Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

“O fagote em dois tempos”, é mais uma celebração dos 35 anos da Orquestra Sesiminas Musicoop em 16 de junho

Concerto é realizado às 20h e tem transmissão pelo canal do YouTube da Orquestra
O fagote em dois tempos
Foto: Rafael Motta / Divulgação

Dando continuidade às comemorações dos 35 anos de trajetória, a Orquestra Sesiminas Musicoop apresenta nesta quarta-feira, 16 de junho, o concerto O fagote em dois tempos. A apresentação integra a programação da série Sempre às Quartas e traz no repertório composições de Vivaldi e Villa Lobos. Além disso, conta com a participação dos solistas fagotistas convidados, Victor Morais e Francisco Silva. A regência e direção artística pertencem a Felipe Magalhães. A apresentação é no palco do Teatro Sesiminas, mas sem a presença do público. Entretanto, tem transmissão pelo canal do YouTube da Orquestra.

De acordo com Felipe Magalhães, o fagote se estabeleceu no período barroco da história como um instrumento de sopro muito usado por orquestras. Ainda assim, é pouco conhecido pelo público em geral. Dessa forma, os espectadores poderão conhecer a sonoridade do instrumento ao longo do concerto em duas obras de períodos e estilos distintos. Ou seja, em Vivaldi, o fagote aparece de forma mais tradicional, na região de sonoridade grave. Por outro lado, em Villa-Lobos, obra mais moderna, os músicos exploram o instrumento de maneira mais versátil, experimentando a parte aguda, menos utilizada. 

Repertório

A primeira parte da apresentação se dedica a Antonio Vivaldi com a execução da Sinfonia a Santo Sepulcro. A obra barroca foi composta em dois movimentos para cordas. Em seguida, a orquestra apresenta Concerto para Fagote em mi menor, também do período barroco.

A segunda parte da apresentação começa com o Prelúdio das Bachianas Brasileiras nº 4, de Heitor Villa-Lobos. As Bachianas foram escritas entre 1930 e 1945, formando uma série de nove obras que combinam elementos do folclore com a técnica de composição de Johann Sebastian Bach. Em seguida, a orquestra apresenta Ciranda das Sete Notas, também de Villa-Lobos. O compositor compôs para fagote e cordas, dedicada à segunda esposa de Heitor, Mindinha. 

Fagote em Dois Tempos ocorre nesta quarta-feira, dia 16 de junho, às 20h, pelo canal da Orquestra Sesiminas Musicoop no YouTube.

O fagote em dois tempos
Foto: Rafael Motta / Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]