Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Waltercio Caldas expõe na Albuquerque Contemporânea

Gostou? Compartilhe!

Galeria inaugura nesta terça-feira, dia 28 de maio, a exposição “Mero Espaço”, do artista carioca Waltercio Caldas

Nesta terça-feira, dia 28 de maio, a Albuquerque Contemporânea Galeria de Arte inaugura a exposição “Mero Espaço”, individual de Waltercio Caldas. A mostra propõe ao espectador a construção de uma narrativa a partir do diálogo estabelecido entre as obras. Nessa nova montagem, o artista carioca abole as noções de desenho, pintura, escultura e objeto. Apesar de pinturas e desenhos serem algo novo na trajetória dele, todos os trabalhos têm caráter tridimensional e, desse modo, convidam o público a estabelecer as relações entre os objetos. Neste caso, sejam eles realizados sobre tela, papel ou em estruturas de aço, vidro, madeira, espelhos e fios de algodão.

“Na verdade, não sou pintor, assim como não sou escultor, bem como nem sou desenhista. Ou seja, todas essas categorias têm uma certa dificuldade de grudar no meu trabalho, exatamente porque ele não trata de cada uma delas, mas, sim, da relação entre elas. E, a partir daí, d o que é possível fazer tratando da arte”, afirma Waltercio Caldas. “Este é o meu foco”.

Óleo sobre tela e colagem de cartão pintado de Waltercio Caldas, que estará na Albuquerque Contemporânea (Albuquerque Contemporânea/Jade Liz Comunicação/Divulgação)
colagem de cartão pintado de Waltercio Caldas, que estará na Albuquerque Contemporânea (Albuquerque Contemporânea/Jade Liz Comunicação/Divulgação)

Dimensão temporal própria

Nesse sentido, o conjunto ganha uma dimensão temporal própria, abandonando a ideia de “produção mais recente do artista”. E, assim, estabelece um contínuo do trabalho de Waltercio ao longo de mais de cinco décadas de atividade. Para o artista, a exposição não é o fim do trabalho, mas, sim, característica fundamental da própria obra.

Waltercio explica sua proposta: “Construo, na realidade, uma relação entre as partes que é tão importante para a exposição quanto as partes em si. Isso é: tenho uma diversidade de materiais que vão de desenhos, de desenhos com relevos, de objetos que vão pra escultura, para pinturas. E a relação entre esses vários procedimentos é um aspecto importante para a visitação das pessoas”.

Provocando tensões

Como sempre no trabalho de Waltercio, as noções de tempo e espaço são exploradas com linguagem e rigor formal próprios. Desse modo, diversas obras, diante da perspectiva tridimensional, exaltam a temporalidade. Assim, sugerindo movimentos e deslocamentos no espaço e, tal qual, provocando tensões, outra marca fundamental do percurso artístico dele.

O espectador

O carioca Waltercio Caldas destaca ainda a necessidade da presença diante dos trabalhos. Sendo assim, a ideia é que o espectador possa absorver a construção da narrativa proposta. O que, em “Mero Espaço”, está bastante enfatizado. “A exposição só acontece se você estiver fisicamente. Ela não se reproduz, não se transforma em imagem de vídeo ou celular. Ela propõe uma relação física das pessoas com os objetos que vão ver”, aponta o artista.

Neste sentido, o corpo diante das obras, em um construto narrativo específico, traz novamente a ideia de tempo no espaço, uma “presentificação” da experiência artística sem mediações. Com essa proposição, Waltercio Caldas, mais uma vez, questiona o próprio fazer artístico. E, assim, convida o espectador a se indagar sobre seu estar no mundo.

Serviço

Mero Espaço” – Exposição individual de Waltercio Caldas

Quando. Abertura: Terça-feira, 28 de maio, de 18h às 21h30. Período: 29/05 a 20/07/2024

Onde. Albuquerque Contemporânea Galeria de Arte (Rua Antônio de Albuquerque, 885).

Visitação. Segunda a sexta: 10h – 19h. Sábado: 10h – 13h30

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]