fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Cinco livros para ler nas férias

Autobiografia de Fernanda Montenegro, Fernando Sabino e best sellers. Veja dicas de leitura para os dias de folga

Por Jaiane Souza *

23/12/2019 às 15:03 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Foto: Companhia das Letras / Divulgação

Dezembro e janeiro, para muitas pessoas, é tempo de descansar, viajar, atualizar a série que está atrasada, começar a cumprir as metas do ano que se inicia e colocar em dia muitas coisas. Uma delas é a leitura. Dessa forma, que tal começar essa missão pra já? A dica da vez é de cinco livros para ler durante as férias. Entre os selecionados estão biografias, leituras para começar o ano inspirado e clássicos da literatura. Confira!

Prólogo, ato, epílogo

Em parceria com Marta Góes, Fernanda Montenegro escreveu a própria biografia, que foi lançada em 2019. A obra foi escrita para marcar os 90 anos da atriz e narra as memórias de toda sua vida profissional (mais de 70 anos de carreira) e vida pessoal. Pessoalmente, a atriz conta sobre o casamento com Fernando Torres e da relação com os filhos, netos, com a velhice e outros aspectos. Em resumo, o livro carrega as memória de uma das maiores atrizes da história do Brasil. Isso porque ela foi a primeira latina e única brasileira indicada ao Oscar na categoria de Melhor Atriz. Além disso, também é a única indicada ao prêmio por atuar em uma produção de língua portuguesa. O trabalho referido é  Central do Brasil, de 1998.

O livro está disponível para venda por R$ 49,90 no site da editora em formato físico e por R$ 29,90 em formato ebook

O ano em que disse sim

“Você nunca diz sim para nada”. A frase da irmã da autora Shonda Rhimes a motivou a escrever um relato da sua experiência. Ela decidiu dizer sim para tudo que tinha medo. A “promessa” ia desde fazer um discurso em público até cuidar melhor da saúde. Shonda, que é roteirista de alguns dos maiores sucessos da TV como Grey’s Anatomy, Private Practice e Scandal, conta com bom humor todos os detalhes desse período. Detalhes da vida pessoal, profissional e sobre como foi incrível mergulhar no “ano do sim”. A leitura deste livro pode servir de inspiração para 2020. Que tal enfrentar os medos de frente, dizer sim e se superar? No Brasil, a obra foi publicada pelo selo Best Seller da Editora Record. O valor é de R$ 44,90 (livro físico) e R$ 34,90 (ebook)

Lobo de Rua

Assim como tantos outros, Raul é um invisível homem morador de rua. Como se não bastasse a vida que leva,  cai na maldição da licantropia, o que o torna um lobo de rua. Por outro lado, o personagem Tito Agnelli também sofre do mesmo mal. No entanto, é acalentado pelo fato de ter uma casa e não ser abandonado. Dessa forma, Tito acolhe Raul e passa a ajudá-lo na missão de conviver com a maldição que os atormenta. O (lobis)homem de rua passa, então a frequentar a Alcateia de São Paulo e conhece a Galeria Creta, lugar onde convive com seus semelhantes em noites de lua cheia. 

Lobo de rua é uma publicação da escritora Jana P. Bianchi pela Editora Dama Blanche. Ela representa uma parte da nova safra de escritores brasileiros que mesclam em seus livros ficção e realidade (como é o caso da história de moradores de rua de São Paulo. O livro está disponível a partir de R$ 7,99.  

 

Livros

Fernando Sabino Foto: Acervo MIS – Coleção Sérgio Cabral

O grande mentecapto

Em um dos inúmeros livros que escreveu, Fernando Sabino conta a história de Geraldo Viramundo e as suas aventuras. A narrativa começa quando o personagem ainda era criança e morava na cidade de Rio Acima, em Minas Gerais. A primeira peripécia apresentada é a aposta que faz com os colegas: conseguir parar o trem que passa na região. No entanto, não havia sequer estação na cidade para a parada, o que se torna um desafio. O livro é considerado uma espécie de Dom Quixote de La Mancha brasileiro, no qual Viramundo percorre o estado de Minas Gerais.

A obra uma boa opção para quem quer ler, ou começar, os principais romances da literatura brasileira. Isso porque é uma narrativa leve, rápida e que, de quebra, proporciona informações sobre o estado mineiro. Além disso, a obra foi adaptada para o cinema por Oswaldo Caldeira em 1989 e recebeu o mesmo título. 

O grande mentecapto foi publicado pela Editora Record e está disponível por R$ 49,90

A sutil arte de ligar o foda-se 

Primeiro alerta: não se deixe importar com tudo. Pronto! Agora dá para prosseguir com a última dica da lista de livros para ler nas férias. A sutil arte de ligar o foda-se, do escritor americano Mark Manson já começa falando que o leitor não é tão especial quanto parece, já que a sociedade impõe um padrão de sucesso que nem sempre pode ser cumprido por todo mundo. Então, a ideia na afirmação é de que está tudo bem se uma pessoa não for incrível e inovadora o tempo inteiro. Em suma: não é necessário se torturar pensando positivo o tempo inteiro, é preciso canalizar as energias para o que realmente faz sentido para cada um e deixar de lado o que não é relevante.

Em 2018, a obra ficou entre os os livros mais vendidos no Brasil. Entenda o fenômeno nesta matéria do G1A sutil arte de ligar o foda-se é publicado pela editora Intrínseca e pode ser comprado por R$ 34,90 (livro físico) e por R$ 19,90 (ebook). 

 

photo

Modern Love: dica de série para quem quer algo leve e rápido

Quando você escolhe ver uma série cujo nome é amor moderno, em uma tradução livre, o que passa pela sua cabeça? Outras possibilidades de encontros amorosos? Outros modelos de casais? Talvez sejam estas expectativas normais, mas que felizmente a série Modern Love não corresponde. Até passa por elas, claro, mas vai sutilmente além. É justamente […]

LEIA MAIS
photo

Quem é Chico Buarque escritor?

Que Chico Buarque é um músico renomado e de poesia refinada já é claro. Entretanto, Francisco Buarque de Hollanda também se envereda pelos lados da literatura e da dramaturgia. Além de cerca de 80 discos entre parcerias, solos e compactos, o gigante da música brasileira já lançou diversos livros: romance, novela e dramaturgia. A publicação […]

LEIA MAIS
photo

Cinema brasileiro: oito filmes imperdíveis no Cine Humberto Mauro

Cinema Brasileiro em cartaz. Esse foi o tema escolhido para a última mostra do ano no Cine Humberto Mauro. Dessa forma, 26 longas-metragens nacionais, produzidos entre 2018 e 2019, oferecerão ao público a oportunidade de prestigiar a diversidade da produção recente do país. A ideia é contemplar obras que tiveram poucas oportunidades de exibição nos […]

LEIA MAIS