Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Silva: a renovação que a música brasileira merece

Por Thiago Fonseca *

12/11/2018 às 07:07 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto:Thiago Fonseca / Culturadoria

Já passava das dez horas da noite quando Silva surgiu no palco após o público gritar: “Silva, cadê você?”. Pela primeira vez em BH com a turnê do álbum ‘Brasileiro’, neste domingo, dia 11, o artista apresentou sua versatilidade ao público em um local em que talvez não fosse o mais adequado à sonoridade que propõe. O público, em geral, não se importou. Cantou junto o tempo inteiro.

Os portões do Distrital abriram às 17h, mas somente após às 22h é que a apresentação começou. Em resumo: a demora deixou muita gente impaciente já que Silva era o único show da festa Mamão com açúcar. Mas, fã que é fã, espera. O tempo foi recompensando pela qualidade musical mas, é preciso dizer: foi um show bem curto, de aproximadamente uma hora.

Assim que Silva entrou no palco ao som de ‘Nada Será Mais Como Era Antes’ o público foi ao delírio. Mesmo vindo a capital mineira divulgar seu quinto disco, lançado neste ano, Silva não apresentou todas as canções do álbum. ‘Brasil, Brasil’, por exemplo, ficou de fora. Entretanto, em contrapartida, cantou grandes sucessos dos seus outros quatro álbuns. Em ‘Júpiter’, canção homônima do seu terceiro disco, disse que tinha muito tempo que não cantava. Fez bonito e com emoção. Isso sem dizer das canções lançadas por Marisa Monte e regravadas por ele. O público se jogou na cantoria.

 

Continua após a publicidade...

 

Brasileiro

Silva não é de muitas palavras no palco. Suas letras dizem por só. Em entrevista ao Culturadoria disse estar muito feliz com a  turnê. “Já sabia que ia lidar com algo muito difícil, que é ter o nome Brasileiro em 2018. Muita coisa acontecendo. Lancei na época da copa e depois vieram as eleições. Muita gente discutindo tantas coisas, sendo assim as letras das canções do disco começaram a fazer um sentido diferente”.

O cantor revela que no lançamento as músicas eram apenas bonitas, mas com o tempo, as pessoas foram percebendo que haviam críticas sutis. “Além de entender a política a gente tem que entender que o avanço da sociedade em falar sobre política com amor envolvido é o papel da arte”. ‘Brasileiro’, quinto álbum de Silva, foi lançado em maio deste ano. Clique aqui e confira a reportagem que fizemos sobre.

Além de canções políticas e sutis, Silva traz na turnê amor e simpatia. Dessa maneira, o público responde bem. Não é à toa que o cantor revela ser a melhor turnê da carreira. Os motivos estão no retorno dos fãs e em uma fase mais madura que o artista diz viver. Pontos que Silva consegue transparecer ao público.

 

Foto: Thiago Fonseca / Culturadoria

 

Grandes sucessos

Estiveram no set list do show as canções ‘A Cor é Rosa’, ‘Fica Tudo Bem’, ‘Caju’ e outras. Silva se mostrou muito grato aos fãs e a carreira.

A simpatia dele também contagia. O que também roubou atenção no show, foi a presença do cantor Lulu Santos e do namorado na área reservada para convidados. Pedro Calais, vocalista da banda Lagum também esteve presente.

Em terras mineiras Silva não ficou muito. “Espero voltar a BH e conhecer os espaços e artistas da nova geração”, disse.

 

photo

Filarmônica recebe circo e divulga temporada 2019

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais divulgou a temporada 2019. Como já estamos acostumados, a programação – de alto nível – conta com uma diversidade de convidados nacionais e internacionais, e ainda, grandes concertos. Dessa forma, já é possível se programar até dezembro do ano que vem para não perder nada. Mas, enquanto 2019 não […]

LEIA MAIS
photo

Rose Brant lança primeiro disco ‘No Colo da Flor’

Aos 48 anos a cantora e atriz Rose Brant experimenta uma nova fase na vida. Após 30 anos de carreira, entre o teatro e a música, decidiu que era hora de lançar o primeiro disco. ‘No Colo da Flor’ chegou às plataformas digitais nesta sexta-feira (09/11), com oito canções inéditas, autorais e com participação de […]

LEIA MAIS
photo

Cercada de drag queens e depois de longo atraso, Xuxa faz plateia mineira viajar no tempo

Por Thiago Fonseca* Depois de anos sem realizar shows em Belo Horizonte, Xuxa, a eterna rainha dos baixinhos, aterrissou com sua nave na capital. Com bastante atraso – o show marcado para 22h não começou antes da 0h. Durante apresentação mineira do Xuchá, Chá da Xuxa, realizado no Km de Vantagens Hall a estrela relembrou […]

LEIA MAIS