fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Confira os destaques do show de Noel Gallagher em BH

Por espculturadoria

11/11/2018 às 11:33

Publicidade - Portal UAI
Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Por João Gabriel Batista

A espera acabou! Após 26 anos, Noel Gallagher enfim desembarcou em Belo Horizonte. E como não poderia deixar de ser, o ex-líder da banda Oasis trouxe na turnê Noel Gallagher’s High Flying Bird, tudo que havia de melhor para aqueles que apreciam a sua longa trajetória.

O show realizado no Km de Vantagens Hall, na noite deste 10 de novembro, encerra a passagem do músico inglês em terras brasileiras apresentando o disco Who Built the Moon, seu novo trabalho solo.

 

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

O público mineiro deu outro show  

Afirmar que o povo mineiro está entre os mais receptivos do país não é nenhuma novidade. Entretanto, o ineditismo da ocasião intensificou ainda mais o clima de apreensão. Esteve nítido antes mesmo das luzes principais se acenderem. O êxtase foi no momento em que Noel e os outros nove músicos tomaram suas posições no palco.   

O setlist pensado para a apresentação proporcionou uma viagem no tempo. A fórmula dessa sensação está na mescla entre músicas como Beautiful World, Holy Mountain e Heat of The Moment, singles de seu novo trabalho, com os clássicos Wonderwall, Don’t Look Back in Anger, Little by Little, verdadeiros hinos do Oasis, que foram cantados praticamente à capela pelos emocionados fãs da extinta banda de Manchester.

[youtube modulo=”2″]l4RmF6pHUWo[/youtube]

Além de cantarem durante todo o show, milhares de fãs prestaram diversas homenagens ao vocalista. O destaque fica para a grande quantidade de pessoas que vestiam as camisetas do uniforme do Manchester City já que é clube de futebol do coração de Noel.

 

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Nada de telões, a música disse tudo

 

Do ponto de vista técnico, o show de Noel Gallagher não apresentou nenhum tipo de recurso gráfico. Ou seja, não foi além do tradicional jogo de luzes. O seu grande trunfo é contar com uma banda excepcional. Dessa maneira, faz valer o melhor estilo “raiz” do rock inglês, entregando entrosamento, coesão e uma experiência sonora irretocável.

O outro destaque fica por conta da “persona” Noel Gallagher. O inglês de 51 anos prova em cada novo disco, que sua qualidade ainda lhe garantirá muitos anos de estrada. Sem abandonar o modo “turrão” de ser, o vocalista alternou entre momentos de extrema concentração e espontaneidade durante a noite.

 

Continua após a publicidade...

 

A mensagem final       

Seguindo a programação de passagem por terras brasileiras, a banda encerrou as três horas de show com a clássica All We Need Is Love, de John Lennon e Paul McCartney. Para alguns, aquela música é apenas mais um dentre tantos sucessos cantados na noite. Para outros, um conselho valioso. Principalmente para o povo de um país que vive tempos onde a intolerância está prestes a se tornar rotina.   

 

[youtube modulo=”2″]aH5Rt2PNK-A[/youtube]

 

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

photo

[PONTO DE ESCUTA] ‘Djalma não entende de política’ ignora crise e renova irreverência

Hard-samba progressivo pós-wagneriano. Oi? É assim que Djalma não entende de política, banda formada por André Albernaz, Carlos Bolívia, Carol Abreu, Drica Mitre, Fernando Feijão e Terêncio de Olveira se apresenta. É para entender? Claro que não. Irreverência é a marca do coletivo que desde 2011 se reúne para fazer música na vibe do sem […]

LEIA MAIS
photo

Manu Dias comprova maturidade no samba em primeiro disco

“Gosto desse lugar do samba como centro das atenções”, diz a cantora Manu Dias. Pois é assim, ocupando um nobre palco teatral, o Teatro Sesiminas,  que ela lança o primeiro disco da carreira, Sambadear. O show será nesta quinta (11/04). “Fico feliz em ver o samba nas periferias. É esse seu histórico. Mas eu gosto […]

LEIA MAIS
photo

Elza Soares vem a BH com show ‘Deus é Mulher’

Começa amanhã (09/04), as 12h, a venda de ingressos para a estreia do show ‘Deus é mulher’, de Elza Soares no Sesc Palladium, em BH. A apresentação está marcada para o dia 11 de maio e o preço dos ingressos varia de R$ 45 (meia) a R$ 150 (inteira). Elza  será acompanhada pela banda formada […]

LEIA MAIS
photo

Grupo Pigmalião cresce no exterior sem perder conexão com o Brasil

Curitiba – Não restam dúvidas: Pigmalião Escultura que Mexe é o grupo mais internacional da atualidade no teatro mineiro. Com todo merecimento. São 12 anos de trajetória e a cada espetáculo a companhia se apresenta a novos desafios. Detalhe: sem abandonar as montagens mais antigas, nem o Brasil. Muito menos os temas que precisam ser […]

LEIA MAIS
photo

Maria Cutia fará ‘Auto da Compadecida’ com direção de Gabriel Villela

O Maria Cutia é um dos grupos mais carismáticos de teatro de rua de BH. Ao longo da trajetória, a companhia sempre se desafiou e agora não será diferente. A nova empreitada é a montagem de Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, com a direção de Gabriel Villela. A estreia está prevista para Julho e […]

LEIA MAIS