Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Filmes para viajar do sofá de casa: conheça outras cidades e culturas

Paris, Itália, Bali, Barcelona e até Ásia. Confira uma seleção de filmes que se passam em diferentes cidades e conheça culturas e costumes

Gostou? Compartilhe!

A quarentena continua e, com ela, muitos desejos, planos e metas. Conhecer outro país, por exemplo, já pode ter passado pela cabeça de muitos. Pensando nisso, na impossibilidade de realizar qualquer tipo de viagem neste momento,  que tal uma lista de filmes para rodar o mundo sem sair do sofá de casa? Preparamos alguns longas para você rodar o mundo, conhecendo arte, arquitetura, costumes e culturas de diferentes países. E tem filme para todos os gostos: comédia romântica, drama, horror e ação. Confira!

Comer, rezar, amar (2010)

Índia, Itália, Bali. Esses são os destinos percorridos por Elizabeth (Julia Roberts) no longa de Ryan Murphy, baseado no livro homônimo de Elizabeth Gilbert. As viagens ocorrem quando a personagem resolve largar tudo que tem. Deixa de lado amigos, trabalho e marido, para viver novas experiências. O resultado é uma jornada para se reencontrar e aumentar o autoconhecimento. Em resumo, além de apresentar diversos locais do mundo, o filme nos inspira a sair do lugar comum e buscar pelos sonhos e objetivos. Fica também a dica do livro! 

Vicky Cristina Barcelona (2008)

Rebecca Hall, Scarlett Johansson, Javier Bardem e Penélope Cruz são as estrelas dessa comédia romântica e dramática que se passa em um verão em Barcelona. O filme, que tem direção de Woody Allen, percorre pontos turísticos famosos da cidade, como o Tibidabo, e obras de grandes artistas, como Gaudí e Miró. O enredo conta a história de duas amigas em férias, com visão de mundo completamente diferentes. Vicky (Hall) está noiva e decidida em relação ao amor e Cristina (Johansson) é movida pela paixão e emoção. O filme, que foi vencedor do Globo de Ouro de na categoria Melhor Filme de Comédia ou Musical e rendeu a Penélope Cruz o Oscar de melhor atriz coadjuvante, em 2009, é uma passeio pela cultura, arquitetura e arte de Barcelona.

filmes
Comer, rezar, amar Foto: Sony Pictures / Divulgação

Meia-noite em Paris (2011)

De novo, um filme de Woody Allen! Totalmente rodado na França, o longa relata a viagem de Gil (Owen Wilson) à Paris com a noiva e a família dela. Durante os passeios noturnos que faz sozinho pela cidade,  descobre que sempre à meia-noite é transportado para a Paris de 1920. Como escritor, Gil considera que 1920 é a melhor época, com as melhores personalidades da arte. Nessas viagens no tempo acaba encontrando personalidades como Salvador Dalí, F. Scott Fitzgerald, Gertrude Stein e Ernest Hemingway. Ele também conhece uma mulher por quem se apaixona e precisa escolher entre a realidade e a ilusão da época de ouro francesa. Quer mais um motivo para assistir? Meia-noite em Paris ganhou, em 2012, o Oscar de Melhor Roteiro Original.

Mamma Mia! (2008)

Tendo a ilha grega Kalokairi, como pano de fundo. Mamma Mia!, de Phyllida Lloyd, conta com a incrível Meryl Streep fazendo o papel de mãe de Sophie (Amanda Seyfried), que está prestes a se casar, mas não sabe quem é o pai. Na tentativa de convidar o seu progenitor para a festa, Sophie acaba chamando muitos homens, os ex da sua mãe, que descobriu quais eram xeretando um diário. Precisa nem dizer que é confusão na certa, não é? O filme é uma possibilidade para conhecer um pedacinho do país que é berço de mitologias, da filosofia. Além disso, é uma adaptação de uma peça musical de mesmo nome.

Sob o sol da Toscana (2004)

Dirigido por Audrey Wells, o filme conta a história da escritora Frances Mayes (Diane Lane), que é infeliz em São Francisco, nos Estados Unidos, se divorcia e decide mudar completamente de vida. Sendo assim, ela vai morar na Itália, em uma chácara na região da Toscana, para conseguir terminar a produção atual, descansar e esquecer os problemas com o relacionamento que acabou de terminar. O longa foi baseado no livro de mesmo nome, Under the Tuscan Sun: at home in Italy, da Frances Mayes, em inglês, que é composto de histórias pessoais. Em resumo, é uma oportunidade de conhecer um dos países mais tradicionais do mundo por meio do interior.

Encontros e desencontros (2003)

Enquanto Bob Harris (Bill Murray) está em Tóquio para fazer um comercial, Charlote (Scarlett Johansson) está acompanhando o marido que só pensa em trabalho e a deixa sozinha o tempo inteiro. Ambos sofrem com fuso horário diferente e não conseguem dormir, saindo, assim, para o bar do hotel para passar o tempo. Lá, eles acabam se conhecendo. O filme mostra a grandiosidade de Tóquio, uma das maiores metrópoles do mundo. Entretanto, ao mesmo tempo, revela que ela pode ser uma cidade misteriosa que tem muita coisa a ser explorada. A direção ficou por conta de Sofia Coppola.

filmes
Vicky Cristina Barcelona Foto: Imagem Filmes / Divulgação

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]