Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Conheça O Andarilho: bar no Mercado Novo que reinventou o jeito de tomar licor

No local são servidos coquetéis, shots e doses com 45 tipos de licores mineiros
Foto: Gustavo Andrade / Divulgação

Desde que se instalou no segundo andar do Mercado Novo, em dezembro, o Andarilho, tem feito o maior sucesso. Isso porque o estabelecimento é focado em licor. E mais: coquetéis preparados com a bebida. Algo diferente. Sendo assim, é o único do segmento em Belo Horizonte. São 45 licores que carregam sabores típicos de várias regiões de Minas.

A ideia de montar o bar veio dos sócios Gustavo Ávila e Rodrigo Ribeiro. “Morei um tempo na Alemanha e lá tem a cultura do licor em vários formatos em bares e restaurantes.  Achamos bem interessante e percebemos que em Minas teria espaço para algo parecido”, conta Gustavo

O ambiente é decorado como se fosse um armazém antigo com objetos que remetem à diferentes regiões do estado. Segundo Gustavo, assim como o nome, a decoração foi inspirada em Minas Gerais.  No Andarilho, a bebida é servida de três formas: coquetéis, que variam entre R$ 15 e R$ 16; os shots, que vão de R$ 8 a R$ 10; e as doses, que custam R$8. A degustação pode ser feita dentro do bar ou nos corredores do Mercado. A casa funciona de quarta a sexta-feira, das 18h à meia-noite; sábado, das 12h à meia-noite; domingo, das 12h às 18h.

Para todos os gostos

Os coquetéis são o trunfo do bar. São sofisticados e envolvem diversas iguarias. Como por exemplo, o Chá das Seis. Leva licor de 19 ervas aromáticas (Faria Lemos), licor de mexerica (Belo Horizonte), vodca (Betim), limão e hortelã (feira do Mercado Novo).  Tem ainda, o Gabriela e Sua Mula, que adiciona licor de cravo e canela (também de Betim) à receita do conhecido Moscow Mule.

Os shots aliam combinações exóticas de bebidas à beleza da apresentação que essa mistura provoca. São 33 opções divididas em relação à graduação alcoólica, indo desde os mais doces e leves (Banana Bread – licor de avelã, licor de banana, vodca e canela) aos mais fortes (Bola de fogo – Licor de curaçao blue, licor de frutas vermelhas e licor Red Bullet de abacaxi; Capetão do Mato – Licor de limão capeta, Licor de whiskey com canela, Rum e Tabasco).

Já as doses são servidas geladas em copos de 50 ml e o cliente tem a opção de escolher um acompanhamento. Tem queijo canastra com molho de jabuticaba, mix de frutas secas, mix de castanhas ou chips de banana. A carta de doses oferece 45 tipos e a ideia é que seja atualizada sazonalmente, sempre abrangendo todas as regiões do estado. E tem para todos os gostos: mais doces (Frutas Vermelhas), mais amargos (Ervas) ou mais viscosos (Pequi).

 

Ambiente é tematizado de acordo com a proposta do estabelecimento – Foto: Gustavo Andrade / Divulgação

O licor

O licor é uma maceração de álcool neutro de cereais ou outros destilados, com alta concentração de açúcar – cerca de 250 gramas por litro. Aperitivo ou digestivo, é normalmente consumido antes ou após a refeição, acompanhando um tira-gosto ou fazendo companhia a uma sobremesa ou café.

Um dos grandes objetivos da casa é se tornar referência e um local para o qual produtores de licores mineiros possam levar seus produtos, funcionando também como uma distribuidora da bebida. Nesse sentido, caso o cliente goste muito de um deles, também tem a opção de levar a garrafa para casa. Elas variam de R$ 27 a R$ 155.

[O QUE] Bar O Andarilho [QUANDO] Quarta a sexta, 18h às 24h; sábado, 12h ás 24h e domingo, 12h ás 18h [ONDE] Mercado Novo –  Av. Olegário Maciel, 742, Centro – BH – 2º andar, corredor 2, lojas 2015 e 2016

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!