Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Em ondas: quadrinho de AJ Dungo cativa e emociona

O primeiro quadrinho de AJ Dungo, publicado pela Editora Nemo, fala sobre um relacionamento amoroso que precisa enfrentar a dor de uma doença
Em ondas, de AJ Dungo. Foto: Editora Nemo
Em ondas, de AJ Dungo. Foto: Editora Nemo

“Em ondas” é o primeiro quadrinho de AJ Dungo, onde ele relembra a vida ao lado de Kristen Tuason, sua falecida companheira, parceira no amor e no surfe, uma paixão que ambos compartilhavam. Com tocante lirismo, o autor navega por diferentes estágios do seu relacionamento e da doença, criando uma sensível ode à memória de Kristen.

Ao longo das páginas, identificamos os padrões de movimento da água, suas ondas, em diferentes superfícies desenhadas por AJ Dungo. Estão nos longos cabelos de Kristen no início do namoro, nas dobras dos moletons, nos troncos e nos galhos das árvores, nas vestimentas dos médicos do bloco cirúrgico onde sua parceira faz sua sétima cirurgia pulmonar e nos lençóis da cama de hospital. A água do mar, o seu movimento entre a suavidade que abraça e a brutalidade que expulsa, está ao redor do casal ao longo de toda a história, nas lembranças mais ternas e felizes, como nos momentos mais sensíveis e doloridos.

“Ela encarou sua mortalidade com o sangue frio de uma heroína”.

As ondas aqui são muitas, para além da água do mar. É a onda de euforia do início de romance, do flerte, a ansiedade crescente pela presença um do outro; é o câncer que vem como ondas, que crescem cada vez mais, drenando a saúde, mas não a vontade de viver de Kristen; e é o luto de AJ que avança e recua, como as ondas do mar, crescendo até explodir sua forma e, então, recomeçando.

Permeando esta bonita história de amor – de AJ por Kristen e de ambos pelo surf -, está a história de surgimento e popularização do esporte, que Dungo preenche com tons sépia, como se olhássemos frames de um filme antigo – em contraposição às páginas dedicadas à sua história pessoal, que recebem diferentes tons de verde-água.

Nestes quadros históricos, ele resgata de seus primeiros praticantes, os povos originários da Polinésia, a alguns dos seus principais nomes. Aqui, o artista consegue desmistificar e demarcar o potencial revolucionário do surfe, para um leigo no assunto como eu. É o efeito das histórias bem contadas: nos cativam mesmo quando tratam de assuntos que, até então, não estavam em nosso campo de interesse.

O autor cria alguns belos quadros em grande dimensão, ocupando as duas páginas. São imagens de muita força, como retratos, registrando cenas do cotidiano dele e de Kristen, do companheirismo dos dois e da luta contra a doença. “Em ondas” é um trabalho raro, de brilho especial. Daquelas leituras em que é difícil conter nossas ondas internas, o romper da água em nosso próprio corpo: as lágrimas que insistem em sair.

Encontre o livro aqui

AJ Dungo, autor de Em Ondas. Foto: Andrew Castro
AJ Dungo, autor de Em Ondas. Foto: Andrew Castro

Gabriel Pinheiro é jornalista e produtor cultural, sempre gasta metade do seu horário de almoço lendo um livro. Seu Instagram é @tgpgabriel

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!