fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Conheça “Lupin”, série Top 10 da Netflix com narrativa envolvente e surpreendente

Série figura no top 10 da Netflix e já ultrapassa Bridgerton e de O Gambito da Rainha em número de visualizações

Por Jaiane Souza *

22/01/2021 às 11:37 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Lupin. Crédito: Netflix / Divulgação

Procurando uma série que te prende do começo ao fim, com história envolvente e com surpresas no roteiro? Pois veja Lupin! A parte 1 da produção estreou no dia 8 de janeiro na Netflix e se tornou a primeira série francesa a entrar no Top 10 das mais assistidas na plataforma em vários países. Lupin é estrelada por Omar Sy no papel de Assane Diop. Ele é um imigrante senegalês em Paris que deseja vingar a morte do pai acusado de roubar um colar quando o filho ainda era adolescente. Mas não é um colar qualquer e sim o que pertenceu à Maria Antonieta. Entretanto, para colocar o plano em ação, ele se torna o Arsène Lupin do século XXI. O personagem faz parte de uma série de livros de Maurice Leblanc, um ladrão extremamente inteligente e expert em disfarces. 

Arsène Diop ganhou um dos livros de presente do pai quando ainda era criança e se nos passos da história para provar a inocência do projenitor. Mas por que esta é uma história que vem cativando tanta gente? Aqui vão alguns motivos.

 

A narrativa

Sabe quando o personagem é tão cativante que, mesmo cometendo um crime e contrariando nossos princípios, nós ficamos do lado dele? Como em La Casa de Papel, lembra? É exatamente o que ocorre em Lupin. Mesmo o protagonista roubando o colar no Louvre, um dos museus mais célebres do mundo, o background da história nos faz torcer por ele. Isso porque, a joia pertence aos Pellegrini, uma poderosa e influente família da qual o patriarca foi responsável por incriminar o pai de Assane. Dessa forma, ele ficou sozinho na cidade, vivendo em um abrigo e tendo que lidar com a verdade imposta de que a sua única referência era um bandido. 

Enfim adulto, Diop desenvolveu e adquiriu a sagacidade do personagem principal do último presente que recebeu do pai, um romance de Lupin. Sendo assim, a partir do momento em que ele rouba o colar no Louvre, começa um verdadeiro jogo de gato e rato entre ele, a polícia e os poderosos Pellegrini. Mas, o que eles não entendem é que o plano é muito mais profundo do que parece. 

Omar Sy

A história complexa e dramática tem vários refrescos. Um deles é a relação de Diop com o filho e com a ex-companheira e melhor amiga Claire (Ludivine Sagnier). Entretanto, o talento e carisma de Omar Sy é o que mais se destaca. Ele é um ator excepcional! Ao mesmo tempo em que dá o drama e a carga que o seu personagem carrega, consegue ser leve e irreverente. Só para exemplificar, em uma cena de flashback de um dos roubos do personagem, ele usa da simpatia para convencer a dona de uma butique a lhe dar os itens mais caros do local. A desculpa é a de que ele é policial e vai levá-los para “ficarem em segurança” na delegacia. 

Omar ficou conhecido pelo papel no filme Intocáveis, no qual interpretou um jovem responsável por cuidar de um milionário tetraplégico. No longa já ficou evidente essa habilidade de associar leveza ao drama. 

Questões sociais

Um ator negro protagonistas de uma das séries mais vistas da Netflix representa muito. Mas a discussão de raça e classe também está dentro da trama. A começar pelo fato de Assane Diop ser imigrante e viver à margem desde sempre. Além disso, o racismo fica evidente em vários momentos. O primeiro e principal deles é quando o pai é condenado pelo roubo da joia mesmo sem provas, coisa que costumamos ver bem perto de nós. 

Vale destacar, ainda, que a narrativa em si, do meio em diante, dá uma esfriada, mas é uma estratégia importante para entender e amarrar a história. Se você já viu, adorou e ficou órfão no fim e já está ansioso pela segunda temporada, o Omelete fez uma lista de cinco séries para quem amou Lupin. Confira aqui.  

 

Lupin

Lupin. Crédito: Netflix / Divulgação

photo

4ª Semana da Visibilidade Trans e Travesti de BH é realizada de 22 a 29 de janeiro

29 de janeiro é o Dia Nacional da Visibilidade Trans e Travesti. E para celebrar a data, de 22 a 29 de janeiro, ocorre na capital mineira a 4ª Semana da Visibilidade Trans e Travesti. O evento foi criado há cinco anos e tem objetivo de destacar as vivências dessas pessoas e sensibilizar a população […]

LEIA MAIS
photo

Cinco artistas independentes e lado B que você deveria conhecer

Não é novidade nenhuma que a música brasileira é uma das mais diversas do mundo. Mas o que você anda ouvindo de novidade? Frequentemente nos deparamos com artistas do rap, funk, MPB, sertanejo e vários outros estilos que não conhecíamos e dão uma cara nova para a música. Então, destacamos cinco artistas independentes e do […]

LEIA MAIS
photo

Bolinho encontra Van Gogh em novo mural em Ribeirão das Neves

Ele já esbanja alegria pelos muros de BH. Podemos até dizer que é uma celebridade. “Tem gente que pára o carro no trânsito para tirar uma foto”, conta a grafiteira Maria Raquel. A criadora do famoso grafite do Bolinho, claro, fica super feliz. Ainda mais com a constante expansão do trabalho.  Maria Raquel acaba de […]

LEIA MAIS