Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

12ª edição do BH Choro tem início neste sábado

Gostou? Compartilhe!

Como de praxe, o Projeto BH Choro ocupa a Praça Duque de Caxias, convidando grupos locais e também de outros estados

A capital mineira recebe neste sábado e domingo, dias 29 e 30 de abril, e na segunda, dia 1º de maio, a 12ª edição do Projeto BH Choro. Com início às 16h, em todos os dias, o evento vai abarcar palestras e shows de pesquisadores e artistas de várias partes do Brasil.

O Clube do Choro de BH, em foto de Junior Conegundes/Divulgação
O Clube do Choro de BH, em foto de Junior Conegundes/Divulgação

O tema desta edição é “A hora e a vez dos Clubes de Choro”, uma homenagem às iniciativas que, país afora, batalham pela divulgação e preservação do gênero.

Além de grupos de BH e Betim, o BH Choro trará grupos de Brasília, Niterói (RJ) e Santos (SP). O projeto é viabilizado via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Cultural Vale e apoio do Clube do Choro de Belo Horizonte. Realização da Idear Produção e do Ministério da Cultura.

O BH Choro, vale lembrar, teve sua primeira edição realizada em 2008, no mesmo local.

Programação

Dia 29 de abril – Sábado
16h às 18h
Palestra: “Vida de Músico de Choro – Alegrias e Percalços” – Palestrantes: Hélio Pereira e José Cicero (músicos autodidatas, profissionais e sócios do Clube do Choro de BH). Mediador: Acir Antão (radialista, pesquisador, historiador e presidente do Clube do Choro de BH).
18h. Clube do Choro de Santos
20h. Clube do Choro de Betim

Dia 30 de abril – Domingo
16h às 18h
Palestra: A Formação de Músicos de Choro – Ensino e Prática – Palestrantes: professor Marcos Flávio Freitas (UFMG/Sócio Clube do Choro de BH) e professor Henrique Neto (Escola de Música Raphael Rabello, do Clube do Choro de Brasília).
Mediador: professor Marcelo Chiaretti (UFMG/Sócio Clube do Choro de BH);
18h. Clube do Choro de Belo Horizonte
20h. Clube de Choro de Brasília

Dia 1º de maio – Segunda-feira
16h às 18h Palestra: Eventos de Choro em Praça Pública.

Experiências – Silvério Pontes (trombonista, criador do coletivo Choro na Rua e diretor do Clube do Choro de Niterói) e Paulo Ramos (diretor da Idear, curador do festival e diretor do Clube do Choro de BH). Mediador: Silvio Carlos (pesquisador/músico violão sete cordas e sócio do Clube do Choro de BH).
18h. Velha Guarda do Clube do Choro de Belo Horizonte
20h. Clube do Choro de Niterói

Saiba mais sobre os convidados

Clube do Choro de Santos
Fundado em 23 de abril de 2002, data em que se comemora o Dia Nacional do Choro, em homenagem a Pixinguinha. Tem como patrono Aníbal Augusto Sardinha (Garoto). Mantém, há 9 anos, a Escola de Choro e Cidadania “Luizinho 7 Cordas” no Mercado Municipal da Vila Nova, em Santos.

Na abertura do evento, vão tocar: Arizinho 7 cordas, Caio Forster (viola de arco), Osvaldinho do Cavaco Brasileiro, Luan Pablo Pinho (clarinete), Cesar Feitiço (bandolim) e Nino Barbosa (pandeiro).

Clube do Choro de Betim

Desde sua criação, em 2003, desenvolve trabalho voltado para a performance na interpretação do choro.

É formado por: Marcos Flávio (trombone), Henrique Martins (violão 7cordas), Ramon Braga (pandeiro), Cleidiano Machado (cavaquinho), Juninho Braga (cantor), Dudu Braga (cavaquinho) e Pedro Mota (trompete).

Clube do Choro de Belo Horizonte

Tem as suas origens nas reuniões semanais no Bar do Bolão do Padre Eustáquio, realizadas a partir de 1993. Fundado oficialmente em 2006.

É uma instituição sem fins lucrativos voltada ao incentivo e divulgação da música – em especial, ao choro. Atualmente, tem 80 sócios.

Desta feita, os integrantes serão: Hélio Pereira (bandolim), José Cicero Gonzaga (acordeom), Fred (pandeiro), Juliana D´Avila Andrade (flauta), Geraldo Magela (violão 7 cordas), Rodrigo Alonso Mattos (cavaquinho) e Nilton de Assis (surdo).

Clube do Choro de Brasília

Criado em setembro de 1977, o grupo adota a denominação artística “Reco do Bandolim & Grupo Choro Livre”. Já se apresentou em mais de 20 países da Europa, África, Ásia, América do Sul e América do Norte.

É formado por Reco do Bandolim (bandolim), Henrique Neto (violão 7 cordas), George Costa (violão 6 cordas), Marcio Marinho (cavaquinho) e Valério Xavier (pandeiro).

Velha Guarda do Clube do Choro de BH

O grupo de choro se apresenta com Zé Carlos “Chorão” (cavaquinho), Oszenclever Camargo (pandeiro), Silvio Carlos (violão de 7 cordas), Carlos Walter (violão de seis cordas), José Cícero Gonzaga (acordeom), Hélio Pereira (bandolim) e, completando o time, outro “caçula”, Marcos Flávio (trombone).

Clube do Choro de Niterói

O Clube do Choro de Niterói foi fundado em janeiro de 2013.

No evento, o grupo traz os músicos Silvério Pontes (trompete), Ronaldo do Bandolim (bandolim), Rogério Caetano (violão 7 cordas), Bebê Kramer (acordeom), Pedro Franco (violão), Netinho Albuquerque (pandeiro) e Whatson (clarinete).

Serviço

BH Choro – 12ª Edição
Quando. Dias 29, 30 de abril e 01 de maio, a partir das 16h
Onde. Praça Duque de Caxias/Santa Tereza
Acesso gratuito, censura livre e acessibilidades

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]