fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Titane celebra 60 anos com série de lives e convida Zeca Baleiro, Chico César e Elomar

Artista inaugura a série de lives musicais “Titane em Casa”, que marca a celebração dos 60 anos da cantora

Por Jaiane Souza *

16/07/2020 às 20:00 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Luiza Palhares / Divulgação

Titane completa 60 anos em 21 de julho. Quem ganha o presente é o público. A artista vai fazer uma série de lives para celebrar seis décadas de vida. O que mudou aos 60 anos? A percepção da realidade e de si mesma. “Hoje eu permito que a realidade interfira nos meus planos de carreira. Antes eu não admitia, era uma luta grande para romper com os limites da adversidade”, conta a artista. Titane foi uma das convidadas do Show da Tarde, o programa do Culturadoria feito pelo Instagram. 

Nérie de lives, a cantora vai passear pela própria carreira e pela de artistas parceiros de Minas e do Brasil. A primeira, no dia 21 de julho, tem foco unicamente no próprio repertório, “são as coisas que estão me dando vontade de cantar”. Já a segunda, marcada para 28 de julho, versa sobre a obra de Zeca Baleiro. A terceira, em 4 de agosto, é a vez de se debruçar nas composições de Chico César. A última, encerrando a série vai ser realizada em 11 de agosto e Titane canta o repertório de Elomar. Serão canções gravadas no CD mais recente e outras inéditas. As transmissões se alternam entre o Instagram e o YouTube da artista. 

Transformações

Na conversa com Carol Braga, Titane contou que o marco para o entendimento dela sobre si aconteceu durante a menopausa, assunto que ainda é tabu, mas que para ela foi um divisor de águas. “Acho que eu entrei na maturidade. O corpo começa a faltar, mas você começa a descobrir uma coisa etérea. Pela primeira vez eu senti que existia corpo e alma”, conta. E Titane reforçou: é muito importante falar sobre a menopausa.

Ao longo dos anos, o olhar para a arte também amadureceu. “Hoje eu acho que a minha carreira não é só minha. Nós somos projeção da nossa cultura, ou seja, sou um produto meu e da minha cultura com todas as maravilhas e limitações”, comenta. 

Livro

Além da música, Titane está desenvolvendo um livro com foco na trajetória de João das Neves, diretor, dramaturgo e companheiro de Titane. “É um livro sobre a passagem do João por Minas Gerais”, explica. O objetivo é trazer informações e reflexões sobre a produção do dramaturgo nos quase 25 anos radicado no estado. A obra será composta por fichas técnicas, datas marcantes, textos assinados por pessoas que acompanharam o trabalho de perto e abordagens jornalísticas sobre os trabalhos que João das Neves fez em Minas. 

 

titane

Foto: Luiza Palhares / Divulgação

photo

Leônidas Oliveira fala do desafio das autoridades no setor cultural frente à pandemia

A cultura é um dos setores mais afetados pela pandemia do Coronavírus e amenizar esse cenário tem sido tarefa árdua para os artistas, agentes culturais e autoridades. Em Minas Gerais, Leônidas Oliveira foi nomeado Secretário de Estado de Cultura e Turismo no dia 13 de maio. Entrou no olho do furacão e tem pela frente […]

LEIA MAIS
photo

Morena Nascimento: “A arte é o olhar que você dá para as coisas e não as coisas em si”

Onde e como você enxerga a arte? Para os artistas, essa sempre foi uma reflexão presente. Agora, em momentos de isolamento social tem sido um desafio. A bailarina Morena Nascimento, por exemplo, participou do Show da Tarde, no Instagram do Culturadoria, e contou que no início estava aversa às lives, ficou em um momento de […]

LEIA MAIS
photo

Empreendimentos culturais surgem em BH na contramão da pandemia

Mais de R$ 100 bilhões. É o que deixará de arrecadar os setores da cultura e de eventos durante a pandemia. É o que aponta um levantamento realizado por João Luiz Figueiredo, coordenador do mestrado profissional em gestão de economia criativa da ESPM. Com cancelamentos e faturamento no zero, não é novidade que muitas empresas […]

LEIA MAIS