Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Aniversário de Clarice Lispector: 5 livros imperdíveis

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Aqui estão dicas escritos por ela e também sobre ela. Clarice Lispector nasceu no dia 10 de dezembro de 1920 e é considerada uma das grandes autoras da literatura em língua portuguesa

Por Gabriel Pinheiro | Colunista de Literatura

Hoje Clarice Lispector completaria 101 anos. A autora estreou nas letras em 1943, com o premiado romance Perto do coração selvagem, já apresentando ao público e à crítica a singularidade de sua escrita. A ele se seguiram alguns dos maiores clássicos da literatura nacional, como os romances A paixão segundo G.H. (1964) e A hora da estrela (1977), além do volume de contos Laços de família (1960).

Museus e acervos online
Clarice Lispector. Foto: Maureen Bisilliat

Você pode nunca ter lido Clarice mas, posso apostar, já se deparou com uma frase dela em algum site ou perfil em redes sociais por aí, não se deparou? A autora recebeu um boom de novos leitores a partir da divulgação de trechos de seus livros e entrevistas (ou frases de outras pessoas erroneamente atribuídas à ela) na web. Um verdadeiro fenômeno!

Separamos aqui algumas indicações para que você conheça Clarice por ela mesma ou a partir do olhar de outros autores! Que tal se aventurar?

A hora da estrela (1977) – Clarice Lispector | Rocco

Último livro publicado pela autora em vida, A hora da estrela acompanha Macabéa, uma alagoana órfã, virgem e solitária, criada por uma tia tirana, que a leva para o Rio de Janeiro, onde trabalha como datilógrafa. De inspiração biográfica, Macabéa é uma moça solitária, que passou a infância no nordeste e gosta de ouvir a Rádio Relógio. Já foi adaptado para o cinema e para o teatro, inclusive em um musical!

Encontre o livro aqui: https://amzn.to/3Izc8CN

Clarice (2009) – Benjamin Moser | Companhia das Letras

A biografia definitiva de Clarice Lispector! Escrita pelo escritor norteamericano Benjamin Moser, o trabalho deu aos leitores brasileiros uma nova imagem da escritora e contribuiu para a consagração de sua obra no exterior. Se hoje Clarice é uma figura mítica das letras brasileiras – bela, misteriosa e brilhante -, sua vida foi recheada de percalços que a tornam mais complexa do que mostra a imagem oficial. 

Encontre o livro aqui: https://amzn.to/3pRjJEe

Um século de Clarice Lispector: Ensaios críticos (2021) – Yudith Rosenbaum e Cleusa Rios P. Passos (org.) | Fósforo Editora

Recém lançado, o volume apresenta um conjunto de ensaios escritos por alguns dos principais nomes da crítica literária hoje. Sendo assim, participam autoras e autores como, por exemplo, Yudith Rosenbaum e Cleusa Rios P. Passos (especialistas em Clarice Lispector e organizadoras do livro), José Miguel Wisnik, Noemi Jaffe e Veronica Stigger. O livro é tanto uma homenagem à autora em seu centenário quanto uma contribuição única ao estudo contemporâneo de sua escrita, que segue surpreendendo e sendo motivo de novas análises ao longo dos anos.

Encontre o livro aqui: https://amzn.to/31LyeAW

Clarice Lispector. uma vida na literatura (2021) – Monica Gomes da Silva e Matildes Demetrio dos Santos (org.) | Oficina Raquel

Também lançado recentemente, o trabalho propõe uma nova forma de olhar para a literatura clariciana, se dedicando, em especial, ao exame da Correspondência da autora. Suas obras, sua vida e sua interação com seus pares se tornaram uma fonte inesgotável do fazer literário, com o estilo intimista de Clarice e seu olhar voltado para as questões do cotidiano e da psiquê humana. O livro guarda uma surpresa inusitada em sua última parte:  uma composição musical para oboé, criada tendo as palavras de Clarice como ponto de partida!

Encontre o livro aqui: https://amzn.to/3DFgmF3

Anos de chumbo e outros contos (2021) – Chico Buarque | Companhia das Letras

Em uma das histórias do novo livro do Chico, o primeiro dedicado aos contos, temos Clarice Lispector como personagem! Em “Para Clarice Lispector, com candura” acompanhamos o encontro e o encanto de um aprendiz de poeta com sua autora preferida. Chico, pouco a pouco, descreve o caminhar desta relação: primeiro como admiração, depois uma fagulha de amor e uma futura obsessão que, inclusive, sobrevive à morte da autora, que, de maneira ins?ólita, toma o corpo e a escrita deste curioso personagem. É um dos destaques do novo trabalho buarquiano!

Encontre o livro aqui: https://amzn.to/3Gwy3IW

a hora da estrela
Clarice Lispector. Foto: Badaró Braga / A Cigarra / Arquivo EM

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!