Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Ciclo de Conversas amplia alcance de podcast “Histórias com Café”

Gostou? Compartilhe!

“Histórias com Café: Ciclo de Conversas sobre as Histórias e o Cotidiano” acontece no Teatro da Cidade

Pensado como uma maneira de expandir ainda mais o alcance do podcast Histórias com Café, o projeto “Histórias com Café: Ciclo de Conversas sobre as Histórias e o Cotidiano” ocupa o Teatro da Cidade até o sábado, 7 de outubro. A programação, ressalta Bárbara Amaral, uma das criadoras do “Histórias com Café”, é totalmente gratuita. Assim, os ingressos serão distribuídos meia hora antes de cada evento. A cada dia, um eixo temático orienta o encontro. Na quinta-feira, foi a vez de Mulheres que Escrevem. Já nesta sexta, dia 6 de outubro, Mulheres que Falam. No sábado, o evento será encerrado com o eixo Mulheres que Escutam.

As mulheres à frente do “Histórias com Café: Ciclo de Conversas sobre as Histórias e o Cotidiano" (Igor Cerqueira/Divulgação)
As mulheres à frente do “Histórias com Café: Ciclo de Conversas sobre as Histórias e o Cotidiano" (Igor Cerqueira/Divulgação)

Os encontros trazem uma apresentação artística seguida de uma mesa com convidadas. Ou seja, um evento feito por mulheres, protagonizado por mulheres e que se debruça sobre a obra de mulheres.
“Essa nova etapa do projeto nasceu de uma vontade de conhecer nosso público, que está em boa parte em Belo Horizonte. Assim, poder, depois de tanto tempo, abraçar, trazer também essas pessoas para esse lugar de falar. Do mesmo modo, poder trocar com outras mulheres que nos inspiram e colocar mais vozes nessa nossa prosa”, explica Bárbara.

Invisibilização

“A mulher desde sempre contou a história, mas, durante muito tempo, houve um apagamento sobre o nosso lugar na função de registro e memória de um tempo, de nossas vivências”, prossegue Bárbara. “Mas algumas das histórias mais antigas e que continuam a ser contadas até hoje foram produzidas por mulheres”, complementa. Ela cita, por exemplo, Luzia Tereza, mulher brasileira, nordestina que, afiança, registrou mais histórias do que os Irmãos Grimm. Luzia Teresa seria um exemplo dessa invisibilização ao longo da história.

“No podcast, quem acompanha sabe que já contamos sobre várias dessas mulheres. É uma ferramenta que temos para honrar essa ancestralidade e também dar força para quem está aí continuando essa roda”, acrescenta.

Ciclo de Conversas

Foi em 2020 que as narradoras de histórias Bárbara Amaral e Aline Cântia se juntaram para criar alguma forma de encontro, em meio à pandemia. Assim, nasceu o podcast Histórias com Café. No espaço quinzenal, as duas partem de livros, contos e inspirações do dia a dia para construir uma narrativa própria. Tal qual, homenagear mulheres que as inspiram e construir reflexões sobre o lugar da mulher no âmbito do registro e da memória do cotidiano na nossa sociedade.

Em um segundo momento, juntaram-se, às duas, Ana Martins e Paula Libério. Passados três anos, mais de 40 episódios, veio, pois, a ideia do Ciclo de Conversas sobre as Histórias e o Cotidiano. Em tempo: os eventos serão gravados e, depois, transformados e uma série de novos episódios do podcast. Assim, poderão ser acessados por ouvintes de outras praças. “As métricas nos mostram que temos gente conectada até no Canadá”, conta Bárbara. E, claro, para quem depois quiser revisitar os papos que acontecerão durante o ciclo no Teatro da Cidade.

Serviço

Mulheres Que Falam

6/10 (sexta-feira), 19h às 22h:
Mulheres cujo trabalho e vida são dedicados a expressões artísticas e que trazem para esse contexto a voz silenciada da mulher, sempre de maneira violenta.
Apresentação artística: Chica Reis
Mesa: Isabel Miranda, Juliene Lellis e Carol MinazdeMinas.
Mediadora: Ana Martins

Mulheres Que Escutam

7/10 (sábado), 19h às 22h:
A ideia é reunir aquelas mulheres que compilam, escutam histórias e registram. Que trabalham com a tradição oral e a memória dos lugares.
Apresentação principal: Camila Costa
Lançamento do livro Camila Costa e Nadja.
Mesa: Camila Costa, Nadja Calábria e Ana Caroline – Revista Perambula
Mediadoras: Bárbara Amaral e Aline Cântia

Onde. Teatro da Cidade (Rua da Bahia, 1.341, centro)
Entrada gratuita – Retirada de ingressos meia hora antes de cada evento

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]