Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Mostra Tiradentes em Cena é realizada de 19 a 22 de maio e homenageia Elisa Lucinda

A nona edição da mostra tem o afeto como temática e ocorre de forma 100% virtual com programação ao vivo, além de pré-estreias, espetáculos, oficinas, lives, cenas curtas e seminário. Todas as atividades são gratuitas.
Por Jaiane Souza
tiradentes em cena
Elisa Lucinda, homenageada da 9ª Tiradentes em Cena. Foto: Jonathan Estrella / Divulgação

De 19 a 22 de maio, o afeto dita o ritmo da programação da Mostra de Artes Cênicas Tiradentes em Cena. O evento ocorre de forma online, ao vivo e totalmente gratuito. A temática proposta neste ano leva para o palco os novos processos do fazer teatral, universos simbólicos, novas linguagens e ferramentas, reinvenção, expressão e novos territórios. Dentro de tudo isso, está a reflexão sobre como o afeto torna as pessoas mais humanas, bem como a arte, uma ferramenta fundamental de expansão e atravessamento de pessoas. 

Em 2021, a atriz e poeta Elisa Lucinda é a homenageada. Ela abre a mostra Tiradentes em Cena com uma apresentação ao vivo pelo Instagram. Além disso, apresenta o espetáculo A paixão segundo Adélia Prado no canal do YouTube. Por fim, encerra o evento com o recital inédito na Boca da Palavra. Ele nasceu da construção dramatúrgica por meio do mergulho poético da obra da artista. A apresentação do recital é em parceria com a atriz Geovana Pires. 

Programação variada

Assim como nas edições anteriores, um dos principais objetivos da Tiradentes em Cena é oferecer ao público uma programação ampla de gêneros. Entretanto, desta vez, isso ocorrerá em formato inédito para organização e público. Ou seja, serão encontros virtuais, seminários, rodas de conversas e oficinas que vão dar um panorama atual do cenário cultural.

Por outro lado, a curadoria trabalhou de forma a conseguir incluir grupos de lugares distintos e mais distantes, o que presencialmente seria mais difícil viabilizar devido à logística. Então, o ambiente virtual ajudou a ampliar a abrangência e o acesso à mostra. 

De Tiradentes para o mundo

Além da aproximação de lugares distintos, o evento começa a concretizar mais um sonho: a internacionalização da mostra. Essa ideia visa a criação de um polo de intercâmbio e difusão de obras e grupos. Sendo assim, em parceria com a atriz, diretora e coordenadora do Corredor Latinoamericano de Teatro, Carolina Correa, a mostra viabilizou dois espetáculos e uma roda de conversa com artistas de outros países. 

Em primeiro lugar, o espetáculo Devil, de Buenos Aires, com direção de Sergio Albornoz. Ele conta histórias de violência na vida de cinco mulheres. No espanhol No Fi, dirigido pelo argentino Mauro Molina, são tratadas questões da sociedade atual. O bate-papo é sobre os possíveis caminhos e desafios da internacionalização das artes cênicas nos festivais brasileiros. 

Demais atividades

Além das apresentações teatrais, o Tiradentes em Cena conta com a residência artística de Criação Autoficcional Sensorial, conduzida pela diretora e atriz Carolina Correia. Tem também o festival MUND’AUMA, da Gira GIRA – Grupa de Investigação e Reflexão em Arte, que apresenta criações artísticas dos residentes de 2020 e 2021. 

Além disso, o Sesc Minas também participa com o Ciclo de Capacitação Sesc Tiradentes em cena, com rodas de conversa, workshop e oficina. Os principais assuntos são temas atuais, como a cultural e o turismo em tempos de isolamento social, plataformas virtuais e o teatro etc. 

É claro que não poderia faltar os espetáculos propriamente ditos. Ao todo, 20 peças de vários gêneros integram a programação. Elas ocorrem em diferentes plataformas, como Instagram, Zoom e YouTube, para aumentar a diversidade da experiência virtual. No site da mostra você encontra a programação completa com dias, horários e link para exibição.

tiradentes em cena
Foto: @odantas / Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!