fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Maria Bethânia faz show em BH dia 23 de novembro. Ingressos à venda!

Os valores das entradas variam de R$ 125 a R$ 600. O show Claros Breus será no Grande Teatro do Palácio das Artes

Por Carol Braga

23/08/2019 às 14:08

Publicidade - Portal UAI
Maria Bethânia. Foto: Murilo Alvesso/Divulgação

Quem já viu Maria Bethânia no palco de um teatro, sabe a potência que é. Ou seja, a qualidade será inquestionável. A questão, no entanto, está bem mais no campo econômico do que nos desejos. A baiana faz show em Belo Horizonte no dia 23 de novembro com ingressos na plateia A1 do Palácio das Artes vendidos a R$ 600 (inteira) e R$ 300 (meia).

Curiosamente, até a tradicional categorização dos preços mudará um pouco. Os valores são: plateia A1, R$ 600; A2, R$ 550; B1 R$ 450; B2 R$ 350; Superior 1, R$ 300 e R$ 250 no superior 2. Estes preços são de inteira.

Claros Breus

Antes de iniciar a turnê, Maria Bethânia fez uma série de apresentações mais intimistas para testar o repertório. No início de agosto, estreou a turnê de Claros Breus em São Paulo. Como de costume, é um setlist bastante extenso. Entre as novas canções, composições de Adriana Calcanhotto (A flor encantada) e Chico César (Águia Nordestina).

A direção do espetáculo é Bia Lessa, uma colaboradora frequente da cantora. Ela está acompanhada por Marcelo Galter (piano), Carlinhos Sete Cordas (violão), Jorge Helder (contrabaixo), Pretinho da Serrinha e Luisinho do Jejê (os dois na percussão).

Ela divide o show em dois atos, com 37 músicas no total. Começa com Pronta pra cantar (Caetano Veloso, 1990), e termina com O que é o que é (Gonzaguinha, 1982). Entre elas, passa por Lenine, Renato Teixeira, Chico Buarque, Angela Ro Ro, Guilherme Arantes, Jards Macalé e muitas outras.

Serviço

[O QUE] Maria Bethânia [QUANDO] 23 de novembro, 21h [ONDE] Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – BH – (31) 3237-7250 [QUANTO] Plateia A1: R$ 600 (inteira) e R$ 300 (meia); Plateia A2: R$ 550 (inteira) e R$ 275 (meia); Plateia B1: R$ 450 (inteira) e R$ 225 (meia); Plateia B2: R$ 350 (inteira) e R$ 175 (meia); Plateia Superior 1: R$ 300 (inteira) R$ 150 (meia); Plateia Superior 2: R$ 250 (inteira) e R$ 125 (meia)

[COMPRE AQUI]

Confira abaixo o repertório de Claros Breus.

 

Foto: Tomás Rangel

 

Ato I

1. Pronta pra cantar (Caetano Veloso, 1990)
2. Drama (Caetano Veloso, 1972)
3. A flor encarnada (Adriana Calcanhotto, 2019) – música inédita
4. O universo na cabeça do alfinete (Lenine e Lula Queiroga, 2015)
5. Sangrando (Gonzaguinha, 1980)
6. Juntar o que sentir (Renato Teixeira, 2001)
7. De todas as maneiras (Chico Buarque, 1978)
8. Pernas (Sérgio Ricardo, 1960)
9. Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Carlos Guinle, 1951)
10. Gota de sangue (Angela Ro Ro, 1979)
11. Lama (Paulo Marques e Aylce Chaves, 1952)
12. Sampa (Caetano Veloso, 1978)
13. Anjo exterminado (Jards Macalé e Waly Salomão, 1972)
14. Cobras e lagartos (Sueli Costa e Hermínio Bello de Carvalho, 1975)
15. A beira e o mar (Roberto Mendes e Jorge Portugal, 1984)
16. Gente (Caetano Veloso, 1977)
♪ Carcará (João do Vale e José Cândido, 1965) – interlúdio instrumental com a banda

Ato II

17. Brincar de viver (Guilherme Arantes e Jon Lucien, 1983)
18. Grito de alerta (Gonzaguinha, 1979) + texto
19. Olhos nos olhos (Chico Buarque, 1976)
20. Evidências (José Augusto e Paulo Sérgio Valle, 1989)
21. Da taça (Chico César, 2015)
22. Yayá Massemba (Roberto Mendes e José Carlos Capinam, 2003)
23. Sinhá (João Bosco e Chico Buarque, 2011)
24. História pra ninar gente grande (Tomaz Miranda, Deivid Domênico, Mama, Márcio Bola, Ronie Oliveira, Danilo Firmino e Manu da Cuíca, 2018)
25. Caipira de fato (Adauto Santos, 1997)

26. Águia nordestina (Chico César, 2019) – música inédita
27. Sonho impossível (The impossible dream) (Joe Darion e Mitch Leigh, 1965, em versão em português de Chico Buarque e Ruy Guerra, 1972)
28. Luminosidade (Chico César, 2019) – música inédita
29. Tocando em frente (Almir Sater e Renato Teixeira, 1990)
30. Sete trovas (Consuelo de Paula, Rubens Nogueira e Etel Frota, 2009)
31. Rosa dos ventos (Chico Buarque, 1970)
32. Músicas, música (Roque Ferreira, 2019) – música inédita
33. Imagens (Sueli Costa sobre poema de Cecília Meireles)
34. Bar da noite (Bidu Reis e Haroldo Barbosa, 1953)

Bis:

35. Purificar o Subaé (Caetano Veloso, 1981) /
36. Encanteria (Paulo César Pinheiro, 2007)
37. O que é o que é (Gonzaguinha, 1982)

 

Leitores do Culturadoria tem 10% de desconto nos ingressos para o show de Arnaldo Antunes

photo

Arnaldo Antunes vem aí! Leitor do Culturadoria tem desconto para o show

Setembro tem Arnaldo Antunes em BH. E o melhor: os leitores e seguidores do Culturadoria tem 10% de desconto para conferir o show. Ele chega acompanhado do RSTUVXZ Trio para uma apresentação que mistura samba e rock. Bom, o que não falta à carreira de Arnaldo Antunes é referência em diversos gêneros, musicais e literários. […]

LEIA MAIS
photo

Janela de Dramaturgia 2019 intensifica tom político

Fomentar, valorizar, divulgar e pensar a nova escrita teatral brasileira. Esses são os principais objetivos da mostra Janela de Dramaturgia, que é realizada anualmente em Belo Horizonte. A edição de 2019 vai ser diferente. Chamada de Edição Manifesto, busca discutir a situação política e social atual do Brasil. Para que isso ocorra as reivindicações das […]

LEIA MAIS
photo

Design italiano é tema de mostra na Casa Fiat de Cultura

Carros, sofás, luminárias, utensílios domésticos, esculturas. Você pode até não perceber mas a sua vida é rodeada de desing. Por toda parte. É justamente de objetos pensados para um uso cotidiano e que depois se transformaram em arte que é feita a exposição que ocupa a Casa Fiat de Cultura até 03 de novembro. A […]

LEIA MAIS