Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Quarta Kuir Tentáculos ocorre no mês do orgulho LGBTQUIA+ com programação artística e formativa

Edição online traz artistas de Minas Gerais, Brasil e da América Latina para uma programação diversa
Por Jaiane Souza
Quarta Kuir
Raul Nunnes participa, ao lado de Ronaldo Serruya da mesa performativa " Afetações poéticas e metáforas virais" no dia 16/06, às 17h. Foto: Andre Solano / Divulgação

Mesas performativas, laboratório criativo, residência artística, espetáculos, performances e shows musicais. Essas são as atrações que fazem parte da programação da Quarta Kuir, mostra permanente de artes LGBTQIA+, que estreia mais uma temporada online e gratuita neste ano. A proposta é uma programação que reforce a potência criadora dos corpos kuir. Sempre às quartas-feiras, o recorte curatorial busca elaborar em conjunto novos mitos e metáforas corporais e políticas. 

Para isso, ocorrem encontros e colaborações imprevistas. Ou seja, que compartilham novas práticas de vivências coletivas na atualidade e coloca os “tentáculos” de cada um nas transformações almejadas. O público pode acompanhar a transmissão ao vivo pelo site do evento e no site e no YouTube da Plataforma Beijo.

Programação

A programação completa com todos os detalhes está no site da Quarta Kuir. Na quarta-feira, dia 16 de junho, tem performance Derivar: A resposta fluiu da mente (diálogos sobre desobediência e cura), com Micaela Cyrino (SP), seguida de bate-papo. Por fim, a noite se encerra com o show Porque não tem Paquita preta?, às 22h com Simone Magalhães. Além disso, tem espetáculos, performances e debates sobre criação, diversidade, literatura e mais.

Quarta Kuir
Vulcanica Pokaropa realiza a performance Enquanto eu estiver, seguida de bate-papo. Foto: Nu Abe / Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!