fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Live da Gal Costa ou o que ela não merecia justo no aniversário

Cantora fez a primeira live no dia 26 de setembro e a transmissão foi marcada por uma sucessão de erros grotescos

Por Carol Braga

27/09/2020 às 11:27

Publicidade - Portal UAI
Gal Costa. Crédito: TNT Brasil / Reprodução

Não foi apenas uma vez. Foram várias. Em diversos momentos, Gal Costa perguntava, mas estamos ao vivo? Após a resposta, ela logo sentenciava: mas vocês são loucos? Em termos, Gal. Parece que na tão esperada live para celebrar seus 75 anos você esteve cercada de profissionais muito dispostos a experimentar. Tão empolgados com isso que parecem ter esquecido que o menos é mais. Sempre. Sem rodeios: se a parte musical estava impecável, tanto em termos de repertório como performance e execução, o resto foi uma tragédia.

Foram cerca de 90 minutos de show numa penumbra que mal conseguíamos ver a cantora. Era para celebrar a vida dela, gente. Velas de aniversário costumam ser outras. A direção de arte apostou em um clima sombrio, uma coisa estranha que mais lembrava outros rituais, menos um aniversário. A cada intervalo eu pensava, melhor deixar ela só cantando. Mas não.

Era um anda pra cá, pra lá. A câmera captava o escuro, o chão, sacudia tudo. Erros de corte primários. Nem precisa gostar de Gal Costa ou conhecer a carreira para saber que, obviamente, não merecia nada daquilo. Foi uma falta de noção completa e muita falta de respeito. A íntegra da live, claro, foi retirada do YouTube. O que ainda tem são vídeos editados e postados por fãs.

Projeções nas janelas

A voz em off, que imagino ser da diretora Laís Bodanzky, recomendava, Gal, dá uma chegadinha na varanda. Naquela escuridão, a cantora descia alguns degraus para ver projetadas nas paredes imagens de depoimentos de amigos e parceiros da música. Maria Bethânia mandou um áudio. Gal entrou para um quartinho para ouvir. Tudo muito estranho.

Sem perdão no Twitter

No Twitter, claro, as reações instantâneas. Em geral, enaltecendo a competência da cantora e o absoluto equívoco da parte técnica. O bom do Twitter é o humor. Com muita ironia, o perfil Surubim da Xuxa parabenizou o canal TNT por ter transformado uma “uma curadoria musical impecável, com músicos maravilhosos e uma cantora excelente em uma live confusa, agoniante e escura. Isso tá beirando o trash. Desculpas públicas é o mínimo!”.

O perfil aê aê aê aê ei ei ei ooo ooo foi mais bem-humorado. “Daqui a pouco a moça fala: Gal tem uma tirolesa ali na varanda, põe um capacete e monta nele que lá no outro prédio tem uma surpresinha pra você”. Só faltou isso mesmo.

Gal Costa. Foto: Reprodução TNT

Repertório e performance

Se era para ser um arquivo confidencial, como alguém no Twitter publicou, por incrível que pareça era melhor ter feito no Faustão. E para usar um bordão do apresentador, apesar de todos os erros – grotescos – Gal Costa provou mais uma vez que “quem sabe faz ao vivo”. A casa caindo, caixas de som explodindo no ouvido dela e a mulher firme. Dominando o repertório como poucos da geração dela. Um show!

A escolha de cada canção foi impecável. Começou com Eu vim da Bahia, seguiu com Baby e passou por Dom de Iludir, Vapor Barato, Luz do Sol, Gabriela, O que é que há, Sorte, Força Estranha, Sua Estupidez e muitas outras.

Quando a diretora anunciou que haveria espaço para um bis, Gal disse que não tinha preparado nada e que não tinha todo o tempo do mundo. No meio de uma combinação rápida com a banda, alguém sugere fazer Festa do Interior. Uma voz, também do além, diz que a letra precisaria estar no teleprompter. Gal logo interrompeu. Claro que não precisaria. Presta atenção na categoria da cantora, gente. Arrebentou, claro.

Aí, quando pensa que já ia terminar, mais uma chegadinha na varanda, para um brinde com os comentários vazando. Torci para que ninguém dissesse nada. Mas Gal, cheia de noção, ainda perguntava: estamos ao vivo? Antes tivessem ouvido o que ela, elegantemente, tentava dizer quando disse isso pela primeira vez.

 

Reações no Twitter após a live da Gal Costa. Foto: Reprodução Twitter

Reações no Twitter após a live da Gal Costa. Foto: Reprodução Twitter

Confira aqui a crítica escrita por Mauro Ferreira, no G1. 

photo

Gal Costa 75 anos: o que esperar da live um dos maiores nomes da música brasileira?

Gal Costa vem aí em uma super live para comemorar os 75 anos. Quem viu Gilberto Gil e Caetano Veloso em seus aniversários estava ansioso para uma aparição de uma das maiores vozes da música brasileira. A apresentação será neste sábado, 26 de setembro, às 22h, no canal TNT, pela televisão. Tem, também, transmissão pelo […]

LEIA MAIS
photo

Conheça Ablusadas: primeira banda brasileira de blues exclusiva de mulheres

Você já viu uma banda de Blues só com mulheres? Provavelmente não. “Somos a primeira do Brasil”, conta Roberta Magalhães, vocalista e idealizadora da Ablusadas. O grupo autoral surgiu em Belo Horizonte, em 2018, e hoje tem oito integrantes.  “Representatividade de mulheres nas bandas de blues e jazz. Eu era a única nas que já […]

LEIA MAIS
photo

Por que Janis Joplin foi a rainha do rock e uma das maiores cantoras de blues e soul?

Há 50 anos morria Janis Joplin. Considerada a maior cantora de blues e soul da geração à qual pertenceu e a rainha do rock, ela nos deixou no auge da carreira, aos 27 anos. Agora, ano em que completa cinco décadas da sua morte, chega ao Brasil a biografia definitiva da artista. Janis Joplin – […]

LEIA MAIS