Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Rina Sawayama: quem é a cantora que se tornou destaque da nova geração do pop?

Gostou? Compartilhe!

Acumulando sucessos tanto na música quanto em outras áreas, conhecer Sawayama deveria estar nas prioridades de qualquer amante de música

por Caio Brandão | Repórter

A quantidade de nomes da música pop que apareceram nos últimos anos é enorme. Mesclando as propostas clássicas desse tipo de sonoridade com vários outros estilos como o techno e até mesmo o metal, Rina Sawayama se posiciona irrefutavelmente como um dos maiores destaques da nova geração. 

Rina Sawayama Foto Thurstan Redding
Rina Sawayama Foto Thurstan Redding

As constantes reinvenções ao longo do catálogo, somadas a visuais inovadores, fizeram com que a cantora conquistasse uma base de fãs em escala global. A ascensão meteórica de Sawayama continua, e está ficando impossível ignorá-la, mas como isso tudo começou?

Origens

Nascida em Niigata, no Japão, Rina se viu na iminência de uma mudança para o Reino Unido, ainda na infância, em decorrência do trabalho do pai. Entretanto, pouco depois seus pais se separaram, e isso, juntamente ao difícil processo de adaptação a um novo país, constituiu um contexto que foi fonte de inspiração nos álbuns lançados pela artista.

A carreira musical teve um início humilde, postando covers na esquecida rede social MySpace. Em 2013, colaborando com o produtor Hoost, lançou seu single de estreia “Sleeping In Walking”, colocando-a em evidência. Os esforços da cantora foram reconhecidos quando, em 2016, figurou na lista do The Fader de 13 artistas para conhecer em 2017, ano em que lançou o primeiro EP “RINA”.

Ascensão e afirmação

O EP estabeleceu a artista como uma estrela em formação, e a explosão era questão de tempo. Depois de um 2018 movimentado, o momento derradeiro chegaria. Assim, em 2019, o excelente álbum de estreia “SAWAYAMA” foi lançado, e, a partir dali, não havia mais volta. 

O trabalho foi instantâneamente aclamado pela crítica e pelo público, transformando-o em um clássico moderno. Basta ouvir os hits “XS” e “Comme des Garçons (Like The Boys)” para compreender o carisma musical contido na obra. Além disso, vale ouvir também a sombria “Akasaka Sad”, que possivelmente se posiciona como a melhor faixa do álbum.

A popularidade e a qualidade do projeto ainda renderam uma colaboração com Elton John. Em uma versão especial da música “Chosen Family”, o icônico cantor se juntou à Rina para performar um dueto que elevou ainda mais o status da produção.

“Hold The Girl” e a continuidade do legado

Após passar o ano de 2021 em turnê, Sawayama voltou seus esforços para o desenvolvimento de um novo álbum. Posteriormente, em maio de 2022, foi anunciado um novo trabalho da cantora, “Hold The Girl”, junto ao single “This Hell”. 

A escolha dessa faixa para ser o primeiro contato dos fãs com o novo projeto foi certeira. Trazendo influências do country, a música foi quase como um recado para o público: Rina não tem medo de experimentar, e estagnação não é uma opção. Sawayama raramente entrega o que se espera dela, também raramente erra, e é isso que a separa do resto.

“Hold The Girl” recebeu críticas positivas e a adoração dos fãs. Além disso, o projeto estreou como o terceiro álbum mais popular no Reino Unido, transformando Rina na primeira artista solo nascida no Japão a conquistar esse feito. Resta agora esperar atentamente o que o futuro reserva para a cantora e seus fãs.

Transcendendo a música

A representatividade asiática se tornou um aspecto que permeia a obra de Sawayama, podendo tanto ser um ponto de convergência, quanto algo a ser colocado em choque com o panorama cultural de um mundo globalizado. 

Algo indissociável dessa perspectiva é a sexualidade da cantora, que é bissexual e faz questão de deixar isso claro em suas falas e em algumas de suas músicas. Isso ajudou a construir uma base de fãs que preza pela inclusão e inspirou a autenticidade no público. Em 2019, Rina viralizou ao fazer um discurso no festival Summer Sonic, no Japão, no qual questionava a proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo no país, notório pelo conservadorismo.  

Sawayama também é graduada em política, psicologia e sociologia no Magdalene College, em Cambridge. Possui ainda trabalhos como modelo, e recentemente tem explorado mais a carreira de atriz, fazendo parte do elenco de John Wick 4: Baba Yaga.

Rina Sawayama é um talento arrebatador, e a tendência é que ela cresça mais e mais. Independente de qual seja a preferência por estilo que um amante de música possa ter, com certeza vale a pena prestar atenção na carreira da cantora.

Rina Sawayama Foto Thurstan Redding (1)
Rina Sawayama Foto Thurstan Redding

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]