Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Confira cinco produções sobre moda para ver no streaming

Gostou? Compartilhe!

O universo da moda norteia várias produções, incluindo as de cunho biográfico, como “The New Look” e “Cristóbal Balenciaga”

Patrícia Cassese | Editora Assistente

São vários, os reality shows sobre moda disponíveis nas plataformas de streaming. No entanto, para aqueles que estão procurando narrativas seriadas sobre este universo, opções também não faltam. Só para se ter uma ideia, nada menos que duas iniciativas já estrearam este ano: “The New Look” e “Cristóbal Balenciaga”. Esta última, já diz a que veio a partir do título: mostrar a trajetória do estilista espanhol, falecido em 1972. Já a primeira se debruça sobre a ascensão de Christian Dior, vivido pelo ator Ben Mendelsohn. No elenco também está a diva francesa Juliette Binoche, como Chanel.

Inspirado em fatos históricos, que fazem um amálgama entre política e moda, "The New Look" está na Apple TV (Divulgação/Apple TV)
Inspirado em fatos históricos, que fazem um amálgama entre política e moda, "The New Look" está na Apple TV (Divulgação/Apple TV)

Tal qual, também há outras séries com viés biográfico, como “Girlboss”, que é baseada no livro “Girlboss: a Inspiradora História da Executiva de 100 Milhões de Dólares, CEO do Site Nasty Gal”. Assim, narra o nascimento da marca de Sophia Amoruso, que começou a trajetória de sucesso dando uma bossa a uma roupa comprada em brechó. Já na esfera ficcional, para quem quiser bom entretenimento, uma boa dica é “Sobrevivendo em Grande Estilo”, que está na Netflix. A produção é protagonizada pela carismática Michelle Buteau.

Saiba mais sobre essas iniciativas.

“The New Look” (Apple TV)

Série de Todd A. Kessler que estreou em fevereiro deste ano. O elenco é encabeçado por Ben Mendelsohn, como o estilista Christian Dior, bem como pela francesa Juliette Binoche, como Coco Chanel. Uma curiosidade: Mendelsohn está no cast de “The Outsider”, série que, embora tenha estreado em 2020, e angariado boa audiência à época, curiosamente está bombando agora. Ambientado durante o período da ocupação nazista de Paris, no bojo da Segunda Guerra Mundial, a série “The New Look” recorta um momento da vida de um ícone da moda, o citado Dior.

Foto do elenco principal da série "The New Look", disponível na Apple TV (Divulgação do streaming)
Foto do elenco principal da série “The New Look”, disponível na Apple TV (Divulgação do streaming)

Assim, mostra Dior ganhando destaque no mundo da moda, enquanto, na contração, o poderio de Coco Chanel é colocado em risco. Do mesmo modo, outros estilistas rivais de Dior também aparecem na trama, como Pierre Balmain (Thomas Poitevan) ou Cristóbal Balenciaga (Nuno Lopes). O elenco é para se tirar o chapéu. Além de Mendelsohn e Binoche, traz Maisie Williams (a Arya Stark, de “Game of Thrones), bem como John Malkovich, Glenn Close, Emily Mortimer e Claes Bang.

“Cristóbal Balenciaga”

A série “Cristóbal Balenciaga”, criada por Lourdes Iglesias, Aitor Arregi, Jon Garaño e Jose Mari Goenaga, estreou em janeiro deste ano, no Star+/Disney+. Estrelada por Alberto San Juan, traz apenas seis episódios, que perpassam a trajetória desta figura emblemática da moda. Balenciaga nasceu em Getaria, no País Basco/Espanha, em 1895, e faleceu em 1972. A produção seriada se estrutura a partir de entrevistas concedidas por ele à jornalista Prudence Glynn (vivida por Gemma Whelan), que é editora de moda do britânico “The Times”.

Estrelada por Alberto San Juan, "Cristóbal Balenciaga" tem apenas seis episódios (Star+)
Estrelada por Alberto San Juan, “Cristóbal Balenciaga” tem apenas seis episódios (Star+)

Confira, abaixo, o trailer

“Girlboss” (Netflix)

A série, disponível na Netflix, foi lançada em 2017, e teve apenas uma temporada – inicialmente, deveria se estender, mas foi cancelada. Uma pena, porque fala, de forma divertida, sobre temas bem atuais, como o upcycling (no caso, de moda). Para muitos, a iniciativa não engatou por falta de carisma de alguns atores – bem, questão de opinião. Primeiramente, vale dizer que trata-se de uma obra baseada em fatos reais: a investida da norte-americana Sophia Amoruso, fundadora da loja virtual Nasty Gal. Na série, ela ganha o nome de Sophia Marlowe, e é encarnada por Britt Robertson.

Britt Robertson e Ellie Reed em cena da minissérie "Girlboss" (Netflix/Divulgação)
Britt Robertson e Ellie Reed em cena da minissérie “Girlboss” (Netflix/Divulgação)

Ela é uma espécie de loser, até ter a ideia de customizar uma peça de roupa adquirida em brechó. Logo, se dá conta de que há potencial para comercializar itens assim, o que, no avançar dos capítulos, vai fazendo no eBay. E o sucesso vai num crescendo. Destacamos, no elenco, a presença de Melanie Lynskey (que, por seu turno, é contrária à modificação de roupas antigas), da foférrima Ellie Reed (melhor amiga de Sophia) e de RuPaul, que aparece em cenas bem divertidas.

“Sobrevivendo em Grande Estilo” (Netflix)

Na comédia dramática, Michelle Buteau vive a estilista de moda Mavis Beaumont, que, logo no início, flagra a traição do namorado, o que a leva a um ponto de virada. A cereja do bolo é que a série tem um elenco formado 99% por pessoas negras, como Michelle. Não é que o racismo esteja em discussão o tempo todo, mas sim, ele aparece em muitas cenas gerando discussões muito profícuas. Como quando Khalil (Tone Bell), amigo de Mavis, pinta a parede externa de um estabelecimento e é inquerido por uma mulher branca, que de pronto o coloca em suspeição.

Cena de "Sobrevivendo em Grande Estilo" (Netflix/Divulgação)
Cena da personagem Mavis na divertida série “Sobrevivendo em Grande Estilo” (Netflix/Divulgação)

Outros temas na ordem do dia também são abordados em cena, como a gordofobia. O mais legal de tudo é a autoconfiança que Mavis exibe em cena, e que se espraia de modo muito admirável para o espectador. No mais, a trilha sonora é muito boa. E o que dizer de ambientes como o apartamento de Khalil, cuja decoração dá vontade de replicar inteira? Ou dos looks bafônicos da belíssima India (Anissa Felix)? No frigir dos ovos, pode até não mudar a vida de ninguém, mas é um entretenimento bacana com bons ganchos para reflexão.

“Halston”

A série é baseada na vida do designer de moda norte-americano Roy Halston Frowick, ou simplesmente Halston, que, na tela, é vivido pelo ator escocês Ewan McGregor. O calço é a biografia “Simply Halston” (1991), de autoria do norte-americano Steven Gaines. O roteiro é de Sharr White, enquanto a direção ficou a cargo de Daniel Minahan. A narrativa dá bastante ênfase à grande amizade deste ícone da moda, que faleceu em 1990 (vítima de complicações provocadas pelo vírus do HIV), com a cantora e atriz Liza Minelli (vivida por Krysta Rodriguez, atriz e cantora). Tal qual, ao emblemático Studio 54, onde nomes como Andy Warhol, Bianca Jagger e Mick Jagger batiam ponto.

O ator irlandês Ewan McGregor em cena de "Halston" (Netflix/Divulgação)
O ator irlandês Ewan McGregor em cena de “Halston” (Netflix/Divulgação)

Aliás, um dos episódios narra, ainda que de maneira adaptada, o trágico incidente por lá ocorrido, quando um corpo foi encontrado nos tubos de ventilação da casa noturna. Outra amizade mostrada na série é a que foi firmada com a designer de joias Elsa Peretti (Rebecca Dayan). Foi ela, aliás, quem criou o famoso frasco do perfume lançado por Halston, que virou um hit. Disponível na Netflix (confira, abaixo, o trailer)

.

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]