fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Profissionais do audiovisual defendem capacitação para o setor

Elisa Tolomelli e Carlos Nagib participaram do Show da Tarde, revelaram novos caminhos do audiovisual e falaram de cursos que vão lançar

Por Thiago Fonseca *

23/07/2020 às 09:22 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Banco de Imagens Canva

Elisa Tolomelli é produtora audiovisual há mais de 30 anos. Carlos Nagib é presidente da ONG Contato, que é voltada também para o setor. O que ambos têm em comum é o desejo em ensinar e debater sobre as novas formas de produzir o audiovisual. Dessa forma, decidiram criar cursos de capacitação e qualificação.

O Produtor dos Novos Tempos é o nome do curso que Elisa lançará no próximo mês. Nas aulas on-line os alunos vão aprender na prática como produzir filmes e séries. “Esse curso vem porque o mundo está muito audiovisual. Isso vai desde do Tik Tok ao filme Dois Papas, da Netflix. O mercado está aí, e está crescendo, mas ele é para os capacitados. Tem que saber do processo e vender o próprio peixe”, comenta Elisa.

Ainda segundo ela, estudar produção é fundamental para quem quer trabalhar na área. “O diretor é parte fundamental do filme, mas ele não é o dono do projeto, e sim, o produtor. Todo mundo depende dele. É quem paga o salário, quem desenha a trajetória e planejamento do filme”. Elisa Tolomelli trabalha como produtora de cinema há 30 anos. Tem no currículo filmes como Central do Brasil, Cidade de Deus, Lavoura Arcaica e, mais recentemente, Maria do Caritó, com Lília Cabral.

As vendas do curso começam no dia 27 de julho. Contudo, nesta semana, tem pré-venda com 30% de desconto. Além disso, Elisa vai sortear nas redes sociais duas bolsas gratuitas. Por fim, os dois melhores alunos vão ganhar uma espécie de consultoria para projetos futuros.

 

Carlos Nagib, presidente da Ong Contato – Foto: Felipe Menhem / Divulgação

Ong Contato

Já a ONG Contato, celebra neste ano a maior idade – 18 anos – com internacionalização e cursos de direção e áudio para cinema. A instituição, sem fins lucrativos, localizada em Belo Horizonte, desenvolve trabalhos na área do audiovisual com jovens.

“Em fevereiro recebemos um grupo da Colômbia e o convite de expandir. Vamos trabalhar com jovens de periferia em Cali. Além disso, vamos lançar o segundo número da revista Elipse e começamos com segunda turma do Curso de Gestão de Negócios do Audiovisual e Cinema”, conta Carlos Nagib. A segunda turma começa no dia 18 de agosto. As inscrições podem ser feitas pelo site. Ao todo são 144 horas de formação.

O conteúdo abordará produção independente, distribuição, formatação, elaboração de projetos, produção executiva, negócios da TV no Brasil, entre outros temas. Fazem parte do corpo docente Carla Maia, Helder Quiroga, Igor Kupstas, Juca Ferreira, Júlia Nogueira, Mário di Poi, Mário Diamante, Minom Pinho e Tammy Weiss. “É preciso preparar as pessoas para o mercado”, reforça Nagib.

photo

O que a série Normal People tem para fazer tanto sucesso?

Não sei isso é normal, gente, mas logo depois de maratonar em um único dia os 12 episódios, de cerca de 30 minutos cada, de Normal People me deu uma saudade de Marianne (Daisy Edgar-Jones) e Connell (Paul Mescal). Foi estranho, reconheço. Mas talvez a conexão que os protagonistas conseguem estabelecer com o espectador explique […]

LEIA MAIS
photo

“História de avó é literatura pronta”, diz Júlia Medeiros, vencedora do Prêmio Jabuti 2019

Quando se fala em avó, o que vem à sua cabeça? Para muita gente, é sinônimo de afeto, doçura, compreensão e muitos mimos. “Quando estamos perto delas é como se a gente acionasse um botãozinho para um lugar que é mais doce e terno, outra dimensão”, reflete a escritora Júlia Medeiros. E justamente por pensar […]

LEIA MAIS
photo

Como começar a ler poesia na internet?

A poesia é um gênero literário que pode intimidar, causar receio e até ser rejeitado por algumas pessoas, já que tem muitas complexidades, estilos e formas. Mas o fato é que ela está em diversos lugares, como na música, no teatro, no cinema e também nas redes sociais. Vai dizer que nunca viu um verso […]

LEIA MAIS