fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Mostra CineBH: dicas e apostas para edição 2019

De 17 a 22 de setembro Belo Horizonte vira a capital do cinema com a chegada da Mostra CineBH

Por Jaiane Souza *

16/09/2019 às 08:51 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
A vida invisível. Foto: Vitrine Filmes/Divulgação

Ver filmes é sempre bom, não é? E quando é de graça, free, na faixa? E quando os filmes são importantes para o cinema independente, falam de diversidade, exploram diferentes lugares físicos e de pensamento, melhor ainda. Então, se você se interessa por cinema, por refletir o cinema, aí vai uma ótima oportunidade: 13ª Mostra CineBH.

Na edição 2019, o evento discute a “A internacionalização do cinema brasileiro e os desafios para o futuro”. Por isso, a programação está cheia de longas que representam isso na prática. Por exemplo, na abertura, no dia 17 de setembro será exibido A vida invisível, do diretor Karin Ainouz, vencedor do principal prêmio na Mostra Un Certain Regard, do Festival de Cannes. Além disso, também está prevista a homenagem à produtora mineira Filmes de Plástico. Curtas e longas produzidas por ela circulam – e muito – pelo exterior.

Ao todo, a Mostra CineBH vai exibir 85 filmes, todos com entrada gratuita. Para te ajudar a escolher, preparamos este guia com a ajuda dos curadores, os críticos Marcelo Miranda e Francis Vogner dos Reis. São eles que apresentam as justificativas para assistir.

Destaque 18/09

Universo Produção/Divulgação

Os Dias Sem Tereza (Ficção, DCP, Cor, 78min, MG, 2018)

Direção: Thiago Taves Sobreiro

Porque assistir: “Filme dirigido pelo cineasta mineiro Thiago Taves Sobreiro, foi exibido na Competitiva Oficial Latinoamericana do 20º BAFICI – Buenos Aires Festival Internacional de Cine Independiente.” 

[QUANDO] 18/09, 19h [ONDE] Cine Humberto Mauro

Destaque 19/09

Universo Produção/Divulgação

Danças Macabras, Esqueletos e Outras Fantasias  (Documentário, DCP, Cor, 110min, França/Portugal/Suíça, 2019)

Direção: Pierre Léon, Rita Azevedo Gomes, Jean Louis Schefer

Porque assistir: “O filme ganhou um prêmio especial no Festival de Locarno/Suíça, há um mês.” E agora em cartaz na Mostra CineBH.

[QUANDO] 19/09, 21h [ONDE] Cine Humberto Mauro9

Destaques 20/09

Universo Produção/Divulgação

Os Príncipes (Ficção, DCP, Cor, 91min, RJ, 2018)

Direção: Luiz Rosemberg Filho

Porque assistir: “Último filme, concluído em vida, pelo cineasta Luiz Rosemberg Filho. É um filme brutal, bastante inserido nas questões atuais de violência e caos promovido por governos de direita, porque trata da falta de humanidade e de limites. O diretor Luiz Rosemberg Filho, deixou um filme potente que quase não foi exibido em festivais brasileiros.”

 [QUANDO] 20/09, 17h [ONDE] Cine Humberto Mauro
Universo Produção/Divulgação

A Noite Amarela (Ficção, DCP, Cor, 100min, PB, 2019)

Direção: Ramon Porto Mota

Porque assistir: Suspense juvenil da Paraíba, competiu no Festival de Roterdã/Holanda e é o primeiro longa-metragem solo do diretor Ramon Porto Mota.

[QUANDO] 20/09, 19h [ONDE] Cine Humberto Mauro

Universo Produção/ Divulgação

Por El Diñero (Ficção, DCP, Cor, 80min, Argentina, 2019)

Direção: Alejo Moguilansky

Porque assistir: É o filme mais recente da produtora argentina El Pampero Cine. É uma comédia metalinguística sobre as dificuldades de fazer cinema independente na América Latina. Première brasileira do filme, que teve sua pré-estreia mundial na Quinzena dos Realizadores em Cannes, 2019.

[QUANDO] 20/09, 21h [ONDE] Cine Humberto Mauro na Mostra CineBH

Destaques 21/09

Universo Produção/Divulgação

Animal Indireto (Documentário, DCP, Cor, 51min, RJ, 2019)

Direção: Daniel Lentini

Porque assistir: Filme-diário que acompanha o diretor Daniel Lentini num tratamento contra a depressão, com seus motivos e consequências

[QUANDO] 21/09, 21h [ONDE] Cine Humberto Mauro

Universo Produção/Divulgação

Nietzsche Sils Maria Rochedo de Surlej (Documentário / Experimental, DCP, Cor, 58min, RJ, 2019)

Direção: Rosa Dias, Júlio Bressane e Rodrigo Lima

Porque assistir: “Neste lindo média-metragem mostra uma viagem pelos Alpes Suíços para refazer os passos do filósofo alemão Friedrich Nietzsche enquanto ele escrevia suas obras mais famosas. É um filme de viagem que resgata memórias, filosofias e outros tempos do pensamento.”

[QUANDO] 21/09, 18h [ONDE] Cine Humberto Mauro

Universo Produção/Divulgação

Diz A Ela Que Me Viu Chorar (Documentário, DCP, Cor, 85min, SP, 2019)

Direção: Maíra Bühler

Porque assistir: “Documentário de observação de dependentes químicos, compartilhando histórias e testemunhando interações de pessoas que moravam nesse hotel social durante a administração de Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo e depois foram despejadas quando João Doria assumiu o mandato. Ganhou vários prêmios e foi exibido em diversos festivais pelo mundo.”

[QUANDO] 21/09, 20h30 [ONDE] MIS Santa Tereza

Universo Produção/ Divulgação

A Vingança de Jairo (Documentário, DCP, Cor, 84min, Colômbia, 2019)

Direção: Simón Hernández Estrada

Porque assistir: “O filme teve sua pré-estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Cartagena das Índias, 2019. É um documentário incrível, engraçado e bonito sobre um cineasta colombiano totalmente desconhecido no Brasil, o Jairo Pinilla, que é uma espécie de Zé do Caixão na Colômbia. O filme fala da carreira do diretor e acompanha os desafios que ele enfrenta pra fazer um filme.”

[QUANDO] 21/09, 21h [ONDE] Cine Humberto Mauro

Destaque 22/09

Universo Produção/ Divulgação

Nightmare Cinema (Ficção, DCP, Cor, 119min, EUA, 2018)

Direção: Mick Garris, Joe Dante, David Slade, Ryuhei Kitamura, Alejandro Brugués

Porque assistir: “Um dos diretores, Joe Dante, é famoso pela franquia “Gremlins”. Já Mick Garris é o diretor que mais adaptou Stephen King para o cinema.”

 [QUANDO] 22/09, 19h30 [ONDE] Cine Humberto Mauro
Foto: Leo Lara/Universo Produção

Homenagem

Você conhece a produtora Filmes de Plástico? Aquela responsável pelos filmes No coração do mundo, Ela volta na quinta, Temporada (disponível na Netflix), Contagem… Bom, após 10 anos de história e premiações em Cannes, Roterdã e Locarno chegou a hora dos meninos de Contagem receberem uma homenagem aqui. O destaque nesta edição da Mostra CineBH se dá justamente pelo tema. Os prêmios e participação em festivais fora do Brasil mostram como o cinema brasileiro está sendo visto e admirado no exterior. 

O Culturadoria fez uma live no Instagram com André Novais, Thiago Macêdo Corre e Maurílio Martins. Dessa maneira, eles comentaram sobre como é receber homenagem de um festival internacional de cinema. Além disso, falaram também sobre as produções, sobre planos futuros, sobre a relação com os filmes e com a periferia de Contagem. 

Os quatro integrantes da produtora Filmes de Plástico participam da abertura da mostra, no dia 17 de setembro, e no dia seguinte promovem masterclass no Palácio das Artes. Na ocasião, o grupo fala da história da produtora e as formas de trabalho, produção e circulação.

photo

Arnaldo Antunes vem aí! Leitor do Culturadoria tem desconto para o show

Setembro tem Arnaldo Antunes em BH. E o melhor: os leitores e seguidores do Culturadoria tem 10% de desconto para conferir o show. Ele chega acompanhado do RSTUVXZ Trio para uma apresentação que mistura samba e rock. Bom, o que não falta à carreira de Arnaldo Antunes é referência em diversos gêneros, musicais e literários. […]

LEIA MAIS
photo

Madeleine Peyroux vem aí! Conheça curiosidades sobre a carreira dela

O nome é francês. Mas Madeleine Peyroux é natural dos Estados Unidos. Mais precisamente de Athens, Geórgia. Ela é uma cantora de jazz e já foi considerada a Billie Holiday do século XXI, destacando-se pelo estilo vocal. Além da Geórgia, Madeleine também morou na Califórnia, em Nova York e em Paris.  Madeleine Peyroux se apresenta […]

LEIA MAIS
photo

Bacurau: um filme sobre a que ponto chegamos

Deve ser normal as pessoas saírem de Bacurau com cara de susto, né? E também imagino que seja bastante comum, não conseguir falar sobre o filme dirigido por Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles logo após a sessão. Bacurau precisa de decantação. Ou seja, pelo menos pra mim, foi necessário um tempo para que eu […]

LEIA MAIS