fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Quer tocar no carnaval de BH? Encontre aqui o seu bloco

Saiba quais blocos ainda tem vaga na bateria e o que você deve fazer para participar ativamente do carnaval

Por Thiago Fonseca *

09/01/2019 às 10:13 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Diego Moreira / Divulgação - Unidos do Samba Queixinho

Faltam menos de dois meses para o carnaval e os blocos belo-horizontinos estão ajustando os últimos detalhes. Se você quer tocar, separamos alguns blocos que estão com vagas abertas. Em geral, não é preciso saber tocar, apenas ter boa vontade e ensaiar. Já adiantando: os blocos ‘Então, Brilha’ e ‘Beiço do Wando’ já estão com bateria fechada. Já o ‘Chama o Síndico’, não terá bateria em 2019.

Unidos do Samba Queixinho

Criado em 2010, o Unidos do Samba Queixinho levou cerca de 70 mil foliões as ruas de Belo Horizonte no carnaval de 2018. Nesta edição, comemorativa de 10 anos, homenageará o Grupo Corpo, companhia de dança contemporânea brasileira. Para fazer bonito na festa, o bloco iniciou seus ensaios em 2018, mas ainda dá tempo de tocar na bateria. Para isso, é necessário entrar em contato pelo número (31) 99221-6519, contribuir com um valor a combinar, ter o instrumento e participar de cursos rápidos ao longe de janeiro e fevereiro. O bloco desfilará no domingo, dia 3 de março, às 14h30.

Baianas Ozadas

Em 2018, o bloco Baianas Ozadas arrastou 650 mil foliões. Além de centenas de pessoas nas alas de dança, bateria e bloco infantil. Para 2019, o bloco ainda conta com algumas vagas para as três alas. Os interessados devem enviar nome completo e telefone de contato para o e-mail baianasozadas@gmail.com. Qualquer um pode participar. Mas para integrar o time, é preciso disposição, dedicação e comprometimento dos batuqueiros para ensaiar. Além disso, o bloco pede aos participantes uma contribuição no valor de R$10,00 por ensaio. Eles se estenderão pelo mês de janeiro, em todos os sábados, dias 12, 19 e 26, de 09h às 14h na n’A Fábrica. O desfile do Baianas será na segunda, dia 4 de março.

Garotas Solteiras

O Garotas solteiras está com a bateria praticamente fechada. Isso porque durante o ano de 2018 ofereceu oficinas de musicalização e percussão para os ritmistas que mostraram interesse com antecedência. Mas ainda há algumas vagas principalmente para surdo de marcação. Para participar, os interessados deverão comparecer a todos os ensaios e ter o instrumento. O local ainda não foi definido. Para mais informações, acesse a página do facebook do bloco. Para quem não conhece, o bloco une todos aos estilos do pop à malemolência do carnaval e celebra a diversidade. Neste ano, homenageará Lady Gaga. O desfile será na segunda, dia 4 de março, às 13h. Em 2018, o bloco arrastou 65 mil pessoas e teve na bateria outras 300.

 

Ensaio do Funkyou – Foto: Paulo Colen / Divulgação

 

Funk You

Famoso por tocar Funk melody e pancadão, dos clássicos aos atuais, com bateria de escola de samba, o bloco Funk You comporta gente de todas as idades, sexo, raça e ideologias na bateria. Para integrar o time, os interessados devem fazer inscrição pelo site e pagar uma taxa de R$180. Tem vagas para tocar surdo de marcação e caixa. Não é preciso saber tocar o instrumento, apenas ter um e frequentar os ensaios, que serão aos domingos no Necup, de 15h às 17h. O desfile do bloco será na segunda feira de carnaval, dia 4 de março na Avenida Brasil.

Alô Abacaxi 

Inspirado na Tropicália, o Bloco Alô Abacaxi agita os foliões ao som de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Ben e outros artistas do movimento.  Em 2018, arrastou 50 mil pessoas e contou com uma bateria com 300 integrantes. Durante ano passado o bloco ofereceu oficinas para os interessados em integrar a bateria. Apesar de estar com a equipe fechada, o bloco ainda receberá interessados em compor a bateria, principalmente para surdo de marcação. Não é preciso contribuir com dinheiro. Para fazer parte do Alô Abacaxi, o músico tem que ir a todos os ensaios até o carnaval e ter o instrumento. Eles serão realizados aos sábados, às 16h, no viaduto Santa Tereza. O desfile do bloco será no domingo, dia 3, às 9h.

É o Amô

É o Amô é o primeiro bloco de sertanejo do carnaval de BH. Dessa forma, revive os clássicos de 80 e 90, tocados no ritmo do carnaval. Para tocar na bateria no bloco não há mais vagas, pois o bloco ofertou oficina para iniciantes no ano passado e em novembro já os ensaios gerais já começaram. Mas ainda há lugares para ala de dança. Para participar é preciso enviar e-mail para blocoeoamor@gmail.com, contribuir com uma quantia, a ser negociada com o bloco, e participar dos ensaios, aos sábados, e ter o instrumento. Serão cinco em janeiro e fevereiro em lugar a ser definido. É o Amô sairá nas ruas de BH no domingo, dia 3.

Continua após a publicidade...

photo

Agenda de lives da semana de 6 de julho

Como anda o seu hábito de ver lives? Continua na mesma intensidade? Pode ser até que não, mas fato é que os shows e espetáculos online chegaram para ficar. Por isso, toda semana destacamos aqui atrações para você conferir. O nosso critério é simples: o que cada um de nós da equipe gostaríamos que nossos […]

LEIA MAIS
photo

Adélia Prado: conheça a escritora homenageada no Prêmio Jabuti 2020

Poetisa, contista, professora e filósofa, Adélia Prado é um dos nomes mais importantes da literatura brasileira contemporânea. A escritora nasceu em Divinópolis e ganhou o Brasil com a sua prosa leve, coloquial e que trata de assuntos cotidianos com destaque para a voz feminina.  O reconhecimento veio de muitas formas, sendo uma delas as premiações. […]

LEIA MAIS
photo

Cinco razões para você não perder Rincon Sapiência em BH

De 6 a 8 de dezembro, Belo Horizonte será tomada pelo Descontorno Cultural e as primeiras atividades do Circuito Circuito Municipal de Cultura. Sendo assim, serão mais de 200 atrações gratuitas, de diferentes linguagens artísticas, que contemplam do público infantil ao idoso. Os 17 centros culturais da cidade serão ocupados além de outros espaços culturais. […]

LEIA MAIS
photo

Vinte: formandos do Cefart colocam performance e cartografia em diálogo

Da última fileira do teatro, o diretor e dramaturgo Marcio Abreu observa a encenação. Coça a barba, franzindo a testa. Do lado direito, está Rafael Lucas Barcelar. Do esquerdo, Lydia Del Picchia. Ambos diretores assistentes. Ao mesmo tempo em que o sorriso aparece no canto da boca, o nervosismo também aparece. Estão atentos e orgulhos […]

LEIA MAIS
photo

Música brasileira: quem vai permanecer de acordo com Chico César?

Quem na música brasileira vai continuar fazendo sucesso? Quem de novo vem por aí? E quem vai permanecer? Não é possível saber ao certo, mas dá para fazer apostas. Chico César, por exemplo, já tem as próprias apostas. Ele esteve em BH para arrasar no show de lançamento do novo disco durante o Festival de […]

LEIA MAIS
photo

Quero Arepas: um pedacinho da Colômbia em BH

Por Gabriel Lacerda Pense encontrar um lugar no qual só tenha música em espanhol, decoração típica da Colômbia, pessoas falando em castellano, cores da bandeira colombiana por toda parte, muitos sorrisos e um cheiro delicioso que te leva para dentro de um restaurante. Cada detalhe pensado para fazer o cliente sentir-se na Colômbia. A ideia […]

LEIA MAIS