Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

EP ‘Só conheço o mar’, de Roberta Campos fala sobre amor, autoconhecimento e esperança

EP foi lançado em 11 de dezembro e é composto por cinco músicas. Culturadoria conversou com a artista para saber mais sobre o trabalho

Gostou? Compartilhe!

Não é possível ouvir Roberta Campos sem que sejamos cobertos por uma sensação de paz. Mais uma vez, o sentimento está presente. Agora, no novo EP Só conheço o mar, lançado em 11 de dezembro. O trabalho é resultado da concretização de reflexões e sentimentos da artista durante o período de quarentena. Dessa forma, ao todo, cinco músicas compõem o disco e falam de amor e liberdade. Além disso, a mensagem final é o título da faixa de encerramento e  um desejo de todo: Tudo vai ficar bem. 

Entretanto, antes de Só conheço o mar, Roberta Campos tinha outros planos. Todo o repertório do quinto álbum de estúdio da artista já estava preparado e seria o primeiro desde Todo caminho é sorte (2015). Com a chegada da pandemia, o processo foi interrompido e adiado para 2021. Assim, durante o isolamento, desenvolveu as composições que acabaram de chegar às plataformas de streaming. 

Novos elementos

À primeira vista, os fãs mais íntimos de Roberta Campos podem estranhar um pouco. Acontece que Só conheço o mar, explora uma nova sonoridade. Ou seja, conta com alguns arranjos de metais e instrumentos como hammond e flugel. Mesmo assim, é possível identificar claramente a artista que conhecemos, pois o violão característico de Roberta Campos e a MPB acompanha todas as faixas. Além disso, a voz suave e marcante, marca registrada da artista também está presente. 

só conheço o mar
Foto: Victor La Corte

É a primeira vez que Campos assina a produção de um EP, ao lado de Sergio Fouad. Em resumo, um trabalho para conhecer outras nuances de Roberta Campos, partindo do canto e violão já conhecidos, passando pela face de produtora e chegando em canções com roupagem diferente do tradicional da obra da artista. 

só conheço o mar
Capa do EP “Só conheço o mar”, de Roberta Campos. Foto: Victor La Corte

Temáticas

“Relatos das alegrias, dificuldades e nuances de um isolamento a dois e do isolamento em si mesma”, define Roberta. As duas primeiras músicas, Cada acorde é seu e Meu amor é seu, falam exatamente disso. Ou seja, de como o amor e o contato com o outro podem fazer esquecer o mundo por instantes. A segunda ganhou até videoclipe especial. Veja aqui.

As duas faixas seguintes, Sentinela e Me leva pra voar, é um mergulho dentro de si própria. Roberta Campos fala da relação consigo mesma, com o mundo exterior e sobre ir para outros lugares. A última, Tudo vai ficar bem, dá o recado final e uma faísca de esperança. Que assim seja, Roberta, que tudo fique bem mesmo!

A seguir você confere um bate-papo de Carol Braga com Roberta Campos.

 

 

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]