Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Quer tocar no carnaval de BH? Encontre aqui o seu bloco

Saiba quais blocos ainda tem vaga na bateria e o que você deve fazer para participar ativamente do carnaval

Por Thiago Fonseca *

09/01/2019 às 10:13 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Diego Moreira / Divulgação - Unidos do Samba Queixinho

Faltam menos de dois meses para o carnaval e os blocos belo-horizontinos estão ajustando os últimos detalhes. Se você quer tocar, separamos alguns blocos que estão com vagas abertas. Em geral, não é preciso saber tocar, apenas ter boa vontade e ensaiar. Já adiantando: os blocos ‘Então, Brilha’ e ‘Beiço do Wando’ já estão com bateria fechada. Já o ‘Chama o Síndico’, não terá bateria em 2019.

Unidos do Samba Queixinho

Criado em 2010, o Unidos do Samba Queixinho levou cerca de 70 mil foliões as ruas de Belo Horizonte no carnaval de 2018. Nesta edição, comemorativa de 10 anos, homenageará o Grupo Corpo, companhia de dança contemporânea brasileira. Para fazer bonito na festa, o bloco iniciou seus ensaios em 2018, mas ainda dá tempo de tocar na bateria. Para isso, é necessário entrar em contato pelo número (31) 99221-6519, contribuir com um valor a combinar, ter o instrumento e participar de cursos rápidos ao longe de janeiro e fevereiro. O bloco desfilará no domingo, dia 3 de março, às 14h30.

Baianas Ozadas

Em 2018, o bloco Baianas Ozadas arrastou 650 mil foliões. Além de centenas de pessoas nas alas de dança, bateria e bloco infantil. Para 2019, o bloco ainda conta com algumas vagas para as três alas. Os interessados devem enviar nome completo e telefone de contato para o e-mail baianasozadas@gmail.com. Qualquer um pode participar. Mas para integrar o time, é preciso disposição, dedicação e comprometimento dos batuqueiros para ensaiar. Além disso, o bloco pede aos participantes uma contribuição no valor de R$10,00 por ensaio. Eles se estenderão pelo mês de janeiro, em todos os sábados, dias 12, 19 e 26, de 09h às 14h na n’A Fábrica. O desfile do Baianas será na segunda, dia 4 de março.

Garotas Solteiras

O Garotas solteiras está com a bateria praticamente fechada. Isso porque durante o ano de 2018 ofereceu oficinas de musicalização e percussão para os ritmistas que mostraram interesse com antecedência. Mas ainda há algumas vagas principalmente para surdo de marcação. Para participar, os interessados deverão comparecer a todos os ensaios e ter o instrumento. O local ainda não foi definido. Para mais informações, acesse a página do facebook do bloco. Para quem não conhece, o bloco une todos aos estilos do pop à malemolência do carnaval e celebra a diversidade. Neste ano, homenageará Lady Gaga. O desfile será na segunda, dia 4 de março, às 13h. Em 2018, o bloco arrastou 65 mil pessoas e teve na bateria outras 300.

 

Ensaio do Funkyou – Foto: Paulo Colen / Divulgação

 

Funk You

Famoso por tocar Funk melody e pancadão, dos clássicos aos atuais, com bateria de escola de samba, o bloco Funk You comporta gente de todas as idades, sexo, raça e ideologias na bateria. Para integrar o time, os interessados devem fazer inscrição pelo site e pagar uma taxa de R$180. Tem vagas para tocar surdo de marcação e caixa. Não é preciso saber tocar o instrumento, apenas ter um e frequentar os ensaios, que serão aos domingos no Necup, de 15h às 17h. O desfile do bloco será na segunda feira de carnaval, dia 4 de março na Avenida Brasil.

Alô Abacaxi 

Inspirado na Tropicália, o Bloco Alô Abacaxi agita os foliões ao som de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Ben e outros artistas do movimento.  Em 2018, arrastou 50 mil pessoas e contou com uma bateria com 300 integrantes. Durante ano passado o bloco ofereceu oficinas para os interessados em integrar a bateria. Apesar de estar com a equipe fechada, o bloco ainda receberá interessados em compor a bateria, principalmente para surdo de marcação. Não é preciso contribuir com dinheiro. Para fazer parte do Alô Abacaxi, o músico tem que ir a todos os ensaios até o carnaval e ter o instrumento. Eles serão realizados aos sábados, às 16h, no viaduto Santa Tereza. O desfile do bloco será no domingo, dia 3, às 9h.

É o Amô

É o Amô é o primeiro bloco de sertanejo do carnaval de BH. Dessa forma, revive os clássicos de 80 e 90, tocados no ritmo do carnaval. Para tocar na bateria no bloco não há mais vagas, pois o bloco ofertou oficina para iniciantes no ano passado e em novembro já os ensaios gerais já começaram. Mas ainda há lugares para ala de dança. Para participar é preciso enviar e-mail para blocoeoamor@gmail.com, contribuir com uma quantia, a ser negociada com o bloco, e participar dos ensaios, aos sábados, e ter o instrumento. Serão cinco em janeiro e fevereiro em lugar a ser definido. É o Amô sairá nas ruas de BH no domingo, dia 3.

Continua após a publicidade...

photo

Festival em BH estimula consumo de plantas em bares

Bar e festival de gastronomia não faltam em Belo Horizonte. Praticamente todo mês tem um. Até o dia 7 de dezembro, por exemplo, o ‘Festival Bar em Bar’ está na ativa. Ao todo são 35 bares da capital e mais sete cidades do interior do estado. Os estabelecimentos nesta edição estão servindo receitas exclusivas com […]

LEIA MAIS
photo

A hora e a vez de Renato Morcatti: três exposições simultâneas

Quando os cariocas ou os turistas do Rio de Janeiro entram no ‘Oi Futuro do Flamengo’, a primeira imagem que aparece nada tem a ver com a paisagem da cidade maravilhosa. Tentáculos de minério saem da vitrine que fica na entrada do centro cultural no bairro do Flamengo. “Fico torcendo para chover e formar um […]

LEIA MAIS
photo

Dos guardanapos para as redes sociais: uma perspectiva para literatura nos tempos digitais

Por Francyne Perácio Expressar a arte seja por versos, pinturas, imagens, esculturas e performances não é nenhuma novidade, mas e no ambiente virtual? Como a literatura dialoga com a instantaneidade da internet? O poeta, escritor e jornalista, Fabrício Carpinejar, autor de Liberdade na vida é ter amor para se prender, reuniu em sua obra frases […]

LEIA MAIS