Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Ilvio Amaral e Maurício Canguçú voltam ao palco com peça inédita

Peça “Maio, antes que você me esqueça” tem texto e direção de Jair Raso. Temporada de estreia no Teatro Feluma será entre os dias 06 e 29 de agosto
Ilvio Amaral e Maurício Canguçu Foto Raquel Guerra
Ilvio Amaral e Maurício Canguçu Foto Raquel Guerra

A dupla de ouro da comédia mineira volta à cena. Ilvio Amaral e Maurício Canguçú fazem até o dia 29 de agosto temporada da peça “Maio, antes que você me esqueça”, no Teatro Feluma, em Belo Horizonte. O texto e a direção levam a assinatura de Jair Raso. Ou seja, temos aí um trio de sucesso do teatro mineiro. 

“Depois de tanto tempo, é uma emoção muito grande”, diz Maurício. São mais de 30 anos dedicados ao teatro e, pela primeira vez, ele ficou muito tempo afastado do palco. “Nunca parei. Eu vivo disso. É um momento sublime. Cada palavra e cada passo é de uma emoção absurda”, completa. “É como se eu estivesse fazendo um espetáculo pela primeira vez na minha vida”, diz Ilvio Amaral sobre a ansiedade do retorno.

Maurício Canguçú conta que, durante a pandemia, se deu conta do quanto estar em cena é algo muito confortável para ele. “Esse tempo parado me fez ver o quanto eu gosto de fazer o que eu faço”, diz. “A pandemia deu uma brecada na vida da gente para repensar diversas coisas. Uma delas, para mim, é o quanto o teatro me faz falta, é importante na minha vida”, conta Ilvio.

Trama

Maio, antes que você me esqueça conta a história de aproximação entre um filho e o pai, diagnosticado com Alzheimer. Isso se dá depois que o primeiro é obrigado, a contragosto, a se hospedar na casa do patriarca. Assim como os atores já fizeram em A Idade da Ameixa, linda de montagem de 2004, a ideia é fazer com que o espectador se emocione e também se divirta, ao mesmo tempo.

Segundo Maurício Canguçú, Maio, antes que você me esqueça aborda as relações humanas a partir da família. “Fala de amor, das mágoas, dos rancores, dos enganos. Fala de família e como eu adoro uma família, é um texto que também fala de mim. Bateu na veia”, confessa. 

Ilvio Amaral conta que recebeu o texto de Jair Raso há mais tempo. Segundo ele, à época, avaliou não ter a maturidade necessária. O ator está absolutamente encantado com o resultado da atual montagem. “É um espetáculo que, com ele, eu me realizo como ator”, comenta. Segundo ele, a vontade de montar nasce também de um desejo de falar da relação de pai e filho. “É uma peça muito difícil para mim. Mexe muito com os meus demônios e as minhas caixas de segredo. Mas eu amo fazer e adoro o texto”.

Retomada

Como determina o protocolo da retomada das atividades, o Teatro Feluma estará com metade da capacidade disponível. Serão 200 lugares, com o devido distanciamento. O uso da máscara é obrigatório durante toda permanência dentro do teatro e nas áreas comuns a ele. 

Serviço

[O QUE] Maio, antes que você me esqueça, peça com Ilvio Amaral e Maurício Canguçú

[ONDE] Teatro Feluma (Alameda Ezequiel Dias, 275 – Centro, Belo Horizonte, (31) 3248-7250 

[QUANDO] Temporada de 06 a 29/08, sexta e sábado, 21h e domingo,19h  

[QUANTO] R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia) 

[COMPRE AQUI]

Ilvio Amaral e Maurício Canguçu Foto Teatro Feluma
Ilvio Amaral e Maurício Canguçu Foto Teatro Feluma

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!