Foto: Igor Oliveira / Divulgação
30 out 2018

Bia Lessa dirigirá Macunaíma com Cia Barca dos Corações Partidos

A companhia Barca dos Corações Partidos vai montar Macunaíma com direção de Bia Lessa. Foi o que revelou Alfredo Del Penho e Renato Luciano, em entrevista ao Culturadoria. Eles estão em cartaz em Belo Horizonte com o espetáculo ‘Suassuna – O Auto do Reino do Sol’.  A montagem tem previsão de estrear em março de 2019, no Rio de Janeiro.

“Decidimos fazer o texto e pensamos em fazê-lo com Cacá Carvalho. Mas, depois de discutir, chegamos a conclusão que a Bia seria uma boa opção. Isso pela linguagem de teatro dela que a gente nunca frequentou. Fizemos o convite e ela aceitou.”, conta. O texto de Macunaína é Mário de Andrade com adaptação de Verônica Stigger. O espetáculo terá direção musical de Alfredo Del Penho e Beto Lemos. A idealização e direção de produção é de Andréa Alves.

Clássico

Ainda segundo Alfredo, Macunaína significa muito para o grupo e além de ser uma das obras mais importantes da literatura brasileira. “Olhar para aquela obra é saber que é uma referência para o Brasil, para o cinema, literatura e o teatro. Uma das peças mais emblemáticas. A literatura é uma paixão dos integrantes do grupo. Estamos muito felizes”.

Quem conhece a companhia e os trabalhos de Lessa pode esperar coisa boa pela frente. Ainda mais aliado ao texto de Mário de Andrade. Macunaíma foi publicado em 1928, é considerado um dos principais romances modernistas do país. A obra é um fragmento de poema sobre a formação do Brasil, em que vários elementos nacionais se cruzam numa narrativa que conta a história de Macunaíma, o herói sem nenhum caráter.

Bia Lessa é uma das mais consagradas diretoras de teatro do Brasil. Dirigiu recentemente ‘Grande Sertão: Veredas’. Ainda soma no currículo direção de vários espetáculos e shows de Maria Bethânia. A companhia Barca dos Corações Partidos nasceu depois da montagem do musical “Gonzagão – A Lenda”, no ano de 2012. Depois disso, embarcou em vários outros espetáculos recebendo diversos prêmios, como por exemplo, o Shell.

Confira a entrevista

 

Continua após a publicidade

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Cirque du Soleil vem a BH em março de 2019

Finalmente OVO, a montagem que Deborah Colker dirigiu para o Cirque Du Soleil vem ao Brasil. E mais: abre a temporada no Brasil por Belo Horizonte em março de 2019. As datas da próxima turnê foram anunciadas nesta segunda (05) em São Paulo. Os ingressos custam a partir de R$ 130 (meia-entrada) O espetáculo vai […]

Leia Mais

Teatros apostam em audiodescrição e Libras para inclusão

“Quando não tinha ninguém para ir comigo ao teatro, ficava na dúvida se deveria ir por conta da acessibilidade. Agora já vou sozinha e me sinto mais incluída”, conta Christiane Maria Moreira. É que a lei Nº 13.146, de 6 de julho de 2015, garante para as pessoas com deficiência direito à cultura em igualdade […]

Leia Mais

FETO 2018 amplia espaço e discussão sobre teatro estudantil

Vivência pessoais, luta e o documento mimeografado de Carlos Marighella foram as inspirações dos alunos do CEFART – Centro de Formação Artística e Tecnológica – para a criação do ‘Manual dx Guerrilheirx Urbanx’. O espetáculo de formação da turma de 2017 chega ao Teatro Francisco Nunes, no dia 23 de outubro, como parte das ações […]

Leia Mais

Comentários