Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

#rangonafavela promove visibilidade para comunidades de BH por meio da gastronomia, arte e turismo

Evento online ocorre nos dias 30 e 31 de janeiro com apresentação de pratos de duas cozinheiras do Alto Vera Cruz e do Aglomerado da Serra
#rangonafavela
Dona Dirce Pereira, Alto Vera Cruz. Foto: Sal Dias @salgafoto

Com objetivo de movimentar e apoiar cozinheiros e agentes da periferia, em 30 e 31 de janeiro, ocorre o #rangonafavela, uma iniciativa desenvolvida pelo Circuito Gastronômico de Favelas. O projeto foi criado já que o setor da gastronomia, assim como a cultura em geral, foi um dos mais afetados pela pandemia, principalmente na periferia.

Dessa forma, unindo comida, arte e turismo, dois eventos online serão transmitidos pelo YouTube. A apresentação do dia 30 é realizada no Alto Vera Cruz e conta com a participação da cozinheira Dona Dirce Pereira. Ela apresenta a receita da sua famosa feijoada. No dia seguinte, é a vez de Luci Soares, que apresenta o bolo de pote no Aglomerado da Serra.

As apresentações são conduzidas pelos artistas da cena musical belo-horizontina Kdu dos Anjos e Robson Batata. “São cozinheiras do Circuito Gastronômico de Favelas que têm estabelecimentos também nas comunidades. No #rangonafavela a gente faz uma visita a esses locais, eles fazem o prato e mostram a dinâmica como vêm trabalhando e se desenvolvendo desde o ano passado”, explica Danusa Carvalho. Ela é idealizadora e coordenadora Casulo Cultura, realizadora do Circuito Gastronômico de Favelas. 

Visibilidade e fomento das comunidades

Muito mais do que apresentar o prato das cozinheiras o #rangonafavela também é importante para manter a proximidade com os moradores. “O#rangonafavela é para estar perto, apoiando, dando a mão, construindo linguagem, divulgando essas pessoas e alimentando almas. Porque é muito difícil a pandemia na comunidade”, conta Danusa. Além disso, ela ressalta que, desde a realização do Circuito Gastronômico de Favelas online em 2020, vários cozinheiros recebem encomendas periodicamente. 

Roteiro turístico

Outra novidade é a apresentação do roteiro turístico das comunidades. Será feita uma abordagem da história do local, dos grupos artísticos, projetos sociais, espaços culturais, produtores, horta comunitária e gastronomia. Depois, o roteiro será transformado em um guia audiovisual que vai auxiliar e potencializar a visitação aos locais no fim da pandemia. Em resumo, é um tour por outras regiões de BH. Além disso, o percurso do roteiro recebe a plantação de árvores e grafites em um muro, feito por artistas locais. 

Serviço

[O QUE] #rangonafavela [QUANDO] 30 e 31 de janeiro 16h [ONDE] YouTube da Casulo Cultura 

30/01 – Alto Vera Cruz – Robson Batata e cozinheira Dona Dirce Pereira 

31/01 – Aglomerado da Serra – Kdu dos Anjos e cozinheira Luci Soares

#rangonafavela
Foto: Sal Dia @salgafoto

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!