da Mostra Aurora ele já tem em casa. Desta vez, apresenta o drama Sofá que, curiosamente, tem Ingrid Guimarães em um papel com registro totalmente diferente do que ela costuma fazer. Ela interpreta uma mulher que briga com a prefeitura pelo direito de reaver a casa onde mora.

Pacarrete – 26/01, 21h – Cine Copasa na Praça

mostra tiradentes 2020
Foto: Vitrine Filmes/Divulgação

Outro filme que chega a Tiradentes depois de consagrado no circuito brasileiro de festivais. Só em Gramado, por exemplo, Pacarrete conquistou oito Kikitos e, mais uma vez, chamou a atenção para a força da interpretação de Marcélia Cartaxo. É dirigido por Allan Deberton e conta a história de uma bailarina idosa do sertão que resolve fazer uma homenagem à cidade natal no dia do aniversário do município.

Um dia com Jerusa – 26/01, 22h – Cine-Tenda

mostra tiradentes 2020
Foto: Universo Produção/Divulgação

Lea Garcia é a protagonista deste filme dirigido por Viviane Ferreira. Palmas para as duas. A diretora é apenas a segunda mulher negra a dirigir um longa no Brasil. A primeira foi Adélia Sampaio, em 1983. Um dia com Jerusa narra o encontro de duas gerações de mulheres negras. Confira este material produzido pela Carta Capital sobre o longa e o trabalho da cineasta.

Babenco – alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou – 01/02, 18h – Cine-Tenda

Foto: Imovision/Divulgação

Mais um muito premiado na lista. O documentário dirigido por Bárbara Paz venceu o principal prêmio do gênero no Festival de Veneza. Foi montado pelo mineiro Cao Guimarães. Particularmente acho o nome desse filme poesia pura. Fala sobre amor ao cinema. Em sua estreia como cineasta, Bárbara reúne relatos sobre memórias, amores, reflexões, intelectualidade, fragilidade.

A Torre - 01/02, 20h – Cine-Tenda

mostra tiradentes 2020
Foto: Ivo Lopes Araújo / Divulgação

Novo filme do mineiro Sérgio Borges, que há alguns anos não lançava algo novo. Enrique Diaz é o protagonista, um homem que precisa enfrentar os próprios fantasmas para seguir adiante. A première do longa foi durante o Festival do Rio em 2019. Sérgio foi um dos fundadores da produtora Teia e um diretor que, assim como Bruno Safadi, tem uma história de muitos encontros com a Mostra de Cinema de Tiradentes.

Acqua Movie – 01/02, 20h30 – Cine Copasa na Praça

mostra tiradentes 2020
Foto: Chá Cinematográfico / Divulgação

O novo longa de Lírio Ferreira é a segunda parte de uma trilogia que começou com Árido Movie. O roteiro deste novo trabalho é assinado pelo cineasta em parceria com Marcelo Gomes e Paulo Caldas. Ou seja, um time e tanto. Alessandra Negrini interpreta uma mulher que acompanha a viagem do filho em busca do pai pelo nordeste. Aqua Movie encerrou o Festival do Rio de 2019 e pelos relatos já publicados, é uma história leve que discute a importância do papel maternal na vida de uma pessoa.

photo

Cinco pontos sobre Dois Papas, de Fernando Meirelles

Apesar de ser um dos grandes filmes da temporada de prêmios, acho difícil que Dois Papas consiga alguma vitória. Mas não acredito que o filme tenha sido feito para isso: ganhar prêmios. Afinal de contas, se tem alguém premiado nessa parada somos nós, espectadores, que temos a oportunidade de refletir sobre questões tão importantes do nosso tempo […]

LEIA MAIS
photo

Marvel 80 anos: como a empresa se tornou a gigante dos quadrinhos

Personagens e histórias que transcenderam os quadrinhos e abrangem os videogames, televisão, cinema, brinquedos e diversos tipos de produtos. A Marvel está completando 80 anos em 2020 e tem uma história de altos e baixos, que passa por uma quase falência e chega ao sucesso absoluto no cinema. Veja os principais pontos dessa trajetória. História […]

LEIA MAIS
photo

Cinco filmes na Netflix para morrer de chorar

Sejam filmes românticos, históricos, baseados em fatos reais ou de cachorros. A grande parte deles, sempre nos leva a emoção. Separamos nesta lista cinco filmes para você morrer de chorar que estão disponíveis no catálogo da Netflix. A aproveite as férias e separe os lenços, afinal, soltar as emoções também faz parte. Confira também, uma lista […]

LEIA MAIS