fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Radiolaria lança novo disco mais maduro e poético

Por Thiago Fonseca *

22/08/2018 às 13:20 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Divulgada por RG Comunicação

Um disco que reflete bem a banda e o atual estado da Radiolaria. Essa é definição que Luiz Lobo, bateria e percussionista, dá ao novo disco. ‘Qualquer outra estação’ surge após quatro anos do primeiro disco ‘Vermelho’. Já nas plataformas digitais desde o mês passado o projeto será lançado em BH na quinta-feira, dia 23. Segundo Luiz, um disco mais maduro, com envolvimento de mais pessoas e influenciado pelo Clube da Esquina e pelo rock de outras épocas.

Desde a infância os amigos Felipe Barros (voz, violão, guitarra) e Felipe Xavier (voz e violão) já faziam parcerias. Entretanto, Radiolaria ganhou corpo mesmo em 2012. Surgiu com três integrantes. Hoje é um quinteto com formação um pouco diferente da primeira. Dessa forma, a atual conta com Felipe Barros, Felipe Xavier, Leonardo Laporte (teclados), Luiz Lobo (bateria e percussão) e Wagner Costa (baixo). Está assim desde o ano passado.

 

Foto: Caio Lírio / Divulgação

Continua após a publicidade...

 

Álbum poético

“O primeiro disco da banda foi lançado há quatro anos. Nossa banda cresceu e tomou novas formas. Sendo assim, sentimos vontade de ventilar. Trabalhamos em ‘Qualquer outra estação’ por dois anos. O projeto se diferencia do primeiro por trazer músicas mais maduras e arranjos mais elaborados. Um disco sincero, que reflete a realidade atual da banda e uma liberdade para falar o que pensa”, conta Luiz Lobo.

O processo de produção ‘Qualquer outra estação’ foi intenso. Os ares de Pará de Minas e Escarpas ventilaram as ideias dos cinco músicos e do produtor musical da banda, Marcelinho Guerra. Durante alguns momentos os integrantes do Radiolaria trabalharam nas músicas em sítios das cidades. De 25 canções, escolheram 10 para o disco. Todas autorais. Em resumo: cinco delas foram compostas por Luiz. As outras pelos outros integrantes, e por fim, algumas em conjunto.

“As letras do novo disco são variadas, mexem com alma e que oferecem um olhar suave, e por que não esperançoso, do cotidiano. Falamos, como por exemplo, sobre a temática mineira, amor e política. Um disco com uma temática leve e poética. Tomamos como influência o rock progressivo, space rock, Beatles, Clube da Esquina e outros”, pontua Luiz.

‘Qualquer outra estação’ será lançado na quinta-feira, dia 23, no Teatro de Câmara, no Cine Theatro Brasil Vallourec. Para o show o quinteto vai contar com as participações do guitarrista e produtor do disco Marcelinho Guerra e do percussionista Alexandre Horta. A banda promete inserções poéticas e performances mais maduras. Dessa maneira, a ideia é oferecer ao público uma experiência artística, e também estética, abrangendo música, poesia, cenografia e luz.

Ouça o disco ‘Qualquer outra estação’

 

 

[O QUE] Lançamento do disco ‘Qualquer Outra Estação’ da banda Radiolaria [QUANDO] 23 de agosto, às 20h [ONDE] Teatro de Câmara do Cine Theatro Brasil Vallourec – Av. Amazonas, 315, Centro – BH [QUANTO] R$ 25

 

Continua após a publicidade...

photo

Confira as dicas para o seu fim de semana: 19 de outubro

A presença de Roger Waters em BH não é a única atração de peso em nossa Culturadoria. Temos ainda, estreia do novo espetáculo do Grupo Galpão, musical sobre Chaplin e a estreia da biografia de Neil Armstrong. ROGER WATERS Apesar de ser freguês do Brasil, será a primeira vez que Roger Waters estará em Belo […]

LEIA MAIS
photo

Fã de Game of Thrones, Erasmo Carlos celebra o amor em show

Quando se pensa em Erasmo Carlos, é imediato vir à mente a imagem marcante do Tremendão, da Jovem Guarda, as correntes no pescoço, as fotos com Wanderleia e Roberto. Nada disso, até agora, liga a figura dele a Game of Thrones, né? Pois eis a revelação mais surpreendente desta entrevista. Erasmo Carlos não é só […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria para o seu fim de semana: 07 de julho

A sua Culturadoria especial com a programação cultural de BH está no ar. Se a aposta para o cinema é bastante previsível, tem muita coisa indie. O campeão dessa editoria é o MECAInhotim, evento multicultural que faz Jorge Ben Jor e Karol Conka dividirem a programação com uma série de palestras bem legais. Além disso, […]

LEIA MAIS