fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Saiu o resultado do Rumos Itaú Cultural. Confira a lista! 

Onze projetos de Minas Gerais estão entre os 91 selecionados de todo o país

Por Carol Braga

16/12/2020 às 12:07

Publicidade - Portal UAI
Foto: Miguel Aun / Divulgação

O Itaú Cultural divulgou nesta quarta (16) os nomes dos contemplados no edital Rumos 2019-2020. Para esta 19ª edição foram selecionados 91 projetos do universo de  11.246 inscritos. Ou seja, 0,8%, percentual semelhante à edição 2017-2018. Entre os contemplados estão onze projetos mineiros das áreas de teatro, artes visuais, literatura, HQ e cinema. Serão investidos em torno de R$ 12 milhões. 

“Arte e cultura têm cumprido papel profundo de acolhimento das pessoas nesse momento tão difícil”, ressaltou Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural. Segundo ele, em função da pandemia o cancelamento do edital chegou a ser cogitado, mas a instituição decidiu continuar, apesar de todas as dificuldades, inclusive de seleção. 

Critérios

De acordo com o diretor, além dos critérios tradicionais de seleção relacionados à questão temática e artística, a comissão também levou em conta a capacidade da proposta de sobreviver a momentos de suspensão social, como estamos vivendo. Sendo assim, aqueles projetos que só poderiam ser realizados presencialmente não foram contemplados. Temáticas relacionadas a arte negra e indígena se destacaram.

O cineasta Joel Zito Araújo, que fez parte da comissão de seleção, destacou que, além da suspensão social que vivemos por causa da pandemia, o Brasil também enfrenta uma suspensão cultural. Apesar disso, se surpreendeu com o volume e a qualidade do material analisado. 

“Foi muito interessante encontrar esse país pulsante. Tenho certeza que quando sairmos desse momento de trevas vai ter muita coisa para desabrochar”, afirmou Joel Zito. “A capilaridade que o projeto atinge no Brasil é uma coisa única e muito rica”, ressaltou a atriz e diretora Lígia Cortez, que também fez parte da comissão de seleção. 

Processo

Os projetos foram avaliados por etapas. Na primeira peneira foram 40 avaliadores. As propostas tiveram quatro leituras de avaliadores diferentes. Uma delas era um especialista da área. Na fase seguinte, os pré-selecionados foram para análise da comissão final, composta por 23 profissionais. 

Segundo Eduardo Saron, todas as particularidades que marcaram o processo do Rumos 2019-2020 tendem a transformar bastante o próximo edital. “Certamente será muito diferente”, garantiu. 

Acesse aqui a lista completa

Confira os projetos mineiros selecionados

 

A descoberta do Brasil pelo traço de Nilson Azevedo (Carlos Wagner Costa Machado)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: HQ

 

Aã (Louise Marie Cardoso Ganz)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Artes visuais

 

Aberto pela aduana – O livro de artista (ENA)

Diamantina – Minas Gerais

Tema: Artes visuais

Recorte: Questão negritude

 

Ailton Krenak, a potência do pensamento rebelde (Núcleo de Cultura Indígena NCI)

Nova Lima – Minas Gerais

Tema: Literatura

Recorte: Questão indígena

 

Deriva Cartográfica (Yuji Kodato – Fotografia e Audiovisual)

Uberlândia – Minas Gerais

Tema: Artes visuais

 

Em memória das águas (Thiago Alfenas Fialho)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Arquitetura

Recorte: Questão urbana

 

O grito surdo das vozes silenciadas. (Roberto Freitas)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Arte e tecnologia

 

Portal Dramaturgia Contemporânea (Janela de Dramaturgia)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Teatro

 

Publicação do primeiro dicionário bilíngue Kaiowá-Português-Kaiowá (Assis

Benevenuto Vidigal)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Patrimônio e memória

Recorte: Questão indígena

 

Uma clínica de instantes inusitados – uma experiência inter-semiótica com a loucura

(Gilson Cesar da Silva)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Literatura

 

Yvy Pyte – Coração da Terra (NAPARAMA)

Belo Horizonte – Minas Gerais

Tema: Audiovisual/Cinema

Recorte: Questão indígena

 

Lançamento Rumos 2019-2020. Foto: Carol Braga/Culturadoria

photo

Mank: as impressões sobre o novo filme de David Fincher

Você já reparou que com alguns filmes a experiência depois que ele acaba chega a ser até melhor do que durante a projeção? Foi o que eu senti vendo Mank, o novo do diretor David Fincher, já disponível na Netflix.  São cerca de 130 minutos, em preto e branco, com muitos flashbacks. Tudo para contar […]

LEIA MAIS
photo

Entenda por que Dona Ivone Lara é fundamental na história do samba

Dama e rainha do samba. Dona Ivone Lara recebeu esses títulos pois foi a pessoa responsável por revolucionar a história da mulher no samba, que antes era praticamente inexistente. Só para exemplificar, ela foi a primeira mulher a fazer parte de uma ala de compositores de uma escola de samba e a ser reconhecida em […]

LEIA MAIS
photo

Impressões sobre “Cinco”, novo disco do Silva

Se tem uma coisa que Silva gosta – e faz muito bem – é transitar por diferentes gêneros musicais. Ele já foi do indie ao axé. Agora não é diferente. Em Cinco, quinto disco da carreira e sucessor de Brasileiro, lançado em dezembro de 2021, o artista passa pela MPB, Reggae, Soul, Ska, Bossa Nova, […]

LEIA MAIS