fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Segunda edição do livro “Os Chicos” é lançada em seminário em BH

Por Thiago Fonseca *

21/03/2018 às 17:25 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Divulgação / Mira Assessoria

As histórias de Franciscos e Franciscas escritas no livro “Os Chicos”, do fotógrafo Leo Drumond e o escritor Gustavo Nolasco ganharam uma nova edição. Eles são pessoas que vivem as margens do rio São Francisco e tiveram as vidas registradas  na obra que chega à segunda edição. A primeira impressão estava esgotada. O lançamento será durante seminário “O rio São Francisco me contou”, no Campus Estoril do UniBH, nesta quinta-feira, dia 22, às 19h. A entrada é gratuita.

Na nova edição, os autores optaram por não interferir no conteúdo publicado há dois anos. Apenas algumas informações foram atualizadas e a caixa remodelada. Agora, ela faz uma homenagem ao personagem Zé Francisco, morador da região do Mirante do Talhado, em Alagoas. Os prefácios desta edição ficaram a cargo do escritor mineiro Fernando Morais e do fotógrafo Eugênio Sávio.

Durante o seminário, os autores falarão sobre a transformação que o rio sofreu dez anos depois da expedição. Ainda debaterão sobre a religiosidade, a relação do ser humano com a água, a decadência do rio, questões sociológicas e reflexões sobre as histórias dos personagens com a geografia do São Francisco. Questões técnicas e da construção da obra também serão abordadas no evento.

 

Foto: Leo Drumond / Divulgação

 

“Lançar esse livro foi uma das melhores realizações da vida. Foi incrível perceber a diversidade cultural e da formação do povo brasileiro ao longo de um rio. O São Francisco vai muito além das suas belezas físicas, da sua geografia intrigante. Ele é um lugar surreal onde tradição e modernidade convivem, muitas vezes em conflito. Relançar a obra é um simbolismo grande, pois é muito difícil produzir um livro no Brasil”, conta Leo Drumond.

Neste ano completa-se uma década do início da expedição dos autores. Durante os dez anos da concepção até a publicação, os autores mantiveram contato com as pessoas; revisitaram trechos do rio e foram testemunhas da transformação física, social e cultural do “Velho Chico” e de suas comunidades ribeirinhas.

 

 

Escritor Gustavo Nolasco e o Fotógrafo Leo Drumond, autores do livro “Os Chicos” / Foto: divulgação – Mira Assessoria.

O LIVRO

“Os Chicos” narram histórias de pessoas com o mesmo nome do rio que vivem em suas margens, ao longo de sua extensão. As experiências culturais e sociais das pessoas também são expressas nos dois livros que compõem a obra. Um é inteiramente voltado para a narrativa escrita. O outro é de fotos, vencedor do Prêmio Jabuti 2012 na categoria Fotografia.

As mais de 20 histórias foram colhidas entre 2007 a 2011. Foi nessa época que Nolasco e Drumond percorreram as margens do rio São Francisco; passando pelos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas.

As experiências humanas, sociais e culturais que os ribeirinhos quiseram mostrar aos autores foram o caminho escolhido para construir o livro. Uma nova forma de falar sobre a combinação de um bem natural e a necessidade do homem de transmitir, pela oralidade, sua cultura para as novas gerações.

photo

Chantal Akerman ganha exposição inédita no Rio

RIO DE JANEIRO – Foi entre 2013 e 2014 que o produtor cultural Beto Amaral decidiu que iria homenagear Chantal Akerman (1950-2015) em uma mostra no Brasil. Chegou a trocar e-mails e fazer vídeo-conferência com a artista. Entretanto, em 2015, com a notícia do suicídio da cineasta, Beto achou que o projeto não sairia do […]

LEIA MAIS
photo

É oficial: BH volta a ter Secretaria Municipal de Cultura

Por Thiago Fonseca * Pausa na Virada Cultural de 2017, novas diretrizes para o Fundo Municipal de Cultura, manutenção de eventos importantes como Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de BH, o FIT-BH, Festival Internacional de Quadrinhos, o FIQ, Festival de Arte Negra, o Fan e outros. Este foram alguns dos temas brevemente tratados […]

LEIA MAIS
photo

Quer tocar no carnaval de BH? Encontre aqui o seu bloco

Faltam menos de dois meses para o carnaval e os blocos belo-horizontinos estão ajustando os últimos detalhes. Se você quer tocar, separamos alguns blocos que estão com vagas abertas. Em geral, não é preciso saber tocar, apenas ter boa vontade e ensaiar. Já adiantando: os blocos ‘Então, Brilha’ e ‘Beiço do Wando’ já estão com […]

LEIA MAIS