Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

The Bold Type: 5 motivos para ver a série

A série disponível na Netflix conta a história de três amigas que trabalham em uma revista chamada Scarlet
Por Fernanda Peixoto
The Bold Type. Crédito: Freedom
The Bold Type. Crédito: Freedom

Kat Edison, Sutton Brady e Jane Sloan compõem o trio de amigas protagonistas do The Bold Type. Juntas elas trabalham na Scarlet, revista feminina de moda, e enfrentam desafios e percalços na vivência de jovens adultas. A série entrou para a Netflix em 2021 já com quatro temporadas disponíveis. Por isso, viemos te contar o porque você deve adicionar o título na sua lista de séries para assistir e maratonar.

Personagens humanos

O primeiro ponto que a série surpreende é nos personagens. São extremamente humanos, apresentam defeitos, qualidades, emocionam e irritam. Tal característica vale também para os coadjuvantes. A série retrata as confusões, as infantilidades, os aprendizados e amadurecimentos, principalmente, de Jane, Sutton e Kat. Aliás que especial ver protagonistas tão gente como a gente. Inclusive, esse é um dos principais motivos para você ver The Bold Type.

Vida real

Desmistificando ainda o conto de fadas que geralmente produções cinematográficas carregam, a série é super vida real. Muitas coisas dão errado para as meninas, outras certo. Afinal, se The Bold Type entrega personagens humanas, a narrativa teria que seguir pela mesma linha. O enredo é muito satisfatório por ter altos e baixos e mostrar que nem sempre, mesmo se esforçando, as coisas saem como a gente quer. 

Amizade e lealdade

Outro ponto que encanta é a forte ligação entre as protagonistas. Mesmo sendo pessoas diferentes, Sutton, Kat e Jane se entendem e se desentendem, mas nunca perdem a lealdade uma com a outra. Talvez a maior história de amor que exista na série é entre elas. Finalmente, sem dramas de mulheres disputando os mesmos homens. Emily In Paris, título da Netflix, já mostrou que todo mundo está cansado desse tema. 

Temáticas relevantes

Seguindo toda essa lógica de vida real, The Bold Type se mantém como uma série leve, mas que introduz temas muito relevantes a cada episódio. A descoberta da sexualidade de Kat Edison, a mudança de carreira de Sutton e a busca de saúde por Jane, são apenas alguns dos pontos que a série traz. E é interessante ver como as temáticas vão se desenrolando de forma natural, sem termos aquela sensação de moral da história no fim de cada episódio.

Jornalismo impresso e digital

Esse último ponto, com certeza, deve interessar mais a quem é da área. Mas é um fato relevante na série. Por isso, vale apontar aqui a transição da revista Scarlet de impressa para digital. A adaptação dos funcionários, do próprio negócio e da chefia. A modernização do jornalismo, a contraposição de pessoas que são do digital com as do papel. Um conflito de gerações, a junção do melhor dos dois e a digitalização inevitável da publicação. Dá um ar de transição para a profissão, menos de um fim para um novo começo.

Em conclusão, esses são os pontos pelos quais você deve ver The Bold Type. Mas se nada disso te convenceu, vem pelos looks. As roupas da série são maravilhosas e cada personagem tem um estilo específico. The Bold Type vale para distrair sua cabeça e refletir sobre questões importantes.

The Bold Type. Crédito: Freedom
The Bold Type. Crédito: Freedom

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!