fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Pabllo Vittar mostra poder no palco e reforça título de Rainha Drag em BH

Por Carol Braga

23/07/2017 às 17:43

Publicidade - Portal UAI
Show de Pabllo Vittar em BH. Crédito: Thiago Fonseca

Show de Pabllo Vittar em BH. Crédito: Thiago Fonseca

Por Thiago Fonseca*

O público respondeu sim! Gritou e cantou. Pabllo Vittar certamente é o que comunidade LGBT necessitava na representatividade musical. Não é à toa que a artista estrelou música com Anitta e Major Lazer. O show, com plateia um pouco tumultuada, começou tarde. Os fãs ficaram impacientes com a espera. Anseio só terminou quando Pabllo subiu ao palco às 02h30 e por lá ficou cerca de 50 minutos.

A cantora de 22 anos, conhecida como vocalista da banda do programa da Globo “Amor e Sexo”, até poderia ser uma novidade descartável, mas sua voz aguda incomum, que mesmo quando canta sobre amores, não deixa de rebolar, garante o caminho inverso.

Completo

Nada de pocket show de boate, de aperitivo para casa LGBT ou “meia-performance”. Pabllo tudo que seu público — e muitos curiosos — esperava e com muita humildade.

“Nêga” foi escolhida para abrir a noite. Seguida de “Corpo Sensual”, “Joia”, “Ele é o tal” e “Amante”. Antes de começar “Então vai” a cantora disse que requebra o bumbum mas tem sentimentos. “Não sou apenas um pedaço de carne”. Dedicou a música para quem está sofrendo por amor ou fez alguém sofrer.

Na introdução de “Indestrutível”, música mais dramática do disco, Vittar agradeceu a presença de todos e a boa energia. Disse ser encantada pelos belohorizontinos. “Todo dia” não fechou o show, mas animou o público bem no meio. A canção foi hit do carnaval e fez Pabllo estourar em todo o Brasil.

O videoclipe “Todo Dia”, chegou a marca de 19 milhões visualizações na internet, ultrapassando o clipe da canção “Sissy That Walk” da Drag americana RuPaul, que ocupava o posto até então. A música também alcançou o 3º lugar na lista Viral 50 Global do Spotify. Pabllo é considerada a Drag com mais visualizações no Youtube em todo o mundo.

Após o sucesso de “Todo dia” Pabllo seguiu com “Minaj”. “Sua cara”, a nova música gravada com Anitta e Major Lazer, foi a antepenúltima. Não teve um que não cantou.

“Oper bar”, uma das primeiras músicas a consagrar a Drag foi a penúltima. Ovacionada ao cantar “K.O”, música que encerrou a noite. O single em menos de 24 horas alcançou milhões de visualizações e fez com que a cantora ficasse em top1 do Youtube.

Pabllo é o apogeu da representatividade gay. As músicas mostram o espaço de luta LGBT e a mensagem de que as pessoas podem ser o que quiserem. Não é um repertório só divertido. É também político e que respeita as diferenças.

Show de Pabllo Vittar em BH. Crédito: Thiago Fonseca

SET LIST

Nêga

No Chão

Corpo Sensual

Joia

Ele é o tal

Amante

Então vai

Indestrutível

Todo dia

Minaj

Sua cara

Open bar

K.O

 

*Sob a supervisão de Carolina Braga

photo

Precisamos falar sobre feminismo: mostra gratuita destaca a força do cinema feito por mulheres

No início deste ano a notícia sobre o aumento do protagonismo feminino no cinema foi recebida com celebração. O cenário, no entanto, ainda é muito triste . Chega a ser irônico brindar o fato de 29% dos filmes no top 100 das maiores bilheterias americanas de 2016 terem sido protagonizado por mulheres. Não é tempo […]

LEIA MAIS
photo

Lenine leva ‘tecnologia do afeto’ para show em Inhotim

“Confesso que como cidadão nunca vi tanta falta de justeza”, desabafa Lenine. Assim mesmo, usando uma palavra que parece fora do lugar para falar sobre adequação. “É porque a justiça está banalizada. Isso gera um desencanto, essa cor sombria que o projeto ‘Em Trânsito’ tem”, justifica. É também por isso que ele abre o disco […]

LEIA MAIS
photo

Gruta encerra atividades em abril e intensifica programação de despedida

A Gruta, o espaço na Rua Pitangui, ao lado do Galpão Cine Horto, que nos últimos anos se firmou como ponto de encontro na noite alternativa de Belo Horizonte passará muito em breve por uma grande mudança. Português claro: da forma como conhecemos hoje a Gruta deixará de existir. O espaço é uma ocupação coordenada […]

LEIA MAIS