fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Pela primeira vez, Virada Cultural de BH terá circuito com bares e restaurantes

Viradão Gastronômico contará com 30 estabelecimentos participantes que terão preços promocionais de até R$ 20

Especial para o Culturadoria | Por Gabriel Lacerda e Jaiane Souza

19/07/2019 às 08:37

Publicidade - Portal UAI
Foto: Daniel Neto/Baixa Gastronomia

Além de matar a fome de cultura, a Virada Cultural terá, pela primeira vez, um circuito gastronômico com 30 estabelecimentos participantes. A expectativa, segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, é que todos saiam ganhando com a novidade.

Quem está por conta da curadoria do evento é Daniel Neto, o querido Nenel, jornalista e dono do blog “Baixa Gastronomia”, que já soma mais de 120 mil seguidores no Instagram. Os estabelecimentos participantes, em sua maioria, ficarão abertos durante todo evento e o pratos terão preço máximo de R$ 20.

“Belo Horizonte tem muito lugar bom para o pessoal comer. A ideia de acrescentar esse roteiro gastronômico vai ajudar tanto o publico quanto os comerciantes locais, pois movimenta o comércio em horários que não são os tradicionais”, explica Nenel. “Tem lugar para todos os públicos. Para quem é vegetariano, para quem gosta do tradicional buteco, para quem quer um lugar mais descolado e temos até padarias para não precisar se preocupar com o café da manhã”, completa e brinca o jornalista.

Confira alguns “achados” de Nenel! 

A propósito, todas as fotos desta página foram feitas por ele. 

Barraca do Alair

Bem na esquina entre Avenida Afonso Pena e Álvares Cabral estará a Barraca do Aldair. Ele, que sempre marca presença na Feira Hippie aos domingos, integra a programação da Virada Cultural vendendo o seu carpaccio de jiló. Os veganos e vegetarianos poderão se esbaldar em um prato feito com com azeitona, pepininho em conserva, alcaparras, cebola roxa, alho e cebolinha em conserva. Nada de carne ou peixe cru na receita. Mas o pessoal que ama carne também pode aproveitar para experimentar algo diferente. O preço é R$ 5 e o funcionamento da Barraca do Alair será no domingo, de 6h às 14h.
Endereço: Barraca Y26 – Avenida Afonso Pena, no encontro com Avenida Álvares Cabral (2ª barraca para quem está descendo a Álvares Cabral)
Viradão: Carpaccio de jiló (com azeitona, pepininho em conserva, alcaparras, cebola roxa, alho e cebolinha em conserva – vegano)
Preço: R$ 5
Funcionamento: Domingo, de 6h às 14h

Tim Academia de Bilhares

Na Virada Cultural de BH tem improviso muito bem pensado. O mexidão à moda da casa do Tim Academia de Bilhares também promete matar a fome do público do evento. A refeição é completa: arroz, feijão, carne cozida, bacon, couve, cebolinha verde e ovo frito. Tudo junto. Enquanto espera o seu prato ficar pronto você pode se divertir na sinuca e tomando alguma coisinha.
Endereço: Rua dos Carijós, 109 – Centro
Viradão: Mexidão à moda da casa (com arroz, feijão, carne cozida, bacon, couve, cebolinha verde e ovo frito)
Preço: R$ 15,90
Funcionamento: Até às 6h da manhã de domingo

Lanches Cidade

Não deixe que a sua Virada Cultural seja ruim, pão com ovo. Só se for pão francês recheado com ovo, bacon, alface, tomate e molho rosé da casa. Quem vai servir essa gostosura é o Lanches Cidade. Ah, fique atento ao horário. Ele vai ficar aberto até as 21h do sábado. Então, vê uma atração e dá uma passadinha lá na Rua Rio de Janeiro pra se preparar para a maratona.
Endereço: Rua Rio de Janeiro, 858 – Centro
Viradão: Ovo e bacon (pão francês recheado com ovo, bacon, alface, tomate e molho rosé da casa)
Preço: R$ 9,70
Funcionamento: Sábado, até às 21h

Restaurante Beco

Quer enfrentar a maratona da Virada Cultural sem fome? Você tem até as 23h30 de sábado pra passar no Restaurante do Beco e pedir o seu prato feito customizado. No domingo ainda é possível reabastecer. O restaurante vai funcionar de 11h às 17h. Como assim? Nós te explicamos. É preciso escolher uma opção de proteína e mais quatro acompanhamentos. Isso por R$ 15,50. Certeza que no self service com balança seu prato dá mais que isso.
Endereço: Rua dos Tamoios, 232 – Centro
Viradão: Prato feito customizado (proteína: bife de boi, bife de porco, linguiça, peito de frango à milanesa, ovos, carne de boi cozida, peixe à milanesa, bife de boi à milanesa ou peito de frango grelhado mais quatro acompanhamentos: arroz branco, maionese, arroz à grega, batata frita, farofa brasileira, feijão comum, macarrão, feijão tropeiro, salada de legumes, tutu de feijão e couve)
Preço: R$15,50
Funcionamento: Sábado, até às 23h30. Domingo, de 11h às 17h

Restaurante Mineirinho

Nada melhor do que estar em Minas Gerais e comer uma refeição com comida tradicional mineira. O Restaurante Mineirinho 1 vai dar ainda mais aconchego para quem tiver curtindo a virada. Tem feijão tropeiro acompanhado, também, de quatro opções. Entre as opções estão batatas fritas, farofa brasileira, arroz branco e salada de legumes.
Endereço: Rua Espírito Santo, 310 – Centro
Viradão: Mini-refeição com tropeiro ou feijão comum (opções de carne: lombo, carne cozida, frango, peito grelhado, linguiça, bife de boi, peixe ou peito de frango à milanesa)
Preço: R$11 (serve uma pessoa)
Funcionamento: Aberto durante toda a Virada Cultural (24 horas)


Lanches da Sosô

Que tal comer um macarrãozão na chapa quando bater aquela fome na madrugada? O Lanches da Sosô vai funcionar até as 5 da manhã, de sábado para domingo, e vai servir, isso mesmo, macarrão na chapa. São duas opções: pequeno e grande. O primeiro vai custar R$ 7,50 e o segundo R$ 9. Se você não quiser carregar o lanchinho que indicamos no guia de sobrevivência, o macarrão da Sosô, com frango, cenoura, milho e bacon, é uma boa opção pra espantar a fome.
Endereço: Rua da Bahia, 334 – Centro
Viradão: Macarrão na chapa (com frango, cenoura, milho e bacon)
Preço: R$7,50 (pequeno) – R$9 (grande)
Funcionamento: Até às 5 horas da manhã de sábado para domingo

photo

Como chegar e se locomover entre as atrações da virada

Durante a Virada Cultural deste ano o hiper-centro estará interditado. O objetivo é o público fique mais integrado à cidade e possa se deslocar entre os palcos com segurança. Mas quem mora longe do Centro e na Região Metropolitana de BH precisa chegar até o local.  Aplicativos de mobilidade  Baixe o seu aplicativo preferido e […]

LEIA MAIS
photo

Guia de sobrevivência na Virada Cultural

Serão 24 horas de programação. Se você quer curtir tudo que vai ter precisa se preparar. Porque, afinal, é uma verdadeira maratona, muitas horas sem dormir, muito tempo dançando e se divertindo. Além disso, tem também todo percurso que deverá ser feito entre um palco e outro. Então, papel e caneta na mão, ou celular, […]

LEIA MAIS
photo

Especial Virada Cultural BH 2019: roteiros temáticos para explorar a programação

Em geral, quando estamos diante de eventos que tem muitas (muitas mesmo!) atrações como a Virada Cultural de BH, é tanta coisa que ficamos perdidos. É aí que a gente entra! A missão do Culturadoria é dar um norte para você quando o tema é cultura e entretenimento. Não seria diferente neste que é um […]

LEIA MAIS