Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Bia Lessa dirigirá Macunaíma com Cia Barca dos Corações Partidos

Por Thiago Fonseca *

30/10/2018 às 10:18 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Igor Oliveira / Divulgação

A companhia Barca dos Corações Partidos vai montar Macunaíma com direção de Bia Lessa. Foi o que revelou Alfredo Del Penho e Renato Luciano, em entrevista ao Culturadoria. Eles estão em cartaz em Belo Horizonte com o espetáculo ‘Suassuna – O Auto do Reino do Sol’.  A montagem tem previsão de estrear em março de 2019, no Rio de Janeiro.

“Decidimos fazer o texto e pensamos em fazê-lo com Cacá Carvalho. Mas, depois de discutir, chegamos a conclusão que a Bia seria uma boa opção. Isso pela linguagem de teatro dela que a gente nunca frequentou. Fizemos o convite e ela aceitou.”, conta. O texto de Macunaína é Mário de Andrade com adaptação de Verônica Stigger. O espetáculo terá direção musical de Alfredo Del Penho e Beto Lemos. A idealização e direção de produção é de Andréa Alves.

Clássico

Ainda segundo Alfredo, Macunaína significa muito para o grupo e além de ser uma das obras mais importantes da literatura brasileira. “Olhar para aquela obra é saber que é uma referência para o Brasil, para o cinema, literatura e o teatro. Uma das peças mais emblemáticas. A literatura é uma paixão dos integrantes do grupo. Estamos muito felizes”.

Quem conhece a companhia e os trabalhos de Lessa pode esperar coisa boa pela frente. Ainda mais aliado ao texto de Mário de Andrade. Macunaíma foi publicado em 1928, é considerado um dos principais romances modernistas do país. A obra é um fragmento de poema sobre a formação do Brasil, em que vários elementos nacionais se cruzam numa narrativa que conta a história de Macunaíma, o herói sem nenhum caráter.

Bia Lessa é uma das mais consagradas diretoras de teatro do Brasil. Dirigiu recentemente ‘Grande Sertão: Veredas’. Ainda soma no currículo direção de vários espetáculos e shows de Maria Bethânia. A companhia Barca dos Corações Partidos nasceu depois da montagem do musical “Gonzagão – A Lenda”, no ano de 2012. Depois disso, embarcou em vários outros espetáculos recebendo diversos prêmios, como por exemplo, o Shell.

Confira a entrevista

[youtube modulo=”2″]9ke8FP5sDak[/youtube]

 

Continua após a publicidade...

photo

Wajdi Mouawad: dramaturgia contemporânea na contramão do tempo

Por Lara Alves * Ainda pouco conhecido do grande público brasileiro, Wajdi Mouawad é uma das principais figuras do teatro contemporâneo mundial. O autor da tetralogia “Sangue das Promessas” – composta pelas peças “Litoral” (1999), “Incêndios” (2003), “Florestas” (2006) e “Céus” (2009) – transpõe para suas dramaturgias resquícios de memória de seu próprio passado. Céus, com […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria para o seu fim de semana: #01_24mar

Culturadoria te ajuda a escolher as atrações culturais para enriquecer o seu fim de semana. Temos boas opções no teatro, na música, no cinema e também em exposição. Confira:   [TEATRO] CACÁ CARVALHO COM 2X2=5 O novo monólogo de Cacá Carvalho é baseado em um texto de Dostoiévski. Não é daqueles mais famosos, o que […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria do fim de semana: 21 a 23 de abril

Aqui estão as tradicionais apostas do Culturadoria para o fim de semana prolongado. Se em Ouro Preto tem a tradicional entrega da Medalha da Inconfidência em honra do mártir Tiradentes a história ficcionalizada dele chega aos cinemas sob direção de Marcelo Gomes (Cinema, aspirinas e urubus). O filme exibido em competição no Festival de Berlim […]

LEIA MAIS